A extrema-imprensa deu pouca importância à tentativa de execução de dois policiais que patrulhavam as ruas de Los Angeles. Um criminoso abriu fogo contra os policiais, atingindo uma policial de 31 anos, mãe de uma menina de 4, na mandíbula e o outro policial de 24 anos na cabeça.
A policial baleada conseguiu chamar socorro e prestou auxílio ao seu colega, enquanto o protegia de um possível novo ataque.
Enquanto os policias agonizavam, um homem negro gravou vídeo rindo e postou nas redes. Várias pessoas aparecem filmando a cena, sem prestar auxílio algum.
Alguns ativistas do Black Lives Matter foram até o hospital comemorar o ataque e gritar "we hope they die", ou seja, "nós esperamos que eles morram", segundo relato da polícia.

Um "city manager", espécie de gestor profissional de um dos condados, foi ao Instagram para usar uma fala de Malcolm X, que pode ser traduzia como "você colhe o que você planta".
Infelizmente, o ataque está longe der ser um ato isolado. Há uma onda de violência contra a polícia que começou na esteira do movimento Black Lives Matter, basicamente uma organização marxista revolucionária que busca abertamente o fim da polícia.
"Pigs in a blanket, fry 'em like bacon" é um dos gritos de guerra do movimento: "Porcos em lençois, frite eles como bacon". "Policiais, sujos e nojentos, devem ser fritos como bacon. Isso é uma guerra, atire de volta...", falava uma ativista BLM em Portland, em 19 de agosto.
O Partido Democrata não só incentiva, mas levanta recursos para esses movimentos extremistas, com objetivos eleitorais. A esquerda e seus aparelhos devem ser responsabilizados pelos crimes cometidos.
Em relação aos policiais, eles devem sobreviver, apesar de ainda estarem em grave estado. Foi anunciado que o policial baleado na cabeça não teve nenhum dano cerebral, pois a bala não penetrou o crânio.

A Polícia oferece US$ 100 mil de recompensa por informações sobre o bandido.

• • •

Missing some Tweet in this thread? You can try to force a refresh
 

Keep Current with Leandro Ruschel

Leandro Ruschel Profile picture

Stay in touch and get notified when new unrolls are available from this author!

Read all threads

This Thread may be Removed Anytime!

PDF

Twitter may remove this content at anytime! Save it as PDF for later use!

Try unrolling a thread yourself!

how to unroll video
  1. Follow @ThreadReaderApp to mention us!

  2. From a Twitter thread mention us with a keyword "unroll"
@threadreaderapp unroll

Practice here first or read more on our help page!

More from @leandroruschel

28 Sep
Segundo o Ministério Público do RJ, em nota, Globo produz fake news ao afirmar que foi feita denúncia contra Flávio Bolsonaro: "...até o momento, não há denúncia ajuizada contra o senador...".

“A Instituição lamenta e repudia a divulgação...".
Read 4 tweets
28 Sep
O Pravda no Hudson (NYT), relata que tem acesso às declarações de impostos de Trump desde o ano passado. Ora, por que resolveram publicar só agora? Obviamente, para que isso pudesse influenciar as eleições, a favor dos democratas. Trump nega a veracidade da matéria.
É função da imprensa divulgar qualquer informação sobre políticos, mas quando a imprensa passa a operar sistematicamente a favor de um espectro político, e contra o outro, não há mais imprensa, mas sim operadores de propaganda política, como é o caso.
Por exemplo, um comitê do Senado americano descobriu que o filho de Joe Biden recebeu milhões de dólares de empresas russas e ucranianas, em contratos de "consultoria", quando ele não tinha nenhuma experiência nesse tipo de negócio. O NYT pouca importância deu para o fato.
Read 4 tweets
25 Sep
Eu morava do lado dessa estação...

Mais uma caso suspeito de motivação racial. Um jovem negro bate numa mulher branca, de forma gratuita.

Se fosse o contrário, estaria nas manchetes de todos os jornais americanos.

local10.com/news/local/202…
Ela abriu uma campanha para levantar recursos, para pagar o tratamento médico. A vítima, Andrea Puerta, teve uma costela quebrada, além de sofrer uma concussão.

O link para contribuir: gofundme.com/f/nk5zy-help-a…
De forma inaceitável, o vagabundo não ficou preso. Foi liberado sob fiança, e a audiência está prevista para hoje. A pena para os crimes cometidos por ele pode chegar a 10 anos. Espero que seja feita justiça.
Read 4 tweets
24 Sep
O Facebook deu mais um exemplo do seu viés e passou a tratar a Brasil Paralelo como uma empresa de atuação "política", abrindo então os seus investimentos em mkt na plataforma.

Seria interessante que eles indicassem um único vídeo da BP que seja político-partidário.
Se a ideia é abrir investimentos de marketing de qualquer organização que fale de temas políticos, sociais e filosóficos, por que não abrir de mídias como Folha, Uol, Globo, Estadão, além de todos os outros portais do gênero? Netflix, Catraca Livre, Mídia Ninja não entram pq?
Obviamente, a extrema-imprensa não vê problema nenhum nisso, e já passa a noticiar que a BP investiu mais de R$ 200 mil num mês em publicidade, como se isso fosse algum crime. O objetivo é claro: criminalizar qualquer iniciativa cultural não alinhada à esquerda.
Read 4 tweets
24 Sep
Numa sociedade saudável, uma hierarquia de competência é formada naturalmente, onde as pessoas mais capazes ocupam as funções mais importantes.

Dessa forma, a sociedade evolui e a vida é melhor para todos, pois você tem as melhores pessoas nas funções certas.
A esquerda abomina a hierarquia de competência, acreditando apenas na hierarquia de poder. Eles dizem buscar a igualdade, mas é mentira. Eles querem a liderança para impor igualdade na pobreza aos demais, que é exatamente o que ocorre em países como a Venezuela.
A igualdade não é só impossível de ser alcançada, mas também é indesejável, pois já que as pessoas são diferentes, apenas através do fim da liberdade é que você pode impor a igualdade. Além disso, se alguém tem poder para impô-la, como será igual? É uma impossibilidade lógica.
Read 8 tweets
16 Sep
A imprensa brasileira tenta de toda forma criar um conflito racial. G1 traz chamada onde informa que 75% das mulheres vítimas de homicídio são negras. Só "esquece" de informar o perfil dos agressores. Nos EUA, esmagadora maioria das vítimas são da mesma raça dos seus agressores.
Em outras palavras, pegando o exemplo americano, já que não há dados sobre isso no Brasil, brancos matam brancos, negros matam negros, e a violência inter-racial é relativamente baixa, apesar de ser maior de negros contra brancos do que o contrário.
Aqui o gráfico da violência entre raças. Image
Read 4 tweets

Did Thread Reader help you today?

Support us! We are indie developers!


This site is made by just two indie developers on a laptop doing marketing, support and development! Read more about the story.

Become a Premium Member ($3/month or $30/year) and get exclusive features!

Become Premium

Too expensive? Make a small donation by buying us coffee ($5) or help with server cost ($10)

Donate via Paypal Become our Patreon

Thank you for your support!

Follow Us on Twitter!