Vou discordar do Silvio aqui: o egoísmo nos beneficia. É uma ilusão achar que o capitalismo é uma ideologia egoísta, só porque é uma ideologia individualista/fracionária.

O sujeito que não se vacina de graça em nome da defesa do Bolsonaro ou contra o comunismo não é egoísta.+
Ele é um fanático disposto a se matar e aos seus familiares por uma causa. A eterna chave "capitalismo gera egoísmo", que participa do moralismo da esquerda, está errada.

Trabalhar pro lucro do patrão não tem nada de egoísta, gente. Justo o oposto.+
A ideologia capitalista para "os debaixo" é uma miríade de ordens de sacrifício e abnegação difusas. A exceção parecia ser a morte: todos esses sacrifícios eram em nome de não-morrer, em sobreviver, em se sustentar. Hoje, nem isso.

Deveríamos justamente minerar o egoísmo.+
Lembrar a todos que a vida deles pode ser melhor, basta que a vida dos outros também seja. Que o ganho egoísta exigirá uma ação coletiva. Apoie seu sindicato pra VOCÊ ganhar melhor.

E o mesmo vale pro COVID. Se vacine porque quando todos estiverem, a sua vida volta ao normal.+
O seu bar, o seu churrasco, a sua praia, o seu Tinder, o seu jogo de futebol só depende da epidemia acabar. E, pra isso, precisamos que todos se vacinem. Se vacina que a sua vida melhora.

Egoísmo também pode ser motor da ação coletiva. Ainda mais em casos emergenciais.
Reflexão na incerteza:

A ideologia capitalista pros debaixo é um superego desenfreado. Não faça, não goze, atenção: tudo é perigoso.

O desejo domado se irrita e causa a extrema-direita. A extrema-direita é uma pulsão morte: se nada é permitido, melhor se matar.+
A esquerda só será anticapitalista e eficaz se for capaz de abandonar sua função de superego suplementar ("quarentene-se, seu idiota homicida") para se tornar o mestre benevolente/analista("pra você ir ao bar, teremos que acabar com essa pandemia juntos").

• • •

Missing some Tweet in this thread? You can try to force a refresh
 

Keep Current with Caio Almendra

Caio Almendra Profile picture

Stay in touch and get notified when new unrolls are available from this author!

Read all threads

This Thread may be Removed Anytime!

PDF

Twitter may remove this content at anytime! Save it as PDF for later use!

Try unrolling a thread yourself!

how to unroll video
  1. Follow @ThreadReaderApp to mention us!

  2. From a Twitter thread mention us with a keyword "unroll"
@threadreaderapp unroll

Practice here first or read more on our help page!

More from @CaioAlmendra

14 Jan
Meus dias no Twitter:

-A política industrial do PT foi um fracasso
-SÓ BOLSOMINION DIRIA ISSO.
-Mas a participação da indústria diminuiu.
-Sim.
-E a carteira de exportações brasileiras se tornou apenas produtos agrícolas e minerais.
-É verdade.
-indústrias estratégicas se foram+
-Sim, se foram.
-E a política de campeões nacionais, pelo qual o BNDES subsidiava a fusão de empresas para que elas se tornasse mais competitivas iapenas concentrou mercado?
-Sim.
-E esses campeões não exportaram mais, inclusive passaram a capacidade produtiva pro exterior?
-Sim+
-A formação de capital(investimentos) esteve baixa durante todo o período e isso prejudicou a indústria?
-É verdade.
--E, no final, a política de isenção de impostos pra setores específicos concentrou riqueza, não gerou investimentos e aprofundou a crise?
-Sim.
+
Read 4 tweets
14 Jan
Em uma situação limite, um governo está sob ameaça de cair.

Ele tem uma escolha: pode ceder pra apaziguar a oposição e ou pode insistir na política que a incomoda..

O maior fracasso possível é ceder e ainda ser derrubado.

E, sinto dizer, foi isso que aconteceu com Dilma.+
Diante da crise econômica que assolava o país, Dilma adotou a agenda FIESP. Nada mais era que neoliberalismo e austericídio: a economia vai mal, logo precisamos cortar impostos e gastos sociais pra reaquecer a economia.

