Não sei se vou conseguir formular bem meu sentimento e opinião, mas sinto que toda essa discussão sobre ditadura que está acontecendo hoje e nos últimos dias é a prova de que regredimos demais, que já perdemos muito mais do que queremos admitir
Em praticamente 11 anos nessa rede social, 25 de Internet e 26 de vida adulta, não me recordo de movimentação tão intensa no dia 31 de Março como a desse ano.
Não que o golpe de 1964 não fosse lembrado e condenado, mas o debate não era tão intenso e não nos termos de hoje.
Os termos deveriam ser outros, pois já se sabe muito sobre os horrores e crimes da ditadura; os termos eram pra ser de lembrança das vítimas e repúdio total.
Mas não, ainda estamos tendo que debater se a ditadura foi ruim, se ela foi ~apenas um mal necessário~
Esse era um debate que nem era pra estar acontecendo mais. Não era pra gente estar tendo que gastar tempo com fatos mais do que comprovados.
Mas cá estamos, tendo que lutar pelo óbvio.
Enquanto estamos aqui postando relatos, notícias, documentos sobre todos os crimes da ditadura, a segunda hashtag no trendings do Brasil é uma elogiando a ~revolução de 1964~, disfarçada de amor à nação, de como o Brasil foi salvo das ~garras do comunismo~
Óbvio que esse discurso sempre existiu, sempre houve quem defendesse a ditadura. Mas não era mais um discurso, digamos, aceitável na esfera do debate público.
Agora temos um presidente que defende abertamente a ditadura. Ele normalizou o discurso marginal.
Já que o presidente elogia, por que muitos brasileiros não vão fazer o mesmo?
Agora voltou a ser ~aceitável~ questionar a crueldade desse período, de ~relativizar~ os horrores em prol da ~segurança pública~, do ~crescimento econômico~, da ~ausência de corrupção~, etc.
O que, sejamos honestos, não é tão inesperado assim.
A própria candidatura, eleição e governo Bolsonaro nem são sinais, são constatações da regressão do Brasil e da normalização de uma série de discursos outrora inaceitáveis.
Não faço ideia de como resolver esse problema.
Hoje apenas estou revoltado, triste, desapontado, e outros sentimentos que não sei classificar.
E me reservo no direito de sentir assim.
Missing some Tweet in this thread?
You can try to force a refresh.

Like this thread? Get email updates or save it to PDF!

Subscribe to Paulo Moura Jr / 365 dias - 1 ano sem Marielle
Profile picture

Get real-time email alerts when new unrolls are available from this author!

This content may be removed anytime!

Twitter may remove this content at anytime, convert it as a PDF, save and print for later use!

Try unrolling a thread yourself!

how to unroll video

1) Follow Thread Reader App on Twitter so you can easily mention us!

2) Go to a Twitter thread (series of Tweets by the same owner) and mention us with a keyword "unroll" @threadreaderapp unroll

You can practice here first or read more on our help page!

Follow Us on Twitter!

Did Thread Reader help you today?

Support us! We are indie developers!


This site is made by just three indie developers on a laptop doing marketing, support and development! Read more about the story.

Become a Premium Member ($3.00/month or $30.00/year) and get exclusive features!

Become Premium

Too expensive? Make a small donation by buying us coffee ($5) or help with server cost ($10)

Donate via Paypal Become our Patreon

Thank you for your support!