Profile picture
D
, 139 tweets, 23 min read Read on Twitter
Oi gente, não aguentei e decidi ir na onda. 1 Like = 1 Curiosidade da minha vida como professor

Pode conter muita coisa trágica, já adianto 💁🏼‍♂️
01. A maioria das escolas se beneficia do fato de alunos não conhecerem as leis justificando proibições em leis que não existem, não se aplicam mais ou até que explicitam o oposto. Ex:

Não tem lei que proíba baralho em escola.

Tem lei que proíbe a obrigatoriedade de uniforme
To falando isso no contexto de São Paulo e de escolas públicas, no caso. Outros estados podem ter outras leis, tá? E escola particular pode fazer o que elas quiserem por que você tem que concordar com o contrato delas pra estudar lá 🤷🏼‍♂️
02. As escolas costumam driblar isso pondo no regulamento intern, o que resolver a questão do baralho, no caso.

Na questão do uniforme, o regulamento não poderia passar por cima da lei estadual e eu quero morrer quando não deixam aluno entrar na escola por causa de uniforme.
03. Dito isso, a gente proíbe baralho porque se não proibir ELES NÃO PARAM DE JOGAR UM SEGUNDO SEQUER.

Outro exemplo de lei que não existe é a de que chiclete é proibido em escola. Só falam isso pq os individuos são incapazes de não grudar chiclete embaixo da carteira pqp
04. Não existe um dia de tranquilidade. Não é tipo nível 10 de confusão o tempo todo, mas nunca é calmo. Já vi aluno jogar cadeira no outro, aluno tacar o outro no lixo, aluno por fogo em cortina, aluno arrancar porta de sala, é isso são as histórias leves.
05. Do lado mais pesado, só pra dar de exemplo: eu sou professor de informática, então do meu computador posso visualizar o que os alunos fazem durante a aula nos deles.

Já peguei gente vendo todo o tipo de pornografia que você puder imaginar em aula. Sempre menino, obvio 🤦🏼‍♂️
06. Escolas são MEGA RETICENTES de recorrer a processos legais. Se tem um caso de violência ou de roubo, por exemplo, eles vão tentar de todo o jeito resolver sem chamar a polícia, porque polícia em escola SEMPRE gera má fama pra instituição e nenhum diretor quer isso.
07. Trabalhar num ambiente plural significa que eu já tive/tenho de lidar com coordenadores perseguindo casais lésbicos, professores pro-intervenção militar, professoras que rezam dentro da sala de aula e fazem campanha contra Halloween e muito professor fazendo piada machista 🤦🏼‍♂️
08. Mas felizmente eu conquiste meu espaço na escola em que eu trabalho hoje, e por eu ser muito insistente na minha postura política e aberto sobre minha sexualidade para todas as minhas turmas, isso se reflete em uma comunidade escolar bem diversa e eu tenho muito orgulho disso
Tipo, eu sei que eu não sou o único a contribuir com isso, mas eu tenho CERTEZA que minha presença reafirma esses alunos de que eles estão em um espaço seguro. Ano passado tínhamos 2 alunos trans, 2 casais lésbicos e um sem número de gays e bissexuais assumidos e felizes <3
09. Ainda hoje um dos maiores problemas da nossa educação é desconstruir a ideia de avaliação. Professores e Alunos ainda enxergam como se fosse uma coisa classificatória. Prova não deveria servir pra ver se o aluno “passou ou não de ano” +
E sim p observar como está o processo de ensino-aprendizagem e entender o que está funcionando ou n para ver o que pode melhorar para garantir a apreensão do conteúdo. Nota baixa não é necessariamente culpa do aluno ou do professor, é culpa do processo e necessita de diagnóstico.
10. Dito isso, 90% dos problemas de aprendizado que eu vejo nos alunos poderiam ser resolvidos com: ciclos de sono adequados, boa alimentação e liberdade de diálogo com os próprios pais.
11. Como professor do ensino médio, você logo aprende que o conteúdo que você passa é útil só pro ENEM e isso vai perder o valor depois de alguns anos pro aluno, o verdadeiro aprendizado se dá através de exemplo de postura moral e ética que você da existindo na vida dele.
12. É por isso que uma das coisas mais importantes pra ser um bom professor é ser AUTÊNTICO. Aluno é um detector de bullshit infalível. Não adianta você tentar ser uma coisa em sala de aula se você não VIVE aquilo, os alunos percebem e enxergam através disso facilmente.
Por exemplo, eu VIVO literatura e os alunos sabem disso. Eu sempre falo de livros, eu sempre comento de autores nacionais, eu discuto sobre pirataria em aula, eu to sempre com um livro na mesa. Como reflexo eles vem até mim pedir recomendações de livros e falar disso.
Coisa que eles não fazem com professores que teoricamente seriam mais responsáveis por incentivar a leitura neles do que eu. Mas autenticidade é tudo. Você não pode ensinar aquilo que você não acredita.
13. Existem professores que precisam de distância emocional dos alunos e os que só conseguem ensinar a partir da conexão que criam com seus estudantes.

