Nas últimas semanas chegou uma galera por aqui, em razão da repercussão de "Narciso em Férias". A única coisa sobre a qual sei falar é de documento da ditadura msmo.

O resto é vasco, piada ruim e chute sobre política.

Mas faço um fio c meus fios sobre arquivos da repressão 👇.
Como pesquisar nos arquivos da ditadura que estão online?

O Exército, o 13 de maio e a história

O histórico (não de atleta) de Bolsonaro nos arquivos da repressão

A censura sobre a epidemia de Meningite na ditadura

Resposta à pergunta da Folha: o que foi a ditadura? (parte 1)

Resposta à pergunta da Folha: o que foi a ditadura? (parte 2)

• • •

Missing some Tweet in this thread? You can try to force a refresh
 

Keep Current with Lucas Pedretti

Lucas Pedretti Profile picture

Stay in touch and get notified when new unrolls are available from this author!

Read all threads

This Thread may be Removed Anytime!

PDF

Twitter may remove this content at anytime! Save it as PDF for later use!

Try unrolling a thread yourself!

how to unroll video
  1. Follow @ThreadReaderApp to mention us!

  2. From a Twitter thread mention us with a keyword "unroll"
@threadreaderapp unroll

Practice here first or read more on our help page!

More from @lpedret

1 Jul
O que foi a ditadura? (parte 2)
Ontem comentei o especial da @folha, sugerindo leituras sobre temas ausentes das matérias: a violência contra negros, LGBTs, moradores de favelas, indígenas, mulheres. Agora, complemento c documentos da repressão e outras matérias jornalísticas.👇
Há tempos q tenho guardado um drive com centenas de documentos da repressão sobre esses temas. Volta e meia compartilho o link, c o objetivo de incentivar pessoas a produzirem coisas a partir deles. Teses, matérias, documentários, fios... tudo vale na luta contra o negacionismo.
A pasta com arquivos da repressão sobre racismo, movimento negro e população negra. Muitos docs sobre bailes soul, movimento negro, censura de obras artísticas que tematizavam o racismo, monitoramento de intelectuais negros, dentre outros.

drive.google.com/drive/folders/…
Read 27 tweets
30 Jun
O que foi a ditadura? A @folha lançou, no domingo, um especial com esse título. As matérias são boas (e bem melhor q o curso online do jornal), mas n dão conta de responder à pergunta. Deixam de lado avanços importantes nas pesquisas historiográficas, e este fio é sobre isso +
1o, um problema de fundo, q sempre aparece qd jornalistas tratam do tema (apareceu no podcast da @revistapiaui outro dia): a ideia de que Elio Gaspari, em seus livros, esgotou o assunto. Ali estaria tudo q vc precisa saber – do jeito q vc precisa saber – sobre o regime de 64-85.
É possível criticar os livros de Gaspari de várias formas. O uso de um acervo pessoal (de um dos ditadores, o q não é mero detalhe) não compartilhado com ninguém mais é, ao mesmo tempo, ouro pros jornalistas e execrável pros historiadores. Aí está um dos problemas fundamentais. +
Read 33 tweets
21 May
P entender a força das fake news de direita, podemos começar olhando as nossas "fake news". Hj circulou a informação de que "tubaína" seria um método de tortura da ditadura militar. Em pouco tempo, estava nos zaps de esquerda e sendo postada por figuras públicas importantes.
Rapidamente, historiadores da ditadura e pessoas que trabalharam nas comissões da verdade começaram a conversar sobre o tema. Até agora, depois de falar já com vários colegas, não apareceu um indício, testemunhal ou documental, de que a informação seja verdadeira.
Mas é impressionante como rapidamente a mensagem foi parar no Twitter de quadros de esquerda cujos assessores conseguiriam, a um zap de distância, confirmar ou não a informação. Mas pq esse tipo de coisa circula com tanta força?
Read 6 tweets
13 May
O EXÉRCITO, O 13 DE MAIO E A HISTÓRIA

Em 13 de maio de 1988, foi o centenário da Lei Áurea. Depois de 20 anos de ditadura, a memória dos passados de violência do país era intensamente disputada. No mês anterior, o Exército produziu um relatório sobre o centenário da abolição.
Intitulado “Abolição da Escravatura – Distorção de um fato histórico”, o documento produzido pelo Centro de Informação do Exército se baseia no monitoramento ao Movimento Negro, que vinha pautando publicamente um debate crítico sobre a data.
Desde meados dos anos 70, os militantes antirracistas brasileiros vinham defendendo a data do 20 de novembro como marco para a comemoração da consciência negra, argumentando que a centralidade do 13 de maio reforçava a visão da abolição como um ato benevolente da Princ Isabel.
Read 15 tweets
5 May
Ontem Bolsonaro recebeu o assassino confesso de militantes do Araguaia, Sebastião Curió. A relação de admiração mútua é antiga. Quando Bolsonaro era militar e Curió deputado (sim, nós sempre elegemos esses caras...), o torturador da ditadura enviou uma carta ao futuro presidente.
Chamando Bolsonaro de "jovem companheiro", Curió reforçou sua trajetória militar: "como capitão (...) combati os comunistas nas ruas dos grandes centros urbanos e nas matas do Araguaia".
Em seguida, apresentou outro ponto de conexão com Bolsonaro: a admiração pelo garimpo. Então, falou de como "o destino" também havia lhe reservado "um assento nesta Casa, o Parlamento Nacional", introduzindo o tema central da carta.
Read 9 tweets
31 Mar
DITADURA E FAVELAS

Há 1 ideia de q as vítimas da violência da ditadura no Brasil foram só jovens do mov estudantil ou da luta armada. Brancos, de classe média. No fio, mostro como a ditadura atingiu os q sempre foram o alvo da violência estatal no país: a pop negra e periférica.
Em 1o lugar, as remoções forçadas. Favelas inteiras foram removidas, no RJ e em outras cidades, para dar lugar a moradias de classe média e alta. Só no Rio, foram mais de 120.000 pessoas atingidas. No Brasil todo, estamos falando de centenas de milhares.
Remoções já aconteciam no Rio pelas mãos do principal articulador civil do golpe, o governador Carlos Lacerda. Mas a partir de 64, intensificaram-se em quantidade e na violência usada. Em dezembro de 64, c apoio do DOPS, foi removida a favela do Esqueleto, onde hj é a UERJ.
Read 25 tweets

Did Thread Reader help you today?

Support us! We are indie developers!


This site is made by just two indie developers on a laptop doing marketing, support and development! Read more about the story.

Become a Premium Member ($3/month or $30/year) and get exclusive features!

Become Premium

Too expensive? Make a small donation by buying us coffee ($5) or help with server cost ($10)

Donate via Paypal Become our Patreon

Thank you for your support!

Follow Us on Twitter!