Aí tu vai lá e vê quem tá repercutindo o posto do eme-be-ele, marcando @ dos envolvidos e só vai ver gente de esquerda, progressista. Inclusive, gente com ampla exposição na rede. Nessa altura do campeonato dá para fingir inocência sobre como a comunicação dos caras funciona?
Na postagem do eme-be-ele, inclusive, só tem gente contrária criando tração, dando atenção.
Detalhe, ignorando o pedido do próprio padre Júlio Lancelotti que pediu explicitamente para não fazerem isso.

• • •

Missing some Tweet in this thread? You can try to force a refresh
 

Keep Current with Orlando Calheiros

Orlando Calheiros Profile picture

Stay in touch and get notified when new unrolls are available from this author!

Read all threads

This Thread may be Removed Anytime!

PDF

Twitter may remove this content at anytime! Save it as PDF for later use!

Try unrolling a thread yourself!

how to unroll video
  1. Follow @ThreadReaderApp to mention us!

  2. From a Twitter thread mention us with a keyword "unroll"
@threadreaderapp unroll

Practice here first or read more on our help page!

More from @AnarcoFino

17 Sep
Nos últimos anos as barreiras entre milícia e trafico estão cada vez mais porosas: se temos casos de milícias que lucram com a venda de drogas, também temos casos de traficantes que atuam nos moldes das milícias, cobrando impostos, precificando a vida.

g1.globo.com/rj/rio-de-jane…
E isso é uma mudança importante no gestão territorial da cidade: o trafico, o padrão, durante muito tempo se recusou a precificar a vida - taxando serviços, moradores, etc... -, inclusive, em algumas localidades, atuava distribuindo remédios, gás, alimentos para moradores.
Inclusive, diz-se que o crack demorou para chegar ao Rio de Janeiro justamente por essa relação/preocupação de algumas figuras centrais do tráfico na cidade com a saúde de suas comunidades.
Read 6 tweets
14 Sep
Jair Bolsonaro além de desonesto é COVARDE, vetou o perdão da dívida das igrejas mas "insinuou" que os deputados devem derrubar o veto. É totalmente incapaz de assumir qualquer responsabilidade.

g1.globo.com/politica/notic…
Perdão de um bilhão das igrejas em um país onde se planeja congelar a aposentadoria de aposentados (aumentando a pauperização a população) para subsidiar um programa furado de redistribuição de renda. Essa é a situação do Brasil.
Ai você acha que em ano de municipais, quando a maioria dos deputados está interessada em negociar e consolidar apoios locais vamos ter uma movimentação contra esse perdão? O governo, aposto, vai inclusive articular para que isso não ocorra.
Read 6 tweets
12 Sep
Só para reforçar um ponto da minha participação no último episódio do @LadoBdoRio: a responsabilidade pela criação e manutenção de um ecossistema nas redes não é apenas de figuras políticas proeminentes, é de todos nós.
A tendência reativa dos dos perfis de políticos, que dedicam a maior parte do seu tempo a reagir ao conteúdo produzido do outro lado do muro e pouco repercutem e divulgam conteúdos à esquerda é amplamente difundida nas redes.
Passamos mais tempo falando, curtindo, repercutindo e divulgando aquilo que odiamos do que aquilo que verdadeiramente apreciamos. Nunca conversei com um produtor de conteúdo (à esquerda) que não tivesse reclamação semelhante.
Read 5 tweets
9 Sep
Fundamental lembrar que esse processo de "elisão fiscal" das igrejas é um movimento que vem crescendo desde, pelo menos, final da década de 1990 apoiado tanto pela direita quanto pela esquerda partidária.
Aqui no Rio de Janeiro, por exemplo, esse processo ganhou contornos de plataforma política durante a campanha do PDT/PT (Garotinho/Benedita) em 1998. Plataforma que foi seguida pelos demais governadores.
E digo isso pois o debate político, especialmente aqui, rapidamente joga a responsabilidade pelo crescimento da influência de grupos evangélicos no colo da direita. Ignorando, basicamente, a história recente do país.
Read 8 tweets
31 Aug
Dissecando a máquina de propaganda bolsonarista. Lembram desse post do Eduardo Bolsonaro? Esse tipo de postagem geralmente configura o segundo estágio de uma estratégia de comunicação ampla da máquina.. Eduardo Bolsonaro mostra a imagem do atirador portando sua a
O primeiro estágio, geralmente, consiste em realizar algo que poderíamos chamar precipitadamente de "testes A/B". Basicamente, depois de algum evento, grupos bolsonaristas (mas não apenas) começam a disparar diversas mensagens (e em diversos ambientes) sobre o mesmo.
Nesse primeiro momento a preocupação é menos emplacar uma versão "alternativa" do que minar a emergência e consolidação de uma versão oficial. Por isso, nesse primeiro momento, as mensagens são pouco elaboradas, rápidas, e muitas vezes conflitantes.
Read 19 tweets
27 Aug
Eduardo Bolsonaro está, em seu perfil, defendendo o assassino que executou dois militantes do Black Lives Matter. E isso, ao contrário do que imaginam, não é bait oi cortina de fumaça, faz parte do projeto de reforma moral do bolsonarismo.
Antes de tudo, sugiro que não interajam com o perfil do mentecapto, apenas denunciem a postagem diretamente no botão apropriado. Repassem isso em seus grupos de whatsapp, telegram, etc... para que outros façam o mesmo.
Vamos lá: em 2016, após a eleição do Crivella, escrevi que a Zona Oeste do Rio de Janeiro - minha terra - era o futuro do Brasil. Algumas pessoas interpretaram aquilo como um bairrismo, mas era um lamento profundo. Falava de um regime político paramilitar tipicamente carioca.
Read 18 tweets

Did Thread Reader help you today?

Support us! We are indie developers!


This site is made by just two indie developers on a laptop doing marketing, support and development! Read more about the story.

Become a Premium Member ($3/month or $30/year) and get exclusive features!

Become Premium

Too expensive? Make a small donation by buying us coffee ($5) or help with server cost ($10)

Donate via Paypal Become our Patreon

Thank you for your support!

Follow Us on Twitter!