Eu faço parte do segundo grupo, eu jogo Fortnite com meus alunos.
14. Nenhuma das duas visões está errada. Existem professores bons e ruins fazendo ambas as coisas e os alunos se beneficiam da diversidade de abordagens. Uma das minhas melhores amigas é super reservada e séria e ela é a melhor professora de química que você poderia imaginar.
15. Professores tem alunos favoritos. E a gente se sente muito mal no começo por isso, mas daí a gente entende que nossa relação com os alunos é diferente do nosso compromisso com eles. Eu ser mais ou menos próximo de aluno não afeta meu compromisso com o ensino dele.
16. O último exemplo disso foi um aluno que eu tive que constantemente era preconceituoso com os outros e quando eu chamava a atenção dele, ele me pedia desculpas, e dava para ver que ele fazia isso bem “só por obrigação” +
Então eu falei pra ele: você não precisa pedir desculpas para mim nem se preocupar em me agradar para garantir sua nota. O fato de você estar sendo uma pessoa horrível não vai afetar minha capacidade de avaliar seu conteúdo de artes. +
Se eu to te chamando a atenção não é pra te ameaçar com nota, é porque eu acredito que você é melhor que isso, não tem a ver com a matéria que eu leciono.
17. Não é raro professores assumirem jornada dupla para poderem se sustentar (especialmente os com filhos). Isso significa mais de 60 horas semanais e o efeito na saúde mental do profissional é NÍTIDO. É impossível fazer isso por anos sem parar e não sofrer nenhuma consequência.
18. É realmente muito fácil conseguir documentação para pedir afastamento pelo INSS por questões de saúde mental e muitos professores fazem isso.

Eu poderia ter feito isso quando dar aula no estado me desencadeou um ataque de pânico, mas optei por exonerar.
19. Dito isso, o INSS pode ser horrível as vezes. Ele forçou uma colega a voltar a trabalhar quando ela ainda estava se recuperando da quimioterapia com o peitoral em carne viva. O menor toque podia infeccionar ela e o cara a obrigou a ir para a sala de aula.
20. Já trabalhei numa escola em que internamente os professores e o admistrativos chamavam os alunos de cães. “Temos de ir tomar conta dos cãezinhos agora” “os cães estão agitados hoje” “tem dois cães brigando no pátio”
21. Já dei aula pra muitas alunas de 15 anos grávidas, que estavam ansiosas esperando fazer 16 para se casaram com seus namorados, sempre caras de 30+ anos que os pais tinham arranjado para elas.

Foi um absoluto choque descobrir que algo assim existia tão próximo de mim.
22. Todo o amor do mundo para as equipes de limpeza, merenda e segurança das escolas, porque são todos terceirizado com trabalhos pesados e cansativos pelos quais recebem um salário mínimo. Uma escola não é nada sem essas pessoas e se você ver alguém tratando eles mal, soque
Tá, não soque porque eu não quero incentivar a violência.

Soque METAFORICAMENTE ok? Com palavras e providências cabíveis.
23. Isso quando a escola tem equipe de segurança. Muitas só tem um ~caseiro~ que é qualquer pessoa que eles arrumam que possa ficar na escola quando não tá tendo aula.

O caseiro de um escola que eu trabalhei foi preso porque vendia drogas pros alunos por exemplo 💁🏼‍♂️
24. Nessa mesma escola teve interclasses uma vez e baixou todos os traficantes do bairro fumando maconha lá pra assistir. A gente foi até o coordenador perguntar o que que a gente fazia

“Kkk nada ué, por um acaso vocês querem morrer?!”

