, 10 tweets, 2 min read
My Authors
Read all threads
1) A linha que vai do liberalismo clássico ao comunismo clássico é a mesma que leva hoje do neoliberalismo ao comunismo identitário. Ela começa com David Ricardo, um banqueiro, que criou a idéia de que o endividamento público no fundo não importava, pois o povo devia a si mesmo.
2) O nome atual disso é "equivalência ricardiana". Ela parte da premissa de que o governo pode se financiar com impostos ou pela emissão de dívida pública. E oculta a possibilidade da monetização direta da dívida pelo governo.
3) Essa premissa também´oculta o fato de que os maiores financiadores da dívida pública e beneficiários dela eram os mesmos banqueiros que tinham recebido do governo o privilégio de criar moeda.
4) Além disso, já surge uma vaga idéia de "there is no free lunch," isto é, que toda renda no interior da economia é produtiva. Isso apaga a distinção clássica entre renda produtiva e não produtiva e o papel parasitário e rentista do nascente setor financeiro.
5)A carga de dívida e juros do sistema financeiro de reserva fracionária é, na verdade, um novo tipo de tributação imposto sobre o sistema produtivo. O empresário financiado por esse sistema tem de pressionar salários e custos para fazer frente ao pagamento da dívida.
6) A partir desse desvio ricardiano, o liberalismo clássico foi se tornando cego para a manipulação financista do sistema produtivo em crescimento. Isso explodiu na absurda teoria da mais-valia de Karl Marx, que parte de uma sociologia histórica parcialmente correta para um erro.
7) Karl Marx comete um erro semelhante a David Ricardo: ele oculta o sistema financeiro. Mas a motivação de Marx é sua espiritualidade gnóstica. O problema é estrutura produtiva capitalista em qualquer sentido, e não uma instituição contingente como a reserva fracionária.
8) No fundo, Karl Marx culpa Deus (o demiurgo malvado dos gnósticos) e não os banqueiros. Da mesma forma, as feminazi e gayzistas ocultam o movimento do sistema financeiro mundial para o globalismo e a servidão por dívida sob o rótulo do "patriarcado."
9) Novamente o culpado é Deus, e não os banqueiros. As pessoas não tem mais como criar famílias grandes viáveis, não possuem alta cultura, fé, bons empregos e comunidades, e por isso vivem sozinhos e amargurados. Mas a culpa disso é da alta cultura, da fé e das comunidades reais.
10) Deixo ao leitor a tarefa de imaginar o que seria um regime real de comunismo identitário que se sucederia ao atual capitalismo financeiro em algum país. Se usarmos o modelo da URSS, podemos prever que não será algo bonito de se ver.
Missing some Tweet in this thread? You can try to force a refresh.

Enjoying this thread?

Keep Current with Murilo Resende

Profile picture

Stay in touch and get notified when new unrolls are available from this author!

Read all threads

This Thread may be Removed Anytime!

Twitter may remove this content at anytime, convert it as a PDF, save and print for later use!

Try unrolling a thread yourself!

how to unroll video

1) Follow Thread Reader App on Twitter so you can easily mention us!

2) Go to a Twitter thread (series of Tweets by the same owner) and mention us with a keyword "unroll" @threadreaderapp unroll

You can practice here first or read more on our help page!

Follow Us on Twitter!

Did Thread Reader help you today?

Support us! We are indie developers!


This site is made by just three indie developers on a laptop doing marketing, support and development! Read more about the story.

Become a Premium Member ($3.00/month or $30.00/year) and get exclusive features!

Become Premium

Too expensive? Make a small donation by buying us coffee ($5) or help with server cost ($10)

Donate via Paypal Become our Patreon

Thank you for your support!