E como sempre essas medidas deram errado.+
O resultado é conhecido: os ricos aproveitaram os cortes pra embolsar lucros e não investiram. Os cortes sociais reduziram o consumo dos pobres. Com menos consumo, a crise se agrava mais.

Com o agravamento da crise, a popularidade de Dilma chegou a 8%. E ficou fácil derrubá-la.+
Read 8 tweets
13 Jan
Eu vou deixar esse gráfico sobre a desindustrialização brasileira aqui.

E vou lembrar a todos que o PT foi governo entre 2003 e 2014, que é quando a curva mais caiu. Image
Diga-se de passagem: 2003 é praticamente o topo dessa série histórica e 2014 é o fundo dela.

Chega fica difícil não ver.
Galera que veio nesse fio pra dizer que essa conta desconsidera que outras áreas (leia-se: exportação de produtos agrícolas) e que, portanto, a produção industrial brasileira não caiu 30-40% em 10 anos mas "só" 15%, deveria realmente se questionar sobre esse gasto de energia.
Read 5 tweets
12 Jan
A conta de padaria da efetividade da vacina é a seguinte: se hoje a taxa de transmissão do coronavírus é de 1,21 no Brasil(cada infectado transmite em média pra outras 1,21 pessoas, a doença está acelerando), com 50% de eficácia a taxa cai pra 0,6(e a doença some rapidinho).

+
Se 50% da população estiver imunizada, a taxa de transmissão despenca e a pandemia vai diminuindo. Isso salvaria vidas mesmo das pessoas que deram o azar de não desenvolver imunidade após tomar a vacina.

Ela está vulnerável mas quem passaria a doença pra ela não está.+
Outra conta de padaria: a doença chegou em você porque seu pai pegou de sua irmã que pegou do namorado que pegou da mãe dele que pegou do patrão dela. Se todos estivessem vacinados com eficácia de 50%, a chance de você pegar cairia em 98,5%.

Por isso a doença some rápido.+
Read 13 tweets
12 Jan
Vivi. Foi um período de acelerada desindustrialização no país e no finalzinho veio a conta.

Em 2014, o Brasil atingiu 14 milhões de miseráveis. A gestão pavorosa que Dilma teve da crise econômica, cortando impostos dos ricos e gastos sociais com os mais pobres, acarretou isso.
Entre o determinismo econômico, com todos os seus defeitos, o austericídio é uma das principais causas de ascensão do fascismo.

Varoufakis fala bem sobre isso: inflação gera instabilidade política, depressão econômica gera ascenso de tendências misantrópicas.
A inflação das cidades era alta, o que facilita um discurso conservador. O salário aumenta, você vê como mérito seu. O salário some, a culpa é dos outros. A cidade é dividida entre quem pode pagar por qualidade de vida e segurança, e quem não pode. Crescem os "viva a polícia".
Read 9 tweets
9 Jan
Se minha realidade de pais de gêmeos permitir, vou escrever textão no medium sobre o fechamento da conta do Trump.

Por ora, só 'bullet points':

1 - Achar que é sobre precedentes é bobagem. O capital não precisa de precedentes pra atacar a esquerda.

+
2 - Não existem ortodoxos da liberdade de expressão no Brasil, nem de esquerda e muito menos de direita. Fazem falta, mesmo que eu discorde.

3 - As empresas techs tem um poder gigantesco sobre a circulação de ideias. Já tinham antes, esse caso só escancara.

+
4 - Não precisa de precedente. A esquerda JÁ É censurada diariamente nas redes sociais. Converse com gente da luta palestina, por exemplo.

5 - Desmembrar as techs é um bom começo de debate mas não resolverá. O extrativismo de dados é antidemocrático por excelência e +
Read 5 tweets

Did Thread Reader help you today?

Support us! We are indie developers!


This site is made by just two indie developers on a laptop doing marketing, support and development! Read more about the story.

Become a Premium Member ($3/month or $30/year) and get exclusive features!

Become Premium

Too expensive? Make a small donation by buying us coffee ($5) or help with server cost ($10)

Donate via Paypal Become our Patreon

Thank you for your support!

Follow Us on Twitter!