Pois é
25. É muito comum aluno do noturno que trafica que quer repetir de propósito pra continuar tendo fácil acesso a clientela dele por mais tempo.
26. Uma coisa que manda essa ideia de meritocracia pras cucuias é ver aluno devorar merenda até passar mal na sexta porque sabe que não tem comida em casa e só vai comer de novo na merenda se segunda.
27. Ou a APM ter de dar dinheiro pra aluna voltar pra casa por varios meses até a mae dela conseguir um emprego e receber o primeiro salário porque o pai abandonou a família do nada sem um único centavo.
28. Uma das piores experiências que existe é saber que alguem para quem você deu aula morreu. Porque você conhece não só aquela pessoa, mas tudo o que ela podia ser. Você enxerga claramente que aquela morte é também a morte de todo o potencial que tinha ali.
29. Escola pública não pode expulsar aluno, porque pela LDB o ensino é obrigatório, então tirar ele da escola seria crime. E muito aluno sabe disso e faz o que quer dentro da escola sem medo de consequências.
30. Algumas escolas arrumam esquema entre si para contornar isso, porque você pode forçar o aluno a sair da sua escola se tiver transferência garantida pra ele. Então escolas fazem “escambo de aluno problema”
A ideia é que a punição do aluno é ter de acordar mais cedo e pegar mais conduções pra ir e voltar para uma escola que fica em um bairro diferente do que ele mora, basicamente.
31. Alguém me perguntou sobre a questão do baralho: o que é proibido por lei são JOGOS DE AZAR. Isso significaria jogos de carta com APOSTAS. A questão é que sempre que se deixa os alunos jogarem cartas, isso leva a apostas e uma cultura ruim. Então proíbem logo todo o baralho.
32. Ser professor de artes significa incluir dentro do cronograma da sua matéria aula pra decorar qualquer festa escolar. Sempre colocam na sua mão fazer bandeirinha de festa junina e coisas do gênero e eu quero MORRER com isso porque eu tenho matéria pra dar sabe 💁🏼‍♂️
33. Mais sobre regras: elas costumam surgir porque alunos abusam. Na minha unidade era permitido entrar na segunda aula ao chegar atrasado. Todo mundo começou a cabular a primeira aula. Aí proibiram.
34. Tambem sobre regras: elas constumam sumir quando abusam dos alunos. Quando a regra de atraso começou a prejudicar gente que tava se atrasando por motivos legítimos, deram uma aliviada.
35. Tudo em escola é assim. Escola é um organismo vivo e depende de quem constitui ele naquele momento. Com equipe e alunos mudando todo o ano, isso significa necessidade de adaptação constante. Anos diferentes pedem medidas diferentes.
36. Professores geralmente tem propósitos com as atividades que eles dão, por mais que sempre tenha aluno que ache que a gente tá fazendo isso pra punir a sala ou só porque a gente é DO MAL.

Melhor exemplo disso é se eu dou uma atividade em grupo com equipe sorteadas.
37. Eu não to fazendo isso pra infernizar ninguém.

Eu to fazendo isso por exemplo pra forçar aquele aluno que eu sei que sempre conta com o amigo fazendo trabalho pra ele a trabalhar ou ser confrontado pela nova equipe de trabalho dele.
38. Ou pra tentar fazer o aluno que tem problema de socialização se integrar melhor com a turma dando uma oportunidade de alunos conhecerem ele melhor.
39. Ou forçando aquele aluno que tem rendimento excelente, mas EXTREMAMENTE controlador e genioso a ser mais transigente ao trabahar em equipe
40. É muito difícil reprovar aluno nesse país. Tem pressão da supervisão para a gente não reprovar, se reprovar a gente tem que justificar horrores e a escola fica mal vista pela secretaria de educação e o aluno sempre pode pedir reclassificação e tentar passar do mesmo jeito.
41. Uma boa direção vai bater de frente com a secretaria de educação e defender a decisão dos seus professores. Infelizmente eu conheço menos diretores bons do que eu gostaria na minha vida como professor até agora 🤷🏼‍♂️
42. A direção faz TODA DIFERENÇA numa escola. Já vi escola que não tinha nem papel higiênico. Já vi escola em que a diretora enfiou a lei na cara da secretaria de educação para mostrar que merenda é destinada a COMUNIDADE ESCOLAR então ela pode servir pra professor e funcionário.
43. Dito isso, vale dizer que escola esta sempre no aperto. Mal conseguem fazer o básico com o que o estado manda para eles, sempre tem de complementar com a APM, que também é super precária. Não é fácil, sério.
44. Pra quem não sabe APM é Associação de Pais e Mestres e eles sempre tem uma conta bancária com dinheiro da escola arrecadado por doação, venda de uniforme (por isso que as escolas ainda exigem uniforme), aluguel de armário (quando tem) e lucro de evento.
45. O acúmulo desse dinheiro é nada comparado aos gastos de manutenção de uma escola. Só o que se gasta de conserto de ventiladores, datashow/projetor e caixa de som acaba com a APM de varias escolas.

