Muitos criticam o ativismo de internet como ~ativismo de sofá~, que não dá em nada.
Muitos falaram que tempo de TV é o que contava, que o cenário seria diferente.
As eleições de 2018 provaram o contrário, que muitos decidiram o voto na base de correntes do Whatsapp e Facebook.
Então, já que passou-se da fase de ignorar e minimizar o problema, tem-se que analisar os pontos de sucesso desse tipo de campanha e como ele pode ser explorado. Se funciona pra um lado, deve funcionar no outro sentido também.
Obviamente, o outro lado tem grandes vantagens: usa e abusa do discurso de ódio, e não tem pudores em espalhar mentiras e boatos. Isso deveria ser coibido e punido, mas já que não está acontecendo e não dá pra contar com as instituições, vamos ter que apelar pra criatividade.
E de preferência escolher bem os alvos. Porque tem gente que sabe exatamente o que está fazendo, concorda com tudo e vota nele porque quer mesmo isso. Não dá pra perder tempo com esses.
Então vamos concentrar no que queremos acreditar que seja a maioria. Já que muitos aqui torcem o nariz pra argumentos do tipo "seu tio é fascista", vamos falar que "seu tio foi capturado pelo discurso fascista". Como reverter esse quadro?
(obs.: não vou discutir as razões e motivações pelas quais as pessoas votaram nele, que são várias, só estou interessado na reversão do quadro)
Minha opinião é que a campanha dele funciona porque explora demais o lado emocional, estimulando o medo e a raiva das pessoas, a dúvida nas fontes contrárias, e ainda um certo desconhecimento (as pessoas só são expostas ao lado ~positivo~). Acho que dá pra atacar nessas 3 frentes
O apelo dele de ~homem de família~, de ser um ~homem com pulso firme~ e ~íntegro~ dá pra ser atacado. Tem farto material, mas tem que ser transposto pro Whatsapp.
O rebote natural será o de tentar desqualificar o material, falando que é fake news e enviar outro contestando. Aí entra a dúvida: questionar a fonte, questionar porque ela acredita naquilo, por que acreditar em teoria da conspiração.
E mostrar que quem fabricou aquele conteúdo só está manipulando a pessoa. Que há interesses de gente grande por trás. Pode não funcionar no momento, mas o importante é deixar a pulga atrás da orelha.
Muitos vão falar que "ah, mas ele não vai fazer isso", aí acho que o jeito é continuar na dúvida "sei não, eu é que não vou pagar pra ver" e mostrar casos de gente que já está sofrendo as consequências, via gente que apoia ele
Vai ser difícil, não vai terminar depois das eleições. Cada um sabe até quando dá pra esticar a corda, mas não se iludam que não vai haver perdas no caminho. Vai ter família dividida e amigos perdidos (já está tendo). Mas não fazer nada é pior.
Missing some Tweet in this thread?
You can try to force a refresh.

Like this thread? Get email updates or save it to PDF!

Subscribe to Paulo Moura Jr / 209 dias - 6 meses e 25 dias
Profile picture

Get real-time email alerts when new unrolls are available from this author!

This content may be removed anytime!

Twitter may remove this content at anytime, convert it as a PDF, save and print for later use!

Try unrolling a thread yourself!

how to unroll video

1) Follow Thread Reader App on Twitter so you can easily mention us!

2) Go to a Twitter thread (series of Tweets by the same owner) and mention us with a keyword "unroll" @threadreaderapp unroll

You can practice here first or read more on our help page!

Did Thread Reader help you today?

Support us! We are indie developers!


This site is made by just three indie developers on a laptop doing marketing, support and development! Read more about the story.

Become a Premium Member and get exclusive features!

Premium member ($30.00/year)

Too expensive? Make a small donation by buying us coffee ($5) or help with server cost ($10)

Donate via Paypal Become our Patreon

Thank you for your support!