, 18 tweets, 5 min read Read on Twitter
Quero muito falar de uma figura muito importante da nossa História do Brasil, a única pessoa a sair viva da Casa da Morte em Petrópolis e a última presa política a ser libertada pela Lei da Anistia em 1979. O nome dela é Inês Etienne Romeu: Rosto de Inês Etienne Romeu no dia do seu julgamento.
Inês nasceu em 1942 em Pouso Alegre - MG. Ainda jovem se mudou pra BH onde estudou História e trabalhou como bancária, época em que já atuava no sindicato e no movimentos estudantil. Logo estava no quadro de comando da Vanguarda Popular Revolucionária, o VPR.
Foi presa em SP em maio de 1971 sob a acusação de ter participado do sequestro do Embaixador Suíço Giovanni Bucher, que foi comandado pelo Lamarca e resultou na libertação de 70 prisioneiros políticos.
Levada para o DEOPS, foi espancada e torturada até que inventou que tinha um encontro marcado com outro guerrilheiro no Rio de Janeiro. Foi levada ao Rio e chegando tentou se matar se jogando na frente de um ônibus. Foi arrastada por alguns metros mas sobreviveu e foi socorrida.
Após ser atendida e tratada no Hospital da Vila Militar no Rio, foi levada para a que então seria conhecida como Casa da Morte em Petrópolis. Permaneceu lá até agosto sofrendo com espancamentos, estupros, choques elétricos e outras torturas outline.com/c9JGS3
Após algum tempo nesse horror recebeu uma proposta: se tornar uma agente infiltrada nas organizações de guerrilha urbana. Para garantir que ela não trairia seus algozes Inês foi obrigada assinar declarações em que acusava uma irmã por crimes de subversão.
Após ser "virada" ela foi jogada na casa de uma irmã em BH pesando apenas 32kg. Num ato corajoso dela e de sua família ela se entregou à polícia para que fosse presa e condenada desta vez "legalmente" e fora do alcance dos militares que a queriam morta.
Foi exatamente o que aconteceu: foi condenada a prisão perpétua e encaminhada um presídio onde ficou até ser a última presa política libertada pela Lei da Anistia. Saiu de lá apenas uma vez para se casar com o também preso político Jarbas Silva Marques. outline.com/wTAnUL
Como afirmou o Ten-Cel Reformado Paulo Malhães ela não deveria ter saído viva de Petrópolis. Ele também confirmou a existência da Casa da Morte e que Inês foi mantida lá: oab-rj.jusbrasil.com.br/noticias/31607…
Mais ou menos um mês depois do seu depoimento para a Comissão da Verdade em que admitiu diversas torturas Malhães foi encontrado morto por asfixia em sua casa em 2014. Sim, 5 anos atrás e com muito cheirinho de queima de arquivo outline.com/vDGXem
O que também teve muito cheirinho de queima de arquivo foi o "acidente doméstico" que Inês sofreu em sua casa em SP em 2003. Ela recebeu a visita de um marceneiro que ia realizar um conserto no seu apartamento. Foi encontrada no dia seguinte caída e ensanguentada.
O boletim de atendimento médico do hospital que a atendeu aponta "sinais de traumatismo craniano por golpes múltiplos diversos". outline.com/z8UMBZ
Mas ela viveu e em 2009 recebeu o Prêmio Direitos Humanos do Governo Federal na categoria "Direito à Memória e à Verdade". Em 2014, em depoimento para a Comissão da Verdade, Inês reconheceu através de imagens 6 de seus torturadores e carcereiros.
Apesar da dificuldade para falar, ela já tinha feito um depoimento super detalhado à OAB ainda em 1979. Em 1981 que ela abordou o proprietário da Casa da Morte em Petrópolis com as palavras "estou reconhecendo o senhor" QUE MULHER, NE?! IMAGINA?
Se alguém me dá um tabefe eu não consigo imaginar falando tão civilizadamente com uma pessoa. Inês passou 96 dias sendo torturada das maneiras mais horrendas e "o sr não lembra de mim não? me deu até um chocolate um dia!"
Inês morreu dormindo em sua casa no dia 27 de abril de 2015, aos 72 anos de de idade.
Pessoas como Inês Etienne Romeu, ao sobreviverem a todo o horror da Ditadura, jogaram a sementinha do q viria a ser a Comissão da Verdade, que trouxe à luz muitos fatos tão vergonhosos que estavam sendo apagadíssimos da nossa História.

Mas não serão.

INÊS PRESENTE
Missing some Tweet in this thread?
You can try to force a refresh.

Like this thread? Get email updates or save it to PDF!

Subscribe to Pavezita
Profile picture

Get real-time email alerts when new unrolls are available from this author!

This content may be removed anytime!

Twitter may remove this content at anytime, convert it as a PDF, save and print for later use!

Try unrolling a thread yourself!

how to unroll video

1) Follow Thread Reader App on Twitter so you can easily mention us!

2) Go to a Twitter thread (series of Tweets by the same owner) and mention us with a keyword "unroll" @threadreaderapp unroll

You can practice here first or read more on our help page!

Follow Us on Twitter!

Did Thread Reader help you today?

Support us! We are indie developers!


This site is made by just three indie developers on a laptop doing marketing, support and development! Read more about the story.

Become a Premium Member ($3.00/month or $30.00/year) and get exclusive features!

Become Premium

Too expensive? Make a small donation by buying us coffee ($5) or help with server cost ($10)

Donate via Paypal Become our Patreon

Thank you for your support!