Muitas nem tem esses materiais, vale dizer.
46. Inclusive teve alguns anos que o nosso ilustríssimo governador Alckmin não enviou o recurso anual para a manutenção de extintores e limpeza da caixa d’água das escolas. Eu não sei se isso já mudou desde então, mas foram pelo menos 3 anos sem tá, gente.
47. Ah, outra lei que geralmente não é cumprida em escolas!

É crime vender fritura em cantina de escola.

Ainda não conheci uma que não vendesse. (Mentira, conheci uma escola particular bem legal que só vende produto natural, mas né, só rico pode ser saudável)
48. Também é crime vender refrigerante e suco artificial, balas e basicamente tudo o que você normalmente encontra em uma cantina 🤷🏼‍♂️
49. Aliás lembra que eu falei sobre a caixa d’água? Procurem reparar: professores nunca bebem água de bebedouro de escola. Quase sempre eles tem sua própria água de galão, que eles fazem vaquinha pra manter na sala dos professores. Não é por um acaso esse costume.
50. Não perguntem pra professores sobre coisas que não são da nossa alçada. Vivem me perguntando por exemplo dia de rematricula ou como que faz pra renovar o cartão de meia do ônibus ou que dia que a diretora está na escola. Eu não sei, tem que ligar na secretaria 🤷🏼‍♂️
Tipo, só porque a gente trabalha lá não significa que a gente saiba tudo que está acontecendo lá dentro. Eu não sei como que faz para requerir um documento, porque eu nunca precisei fazer isso?! Vai lá e corre atrás meu anjo! Plmds
51. Vocês não têm ideia do nível de sucateamento das nossas escolas.

Eu tenho uma amiga que dava aula em um ônibus sem motor que ficava estacionado na frente da escola.

UM ÔNIBUS
52. Ah, outra coisa sobre as merendas (desculpa ficar indo e voltando), como todo mundo caga pra lei federal, os estados começaram a criar leis próprias para fiscalizar isso. Obviamente São Paulo ainda é bem atrasada nesse sentido.
53. Durante a gestão do PSDB eu vi aluno sem merenda por ANOS, aluno receber um pacotinho de biscoito seco de merenda, aluno ocupar escolar e ser chamado de delinquente pela mídia e depois notícia do nosso querido governador Doria falando em dar ração p as crianças do município.
54. Vocês podem imaginar como me alegra o PSDB ter conseguido pela milionesima vez o governo de São Paulo.

Inclusive o Doria já avisou que não tem aumento e já proibiu as escolas de contratarem novos professores até segunda ordem 💁🏼‍♂️
55. Outra lei que vale conhecer: ofender funcionário público em exercício do cargo é crime. Ou seja, seu professor pode fazer um boletim de ocorrência se você xingar ele.

Ele provavelmente não vai. Mas ele pode.
Obviamente só serve pra professores do ensino público.
Mas tratem seus professores respeitosamente. Inclusive se você for de escola particular. Não precisa AMAR a gente nem nada, a gente só pede o mínimo pra ter uma convivência saudável entre todas as partes pra gente poder fazer nosso trabalho.
56. Eu não sei se é assim com qualquer profissão, mas a carga psicológica, emocional e física da carreira é tamanha que toda a volta às aulas da a sensação de que a gente foi atropelado por um trator na primeira semana. Leva uns 15 dias pro corpo se acostumar com o ritmo de volta
57. Um fenômeno engraçado: alunos sempre se chocam quando encontram a gente fora do ambiente escolar. Tipo, PROFESSOR, O QUE VOCÊ TÁ FAZENDO AQUI?! NO SHOPPING?!

...

Indo no cinema?

