Profile picture
Dawisson Belém Lopes @dbelemlopes
, 11 tweets, 3 min read Read on Twitter
1) Nunca antes na história houve uma política externa regida pelo baixo clero. Isso é novidadeiro. Quando o mote da "política externa democrática" era evocado, imaginava-se uma tensão constitutiva entre aristocráticos homens de Estado e o povo. O modelo Bolsonaro/Araújo é outro.
2) Pela primeira vez, não é a elite do Itamaraty que está no comando. Diplomatas ora içados aos postos mais prestigiosos compõem a segunda/terceira linhas da corporação. Por um truque retórico, a tensão desapareceu no discurso, uma vez que Bolso/Araújo imaginam falar pelo povo.
3) Falar pelo povo, no âmbito de um governo comprometido com dogmas religiosos, significa a apropriação recorrente de Deus como muleta de política externa. Propõe-se muita coisa em nome da entidade suprema. O cristianismo de corte ortodoxo é o atalho para a inserção no mundo.
4) Conhecendo, porém, um pouco da história das religiões no Brasil, bem como a nossa propensão aos sincretismos, fico muito tentado a fazer ilação de que há um componente francamente contraditório - e até farsesco - na proposta de popularização da política externa de Araújo.
5) Vejamos: líderes religiosos, via de regra, integram a elite sócio-econômico-cultural. Religiosos ortodoxos não constituem o perfil do homem médio brasileiro. O significante Deus, esvaziado da densidade ritualística emprestada pelas religiões institucionalizadas, acomoda tudo.
6) Ao fim, a popularização (via Deus) da política externa brasileira prova-se insustentável, pois o Deus de Araújo é apresentado por meio de citações eruditas e referências escolásticas. Não representa o populacho. A experiência religiosa do cidadão comum é bem outra.
7) O baixo clero do Itamaraty não pode ser igualado ao brasileiro médio. Trata-se, isto sim, do terceiro escalão de uma corporação aristocrática (isto é, baseada na ideia de virtude, "aretê"). Araújo não representa o demos, tampouco o homem simples. Usurpa um mandato que não tem.
8) Assim, a elisão retórica da tensão constitutiva entre aristocratas/democratas na pol. ext. bras. é a mágica para a qual deveremos atentar. Há algo de engenhoso na fórmula, admita-se. Araújo vem-se mostrando um bom demagogo, hábil no trato com as ferramentas linguísticas.
9) Ao substituir máximas mundanas por princípios metafísicos, o futuro chanceler recria o ciclo de produção da pol. ext. Tira o povo da conversa, subsumindo-o na ideia de Deus. Promove operações discursivas cujo saldo, a rigor, é a elitização da pol. ext. Muda, porém, a elite.
10) De forma prosaica, encerro o thread com um pensamento que me tomou de assalto nesta tarde: @ernestofaraujo pode até ser louco, mas não é bobo. Sua capacidade para gerar destruição de tudo o que conhecemos na pol. externa brasileira ainda não foi dimensionada. Ela é imensa.
11) PS. Sim, eu estou reagindo ao artigo de Ernesto Araújo publicado na edição de janeiro de 2019 de 'The New Criterion'. A peça ainda vai dar o que falar...
Missing some Tweet in this thread?
You can try to force a refresh.

Like this thread? Get email updates or save it to PDF!

Subscribe to Dawisson Belém Lopes
Profile picture

Get real-time email alerts when new unrolls are available from this author!

This content may be removed anytime!

Twitter may remove this content at anytime, convert it as a PDF, save and print for later use!

Try unrolling a thread yourself!

how to unroll video

1) Follow Thread Reader App on Twitter so you can easily mention us!

2) Go to a Twitter thread (series of Tweets by the same owner) and mention us with a keyword "unroll" @threadreaderapp unroll

You can practice here first or read more on our help page!

Did Thread Reader help you today?

Support us! We are indie developers!


This site is made by just three indie developers on a laptop doing marketing, support and development! Read more about the story.

Become a Premium Member and get exclusive features!

Premium member ($30.00/year)

Too expensive? Make a small donation by buying us coffee ($5) or help with server cost ($10)

Donate via Paypal Become our Patreon

Thank you for your support!