Dia 45457647 de pandemia.

O Brasil ainda é o único país onde tem faculdade pública q não dá aula nem remotamente?

Check.

Esse país não tem como dar certo.
Zimbabwe? Aulas online. India? Aulas online. China? Aulas online. Argentina? Aulas online.

Brasil? Ah, pera, nao pode criticar as coitadinhas das universidades...
O governo federal é uma excrescência. Mas as universidades têm autonomia. Tanto q muitas voltaram. O MEC não proibiu ninguém de dar aulas online.
De um colega: "Na UnB tentou-se um propor um monte de coisas em março. Maioria não foi nem levada ao conselho superior da universidade. A aliança pela liberdade, um grupo de alunos q já presidiu o DCE da unb algumas vezes, levou a proposta de voltar com ensino a distância e
permitindo alunos trancar, tentando dar formas de apoio a quem precisa, etc. Não conseguiram nada. Somente no final de maio montou-se um comitê para “avaliar a situação”. Em agosto as aulas voltaram on-line. E tudo de maneira mal feita, sem treinamento apropriado, etc. Lamentável
Mais: alguns professores tentaram continuar com as aulas. Desistiram rapidamente pq o DCE ameaçou processar por estarem descumprindo uma decisão do colegiado superior. O que poderia até dar demissão, segundo disseram."

• • •

Missing some Tweet in this thread? You can try to force a refresh
 

Keep Current with Rodrigo Zeidan

Rodrigo Zeidan Profile picture

Stay in touch and get notified when new unrolls are available from this author!

Read all threads

This Thread may be Removed Anytime!

PDF

Twitter may remove this content at anytime! Save it as PDF for later use!

Try unrolling a thread yourself!

how to unroll video
  1. Follow @ThreadReaderApp to mention us!

  2. From a Twitter thread mention us with a keyword "unroll"
@threadreaderapp unroll

Practice here first or read more on our help page!

More from @RodZeidan

16 Sep
"A China esconde casos".

Testes para #covid19 q já fiz:

1 - Pra poder PEDIR o visto.
2 - Pra poder embarcar.
3 - Ao chegar no aeroporto.
4 - No dia 5 de quarentena.

E ainda faço outro antes de ser liberado pra saracotear por aí.

Saí 6 de setembro pra Shanghai. Aqui, 0 casos.
Não é só teste. Sou monitorado pras autoridades saberem se tenho qqer sintoma.

Enfermeiros vêm na minha casa duas vezes por dia checar minha temperatura.

Tem aviso na minha porta de q estou em quarentena.

Meu condomínio contratou tradutora pra me explicar as regras.
E todo mundo que lida com passageiros que chegam do exterior usa trajes de contenção.
Read 10 tweets
8 Aug
Fio.

Sabe qd te ensinaram q a dívida externa era impagável?

MENTIRA. A dívida externa, até os militares darem o golpe, crescia a 4% ao ano e era totalmente pagável.

Mas os milicos começam a endividar o país loucamente. De 1964 a 1974 a dívida passou a crescer 20% ao ano.
Continuou crescendo a 20% depois de 1973.

A narrativa do Brasil sempre endividado, com a dívida externa como corda no pescoço, é muito útil aos militares.

Afinal, assim escapam da responsabilidade: "não fizemos nada de diferente, o Brasil sempre usou capital externo".

NÃO!
Milicos pegam a dívida externa em U$3,2 bi em 64.

Quando a farra acaba, pelo choque de taxa de juros do Paul Volcker no início dos anos 80, ela estava em U$85 bi.

Entregam pros civis a quase U$110 bi.

Esquema de pirâmide, só q com nosso dinheiro.
Read 10 tweets
8 Aug
O obituário de John Lewis, traduzido da Economist:

John Lewis tinha um ritual que o manteve são durante os 1960. Depois de ser libertado da prisão, ele voltaria para onde quer que estivesse hospedado - geralmente a casa de uma família local -
economist.com/obituary/2020/…
tomar um longo banho, colocar jeans e uma camisa limpa, encontrar um pequeno restaurante onde pudesse pedir um hambúrguer e um refrigerante gelado, coloque uma moeda de 25 centavos na jukebox e toque Curtis Mayfield ou Aretha. Ele se sentava e, como escreveu em suas memórias,
“deixava aquela música me lavar, simplesmente passar por mim. Não sei se já senti algo tão doce.
Se parece o ritual de um homem no final de um árduo dia de trabalho, é porque muitas vezes era.
Read 26 tweets
20 Jul
Isso é patético e um escárnio.

Pra variar, danem-se os mais pobres. Como pode um corpo universitário que, como na maioria das universidades, deve ser primariamente de esquerda, ferrar os alunos dessa forma?

Vergonha, Universidade do Pará, vergonha.

diarioonline.com.br/noticias/para/…
Tenho colegas do mundo inteiro: na Índia, no Zimbabwe, no Vietnam. Nenhum deles entendeu qd eu tentei explicar q as faculdades estavam sem aulas remotas. Simplesmente, essa hipótese é impensável pras instituições, mesmo nos países mais pobres.

Aqui, inventamos mais esse absurdo
Março - deliberação
Abril - deliberação.
Maio, junho, julho....

5 meses com a universidade sem dar aulas. Vergonha e descaso total com os alunos MAIS POBRES, q são os q mais precisam terminar seus cursos!
Read 7 tweets
18 Jul
Um fio sobre monopólios naturais, bens públicos e bens normais, com aplicações sobre saneamento, eletricidade, internet e muito mais.

Pra entender isso, precisamos diferenciar o q são bens e serviços não-rivais e não-excludentes.
Bens e serviços rivais são aqueles nos quais o consumo de uma unidade implica q outra pessoa fica sem o produto. Latas de coca-cola, quilos de arroz ou cortes de cabelo são rivais. Internet (a não ser q esteja congestionada), estradas, TV a cabo e vários outros não são.
Bens excludentes são aqueles nos quais é fácil excluir uma pessoa do seu consumo. Se um produto estiver numa prateleira com preço qualquer, só pode comprar um produto quem estiver disposto a pagar o preço. Pesca ou segurança pública, contudo, não são excludentes.
Read 24 tweets
11 Jul
Um fio sobre o efeito da homofobia nos casais homoafetivos e seus filhos.

O que não falta é gente que acha que crianças de famílias não-tradicionais sofrem ou tem desempenho pior na escola.

Não há qqer evidência disso. Vamos ao que a ciência diz.
Primeiro, os efeitos da homofobia. Artigo importantíssimo de Sansone (2019) explora o fato de que estados americanos legalizaram o casamento de pessoas do mesmo sexo em datas diferentes. Essa legalização aumenta a empregabilidade dos cônjuges.
sciencedirect.com/science/articl…
É simples: as mudanças na empregabilidade têm a ver com menor discriminação e mudança de atitudes. McCormick e Overstreet (2019) reforçam como é importante essa normalização de atitudes; homofobia internalizada afeta a saúde dos casais homoafetivos.

psycnet.apa.org/fulltext/2019-…
Read 9 tweets

Did Thread Reader help you today?

Support us! We are indie developers!


This site is made by just two indie developers on a laptop doing marketing, support and development! Read more about the story.

Become a Premium Member ($3/month or $30/year) and get exclusive features!

Become Premium

Too expensive? Make a small donation by buying us coffee ($5) or help with server cost ($10)

Donate via Paypal Become our Patreon

Thank you for your support!

Follow Us on Twitter!