Quando acaba a aula a gente não vai pra um armário e recarrega ligado na tomada, a gente vive
58. A maioria dos (bons) professores se torna muito habilidoso em ler pessoas. O acúmulo de experiência nos da um repertório muito grande e sacar algumas coisas se torna muito natural pra gente.
59. Exemplo: normalmente é muito fácil ver quem tem questões de sexualidade. A gente não se mete, e nem deve, porque cada um tem sua jornada e seu ritmo. Mas nossa, você bate o olho e você vê que o aluno tá passando por alguma coisa e você fica kkkk ai ai... já vi esse filme
60. Eu já fui a primeira pessoa para quem alguns alunos meus se assumiram ao longo desses anos, justamente por ser assumido publicamente e servir de referencial para eles nesse sentido. É uma responsabilidade que não carrego levianamente.
61. Outra coisa fácil de identificar é carência. Existem dois tipos: os que tentam chamar atenção de forma destrutiva e os que tentam desaparecer. Ambos precisam de atenção e cuidado.
62. É impossível que o psicológico de um aluno não afete seu rendimento. Divorcio, morte na família, qualquer episodio traumático vai refletir no processo de ensino-aprendizagem e o professor vai considerar isso quando estiver avaliando ele.
63. Inclusive, é por isso que avaliações são "desiguais". Sua nota só deve ser comparada as suas próprias notas, não as de seus pares. Eu morro de preguiça de aluno que chega falando "ai professor, meu trabalho está muito melhor que o de fulano e a gente tirou a mesma nota!"
Meu anjo, você tirou essa nota porque você não faz nada a tarde inteira, sempre faz trabalhos excelentes e para o que eu sei que você é capaz de fazer, isso aqui é meia boca e você fez de ultima hora. Essa nota é um puxão de orelha e um lembrete de que você pode fazer melhor.
O colega ali do lado tem deficit de aprendizado na matéria, trabalha meio período e cuida da filha, nunca mostrou muito apreço pela aula mas dessa vez ele mostrou total dedicação e tá tentando o melhor dele para evoluir como pessoa. A nota dele é um reconhecimento disso.
É por isso que nota avalia PROCESSO DE ENSINO-APRENDIZAGEM e não TRABALHO FINAL

Não é tão difícil de entender, eu juro. Contexto é importante na hora de avaliar, é simples assim. Eu não sou uma empresa para ver só resultados, não to aqui pra perpetuar sistema capitalista, ok?
64. Professor tem que ser pai, amigo, psicologo e tem que estudar o que tá acontecendo entre os XOVENS hoje p tentar entender eles sempre, se não perde o tato. Isso é necessário porque nosso trabalho é entender porque o aluno tá ou não aprendendo e isso envolve tudo na vida dele.
65. Não existe sensação melhor do que ver seu aluno realizando seus sonhos e sentir que de alguma forma você contribuiu com aquilo. Não é como se você fosse RESPONSÁVEL pela vitória dele, ele tem todo o mérito. Mas ainda assim, a vitória dos seus pupilos é a sua.
66. É por isso que eu sinto muita vontade de tatuar a frase do Yoda de The Last Jedi "We Are What They Grow Beyond" porque, tipo, É ISSO. Eu sou o que meus alunos crescem e se tornam. Meus méritos e fracassos estão expressos aí. Ponto.
67. Eu também queria tatuar a frase "Children will Listen", da música final de "Into the Woods" (cujo musical é muito melhor que o filme) e que define MUITO da minha preocupação quando eu estou diante dos meus alunos. Ouçam/Leiam:

letras.mus.br/barbra-streisa…
68. Ser professor é um eterno exercício de desapego. Você oferece o que tem a eles pelo tempo que lhes é dado ciente de que vai acabar e que eles vão todos embora e que está tudo bem. É para ser assim. Esse é o seu papel. Agradeça e deixe a porta aberta caso queiram te revisitar.
69. Isso não quer dizer que dizer adeus para alguma turma doa menos. Sempre dói. Sempre deixa saudades. Mas a gente aprende a ser feito de um pouco de saudades, e aprende a ficar bem com isso porque outras turmas precisam da melhor versão de nós nesse momento.
70. Isso não quer dizer que a gente saudades de todos os nossos alunos. Tem gente que eu dou graças a deus que se formou. Todo o professor tem gente assim. Gente com quem conviver dá trabalho, gente que cansa, gente que dá raiva.
71. Mesmo os alunos que nos cansam, dão trabalho ou de quem a gente sente raiva são importantes. Dar aula é um eterno exercício de empatia e lidar com pessoas tão diferentes te leva a crescer muito. Não existe uma unica sala com quem eu não tenha aprendido e continuo aprendendo.
72. Se a gente esquecer o nome de algum aluno não é pessoal, tá. Lembre-se que um aluno tem de 12 a 18 professores. Eu já tive ano em que tive quase mil alunos.

Tem sala que eu dou aula a três anos e falam “ah, pq o Rodrigo”

Eu fico “-Q TEM UM RODRIGO NESSA SALA?!”

