Profile picture
, 20 tweets, 7 min read Read on Twitter
Depois dessa última treta do WhatsApp - exame.abril.com.br/tecnologia/e-a… - não convém adiar mais a thread sobre Facebook/Instagram/WhatsApp, dados, publicidade e geopolítica. Segue...
Facebook/Instagram/WhatsApp são desenvolvidos para aprender com nosso comportamento. Todo engajamento é um dado. Por ex., as variações de reações no face (like, <3, tristeza, raiva, surpresa) não são acessórios fofinhos. É um recurso pra mapeamento de preferências de conteúdo.
Toda essa programação tem como objetivo a publicidade direcionada, que é basicamente nos mostrar os conteúdos que demonstramos interesse em ver.

Publicidade direcionada leva em conta hábitos dos usuários da web: bit.ly/2LEtpRj
Tem aquele lado bom de recebermos passivamente o que nos interessa. De vídeos de fofos de bichos a posts patrocinados de tatuadores, cosméticos, filmes, etc.

Como os algoritmos definem o que você vê no Facebook e no Google: bit.ly/1UXGP2Q
Mas tbm tem aquele lado bem merda chamado "efeito de bolha", que enfatiza o viés de confirmação e que tem consequências bem graves.

Redes sociais criam bolhas ideológicas inacessíveis a quem pensa diferente: bit.ly/2MZrFhC
Assim, bem graves mesmo.

Redes sociais validam o ódio das pessoas, diz psicanalista: bbc.in/2Mec79S

Estudo mostra que Facebook é culpado por aumento da violência contra imigrantes: bit.ly/30jciYy
Aproveitar que tá rolando essa campanha de difamação (no WhatsApp) das Universidades públicas pra mencionar que tem gente produzindo conhecimento sobre isso.

PDF: Os impactos do efeito bolha causado pelos algoritmos do Facebook para o direito de resposta: bit.ly/2HoULpg
Facebook/Instagram/WhatsApp pertencem a mesma empresa e a máxima "se é de graça, vc é o produto" se aplica a tdos esses apps. Apesar do WhatsApp não mostrar publicidade, gera dados e o debate sobre disparos em massa e a influência nas eleições e na política continua rolando.
Obviamente nenhum desses "efeitos colaterais" tem passado desapercebido. E um debate que rola há algum tempo, tem ganhado mais atenção.

É preciso olhar monopólio do Facebook, diz presidente da CNN bit.ly/2VDRFI4
Até aqui sem novidades, né? Então, considere todas a informações acima, relembre do bafafá sobre FB e a Cambridge Analytica no Brasil e no mundo (há uma infinidade de notícias sobre isso) e reflita sobre a situação que exponho a seguir, pois chegamos na parte da geopolítica.
Sexta-feira eu estava "curiando" no Instagram. Entre mtas coisas consumo vídeos e fotos de bichos fofos, em situação de resgate e perfis de ONGs de amparo animal. Na lupa e como conteúdo patrocinado recebi 4 vídeos e 1 sequência de fotos que expunham a crueldade animal na China.
Em sequência foram 2 vídeos de resgate de cachorros que iriam para o abate para o consumo de carne, 2 vídeos sobre as péssimas condições em que filhotes são vendidos, mesmo como bichos de estimação e fotos de um urso resgatado de uma "fazenda de bile".
Depois do óbvio choque inicial me dei conta de que fui bombardeada, por meio de conteúdo "do meu interesse", com uma perspectiva de clara detratação de um país. Hj, 4 dias depois, vemos notícias da guerra comercial entre EUA e China.
Não fosse o combo de conteúdo, que deixou mto na cara, não fosse eu ter as infos acima e alguma "maldade", talvez não percebesse. Propaganda boa é aquela que nos influencia sem que notemos e essa estratégia me pareceu ser bem eficiente pra direcionar a opinião pública.
Ressaltando: eram vídeos "inocentes" contra a crueldade animal. Não relativizo a merda desse problema, mas vamos colocar a mão na cabeça: isso é uma questão do sistema de produção capitalista mundial. Apontar UM país é discurso político, "fulanizar" é escolher os inimigos.
Nossos dados e interações são usados pra nos vender produtos, mas tbm ideias, visões de mundo. E a gente já sabe disso, só trago um exemplo bem claro de como isso acontece no cotidiano e como estamos suscetíveis a essas ações.

Mas e aí, o que fazer? Boicotar? Pode ser...
Mas sai um app entra outro no lugar. Fora que a dificuldade de quebrar monopólios de internet, especialmente os citados, é pq em seu modelo de negócios há um dos defensivos mais fodas contra a concorrência, o Efeito de rede: pt.wikipedia.org/wiki/Efeito_de…
O buraco, obviamente, é mais embaixo e a solução igualmente previsível: regulação, legislação, fiscalização, difusão de conhecimento E educação. Simples, né?! Só que não. Estejamos atentos, c/ um esforço pra não cair em conspiracionismos tbm.

#WhatsApp #Facebook #instagram
@lite_lady, @florantifascist, @keseexploda, @lymaferreira, @namacsan, @PatiPas2, @Luisa_SPM bonitas, a thread... Foi! UFA! Rsrs Cabeça pesada, véi. Tá doido. Espero que gostem. :)
Missing some Tweet in this thread?
You can try to force a refresh.

Like this thread? Get email updates or save it to PDF!

Subscribe to Renata
Profile picture

Get real-time email alerts when new unrolls are available from this author!

This content may be removed anytime!

Twitter may remove this content at anytime, convert it as a PDF, save and print for later use!

Try unrolling a thread yourself!

how to unroll video

1) Follow Thread Reader App on Twitter so you can easily mention us!

2) Go to a Twitter thread (series of Tweets by the same owner) and mention us with a keyword "unroll" @threadreaderapp unroll

You can practice here first or read more on our help page!

Follow Us on Twitter!

Did Thread Reader help you today?

Support us! We are indie developers!


This site is made by just three indie developers on a laptop doing marketing, support and development! Read more about the story.

Become a Premium Member ($3.00/month or $30.00/year) and get exclusive features!

Become Premium

Too expensive? Make a small donation by buying us coffee ($5) or help with server cost ($10)

Donate via Paypal Become our Patreon

Thank you for your support!