“...tem 3”
73. Aaaah lembrei outra coisa sobre cartas!!! Muitas escolas não proíbem outros jogos de cartas, por exemplo UNO

Aí os alunos fazem o que? Jogam truco com as cartas de UNO 🤷🏼‍♂️.
74. Mais de 70% das aulas de artes do sistema de ensino público estadual de São Paulo são ministradas por professores que não tem formação adequada na área. É por isso que tem tanta gente que não entende não ou não gosta de arte. Simplesmente nunca teve uma aula adequada.
75. Uma das matérias mais difíceis de achar professor qualificado é química, porque a indústria paga bem e tem grande demanda, então a grande maioria não fica em sala de aula. Bons professores de química são tesouros que você protege com todas as suas forças!
76. Existe uma pressão surreal sobre português e matemática. São as matérias mais cobradas no Saresp, as que recebem avaliação diagnóstica pronta do estado, as que a supervisão sempre pede relatório, etc. Precisa aguentar uma carga de pressão extra pra ser professor dessas.
77. Artes, Inglês e Filosofia são as menos cobradas. Ninguém liga muito pra elas, são consideradas matérias meio “elite” que a maioria dos alunos não sabe apreciar. Mas na real qualquer matéria é menos cobrada do que pt e mat.
78. Educação Física tem uma certa pressão porque os alunos são apaixonados por ela, então aula de educação física é responsável pela manutenção do estado de espírito estudantil. Mas muitos não entendem o valor da matéria e só querem jogar bola.
79. Uma das escolas mais queridas que eu já dei aula eu me sentia no HSM, tocava o sinal do intervalo começa música em todo o canto e tinha tipo 10 grupos ensaiando coreografias e eu ficava EITA

Foi a escola mais criativa e artística que eu já vi, era muito incrível.
80. No outro extremo teve a escola que me deu ataque de pânico, onde um aluno falou que minha matéria não servia para nada e que meu trabalho era uma perda de tempo inútil.
81. Os alunos mais insuportáveis que eu já tive foram jogadores mirins de times de futebol. Eles se acham a última bolacha do pacote, não estudam nada porque só querem saber de jogar, mas nunca faltam porque a permanência no time tá atrelada a frequência.
82. E o triste é que todos eles vivem aquela ideia fixa de que serão o próximo Neymar, mas só um ou outro avançam na carreira. A maioria volta pras suas cidades anos depois sem renome e sem ter investido em se educar para uma vida fora dos campos.
83. O desapego também atua no sentido de que professor precisa aprender que ele não tem como salvar todo mundo. Tive um aluno que passou numa federal estudando sozinho e não pode ir porque a mãe dele deu um jeito dele ser convocado para o exercito para ela não ter gastos.
84. Tive mãe que descobriu que a filha estava apaixonada por um garoto e tirou ela da escola e mandou para uma escola super reacionária. Coisas assim, e sabe, tudo isso é muito injusto. Mas não tem nada que eu possa fazer e se eu levar isso pra casa eu surto.
85. Meu maior arrependimento como professor foi ter sido leviano com a nota de uma aluna que fazia birra quando não tirava nota máxima e por causa disso ela ganhou um intercambio para os Estados Unidos que outro aluno merecia.
86. Pois é, na época de vacas gordas do governo, o Centro Paula Souza dava um intercambio de um mês por semestre para um formando de curso técnico de cada escola, baseado em notas e assiduidade.
87. Eu dei aula para 7 turmas do técnico de informática antes de migrar para o ensino médio, e todas as vezes foram formandos das nossas turmas que ganharam o intercambio (um deles inclusive foi pra Inglaterra). Hoje esse programa não existe mais.
88. Professor ganha por hora-aula, que é diferente de hora trabalhada. Hora-aula são 50 minutos e a gente ganha 30% sobre ela, equivalente ao tempo que a gente gasta preparando e estudando pra dar a aula. Esse valor é um benefício que não fica encorporando ao nosso salário.
Isso significa que se sair uma lei amanhã dizendo que pra economizar dinheiro vão parar de pagar os 30% sobre hora trabalhada, eles podem e isso não seria considerado redução salarial.

Pois é 🤷🏼‍♂️
89. Alunos costumam reparar MUITO em modelo de carro e celular de professor. Num nível que beira o desconforto. Toda vez que eu trocava minha capinha vinha varios perguntar se era celular novo e eu ficava tipo.... que que vocês tão fazendo reparando no meu celular gente?!
90. Conheço professor que tem carro velho pra ir pra escola justamente por esse motivo. O carro “de verdade” dele a gente só vê em dia de reunião pedagógica, que não tem aluno e ele vai sair dali para ir direto à outro compromisso.
91. A grande maioria das escolas públicas está com as suas bibliotecas fechada por falta de bibliotecário. Existem um conselho que dita quais profissionais podem exercer que tipo de função dentro de uma biblioteca e eles são bem rígidos quanto a isso.
Não é culpa dos bibliotecários, falta concurso e salários dignos para eles. Mas aí mesmo quando professores desenvolvem projetos para manter as bibliotecas funcionando (é o meu caso) tem muita coisa que a gente não pode fazer.
Eu tenho mais de 100 livros sem tombo na biblioteca da minha unidade, porque eu legalmente não posso tombar os livros para poder realizar os empréstimos. Eu poderia sofrer processo por isso.

Tem livro que eu trouxe da Bienal do Rio do ano retrasado autografado, lá parado
92. Escolas não podem jogar NADA fora. Muitas escolas descumprem isso, mas pela lei a gente tem que mandar tudo para o Fundo Social de Soliedariedade. Especialmente livros.

O problema: o Fundo Social tá sempre cheio e se recusa a receber os descartes.
Em alguns casos, só o Fundo Social da capital da conta, mas daí fica por conta da escola o custo de frete desses materiais até lá e eu já mencionei que escolar não tem dinheiro sobrando, correto?
93. O resultado disso é que varias escolas tem “cemitérios”. Cantos isolados cheios de carteiras e móveis quebrados ou salas sem uso cheias até o teto de livros didáticos da última década.
94. Escolas são obrigadas a manter a documentação dos seus alunos para sempre.

Isso eventualmente leva a problemas de logística em escolas centenárias que não tem mais onde arquivar fichas antigas, mas é isso: não pode jogar nada fora. Seu histórico vai ficar lá pra eternidade.
95. Uma vez os alunos de uma escola que trabalhei botaram fogo na secretaria durante o final de semana. O plano deles era queimar os diários de classe com as notas e alegar que eles não iriam refazer as provas do começo do ano e os professores não teriam como provar notas ruins
96. Só que eles incendiaram a sala errada e só documentação de docente foi queimada. A maioria já tinha sido digitalizado naquela época.

Quem mais se prejudicou foram as inspetoras, perderam todo o registro da vida profissional nessa história. Foi um caos.
Eu digo os alunos porque segunda feira todo mundo sabia e todo mundo tava comemorando essa noção fracassada de que as notas tinham sido queimadas. Oficialmente ninguém sabe quem foi, a investigação nunca conseguiu acusar ninguém

Mas né? A quem a gente quer enganar?
97. A primeira aula que a gente dá é sempre um horror. A gente se atropela todo, pensa que vai gastar 40 minutos no conteúdo, mas fala tudo em 5, não prevê dúvidas que surgem.

É assim mesmo, você só aprende a dar aula dando aula.
98. Inclusive, MUITAS vezes o estágio, que seria para a gente acompanhar algum professor em sala de aula e aprender como dar aula, se resume ao coordenador da escola jogar a gente em sala que está sem professor e se virar. Então é bem "na marra" mesmo que se aprende.
99. Os pais dos alunos com os quais você precisa conversar para adereçar alguma situação ou problema nunca vão nas reuniões de pais. Nunca.

E quando são convocados, normalmente você descobre ali a origem de vários dos comportamentos dos filhos. Beira o chocante as vezes.
100. Sala dos professores é uma das coisas mais desgastantes que existe. É um antro de negatividade e frustração, só se fala sobre politicas publicas injustas, cortes no orçamento, situações desagradáveis e como esse mundo está condenado.

Eu prefiro ficar no pátio com os alunos.
101. Inclusive, eu sinto que é meu dever dizer: existe MUITO professor ruim, mas não pelos motivos que o nosso presidente tenta vender. Não tem ninguém tentando doutrinar aluno nem nada assim. Tem gente fingindo que dá aula, ou dando aula ruim mesmo.
102. Os professores deveriam avaliar seus alunos com NO MÍNIMO 2 ferramentas que contemplem competências diferentes, para dar a oportunidade para alunos com processos de aprendizado diferentes mostrarem seus conhecimentos. Isso raramente acontece.
Deixa eu explicar melhor: as vezes o aluno não é bom em sintetizar ideias em escrito, por ex. Mas quando eu peço um seminário, ele explica todos os conteúdos e consegue articular as ideias super bem.

Esse aluno está aprendendo! Só que a prova dissertativa não é a melhor para ele
E existem literalmente UMA CENTENAS de ferramentas de avaliação diferentes e ainda assim, a gritante maioria dos professores ainda é fissurado em PROVA ESCRITA.

Tipo, eu sei que ela é importante para preparar para o ENEM, mas sabe? SABE?
103. A grande maioria das pessoas esquece disso, mas o propósito do ensino médio é formar um ser humano critico, com raciocínio lógico, maturidade emocional e capacidade de articular argumentos.

Ensino Médio não é só aula pra ir bem no ENEM e passar no vestibular.
104. O que é cobrado no ENEM e nos vestibulares dita 90% do que a gente acaba dando em sala de aula, porque o currículo se molda com base nisso. E é uma quantidade de conteúdo insana para três anos de ensino. Nós temos um ensino super conteudista e desumano, infelizmente.
105. É fato que nosso sistema está em desalinho com a realidade do aluno. Até porque, o que vai fazer a diferença na vida deles é como relacionar esse conteúdo à vida deles de alguma forma. Arte, por exemplo, é ferramenta de reflexão e crítica.
106. A vantagem de ser professor de artes é que eu posso falar sobre praticamente qualquer coisa. Qualquer seriado, filme, desenho animado, música. Tudo se enquadra. Então dá para discutir absolutamente todo o tipo de assunto em sala de aula.
107. Mas ao contrario do que o nosso presidente acha, não adianta eu tentar discutir o tratado comunista dentro da sala de aula, porque a mídia tem de ter uma relação com eles. Eu conversa com eles sobre um desenho que eles assistiram e se interessam, a coisa parte DELES
Exemplo: na época do lançamento de 13 Reasons Why houveram MUITAS ações em escolas da minha região discutindo a série, toda a situação mostrada, o que era considerado bom ou ruim na representação do tema, como isso afetou alguns alunos, etc.

Arte gera dialogo.
E eu não tô dizendo que essa série foi uma boa representação do tema, tá?

Longe disso.

Mas que ela levou muita gente a conversar sobre o assunto, isso levou mesmo.
108. Alunos se apaixonam por professores. As vezes eles dão em cima de professores na cara dura e dizem coisas que olha...

Eu quero acreditar que todos os professores entendem que é só um processo de transferência que o jovem tá vivendo. Infelizmente não é a realidade.
109. Tem muitos professores excelentes que não dão aulas tão boas hoje por terem sido massacrados por décadas pelo sistema de educação. É muito difícil se manter motivado quando você sente que governo, mídia, sociedade, estão todos contra você ano após ano.
Isso é 100% culpa do nosso governo. Ele que tinha de se preocupar em promover uma cultura de valorização e incentivo do professor. Esses professores estão dando o melhor que eles tem agora, é triste ver acontecendo, mas ninguém é de ferro.
110. E para encerrar oficialmente a Thread, eu quero dizer que apesar dos pesares do mundo, e são muitos pesares, eu amo o que eu faço e não me vejo fazendo outra coisa na vida. Eu sou grato por cada aluno que já passou pelas minhas salas e me deu uma chance.
Se eu sou quem eu sou hoje e sinto confiança na minha profissão é graças a tudo o que eu aprendi e ainda aprendo com cada um deles. É um caminho sem fim e parte de mim já está ansiosa para receber os novos primeiros anos e descobrir como tudo vai ser de novo.
Muito obrigado para quem aguentou ler a até aqui. Espero ter trazido algumas curiosidades legais. Amei as reações e histórias que eu recebi de retorno. Se o que eu contei promover algum tipo de dialogo construtivo na sua escola, eu vou ficar feliz. MAS CONSTRUTIVO, EIN!!!!
Por fim: valorizem os professores de vocês e dos seus filhos. Se informem sobre o que está acontecendo, trabalhem junto com eles, e não contra eles. Conheça as pessoas que passam tanto tempo com vocês ou com seus filhos. A gente só consegue fazer nosso melhor trabalhando juntos.
Missing some Tweet in this thread?
You can try to force a refresh.

Like this thread? Get email updates or save it to PDF!

Subscribe to D
Profile picture

Get real-time email alerts when new unrolls are available from this author!

This content may be removed anytime!

Twitter may remove this content at anytime, convert it as a PDF, save and print for later use!

Try unrolling a thread yourself!

how to unroll video

1) Follow Thread Reader App on Twitter so you can easily mention us!

2) Go to a Twitter thread (series of Tweets by the same owner) and mention us with a keyword "unroll" @threadreaderapp unroll

You can practice here first or read more on our help page!

Did Thread Reader help you today?

Support us! We are indie developers!


This site is made by just three indie developers on a laptop doing marketing, support and development! Read more about the story.

Become a Premium Member and get exclusive features!

Premium member ($3.00/month or $30.00/year)

Too expensive? Make a small donation by buying us coffee ($5) or help with server cost ($10)

Donate via Paypal Become our Patreon

Thank you for your support!