Hoje fazem 100 anos do nascimento de um dos maiores revolucionários da contemporaneidade. Em 14/01/1921 nasceu Murray Bookchin, filho de imigrantes russos de origem judia, que se radicaram nos EUA.

Não sabe quem ele é? Você tem duas opções: Google Bookchin OU segue o fio!
Murray Bookchin nasceu a 100 anos atrás no Brooklin, em Nova York. Seus pais eram membros do IWW (Trabalhadores Industrias do Mundo), a maior organização sindicalista revolucionária dos EUA. Desde jovem, ele se lançou ao movimento socialista!
Ele militou nas juventudes do Partido Comunista, e aos 14 anos já proferia discursos entre os operários. Trabalhou desde cedo, foi jornaleiro, estivador, operário siderúrgico e metalúrgico. Foi um organizador sindical e participou de grandes greves contra a General Motors.
Militou também no SPW, organização trotskista, mas rompeu com o marxismo leninismo após a segunda guerra mundial, se tornando um ANARQUISTA. Em meados dos anos 50, foi um dos fundadores da Liga Libertária, importante organização anarquista de Nova York.
Essa incrível trajetória aconteceu em meio a um momento de intensa luta de classes nos EUA, e Bookchin fez parte dessa história. Você pode inclusive, ver ele falando sobre esse momento, e o que o atraiu para o anarquismo nesse video!!

Ainda que trabalhasse muito, nunca deixou de aprofundar seus estudos, ainda que majoritariamente de forma autodidata. Em pouco tempo passou a trabalhar como professor, onde lecionou já nos anos 60 na Alternative University em Nova York e na City University of New York.
A partir desse momento, Bookchin tornou-se um dos MAIORES NOMES DO ANARQUISMO, junto a isso, um dos PIONEIROS da ECOLOGIA. Já nos anos 50, ele faz uma crítica feroz aos efeitos do capitalismo sobre o meio ambiente, antecipando e pautando muitas discussões do movimento ecológico!
Bookchin fundou a Ecologia Social! Ele consolidou a necessidade de se compreender os problemas ecológicos a partir de uma crítica social, histórica, entendendo como as relações de dominação do homem sobre a natureza, estão diretamente ligadas a dominação do homem sobre o homem.
A Ecologia Social é desenvolvida conjuntamente com uma visão libertária do anarquismo, mostrando a necessidade de se superar as relações hierárquicas entre os homens para superarmos a crise ecológica.
Para a Ecologia Social trata-se então de pensar uma solução necessariamente revolucionária, buscando superar o capitalismo, e em essência a própria relação de dominação entre os homens e a natureza. Se você quiser saber mais, da uma olhada nesse video!

Em 1974, fundou com Dan Chodorkoff, o Instituto de Ecologia Social, no Goddard College, Vermont, onde se transformou em professor titular e lecionou até sua morte. A frente do instituto, se tornou um dos principais interlocutores dos nascentes movimentos ecológicos de seu tempo!
Para realizar essa transição para uma sociedade racionalmente ecológica, ele se dedicou a pensar uma nova concepção estratégica revolucionária, vendo a potencialidade dos novos movimentos sociais, feministas, étnicos e ecológicos para a construção de uma democracia direta!
Inspirado pela CNT (Confederação Nacional do Trabalho) e pelo processo de coletivização em Aragão, durante a Guerra Civil Espanhola, Bookchin passou a pensar uma nova estratégia para a realidade dos EUA, o municipalismo libertário ou comunalismo.
Nesta estratégia, os anarquistas deveriam eleger a comunidade e a cidade como o ambiente próprio para se desenvolver instituições populares de gestão social, na forma de assembleias e conselhos.
Por meio do trabalho nas municipalidades, as assembleias substituem os conselhos municipais e municipalizam a economia e a politica da cidade, transformando-a em uma federação, que se federa as demais cidades numa confederação, criando um poder popular em oposição ao Estado.
Murray Bookchin passou boa parte de sua vida engajado nos mais diversos movimentos políticos de seu tempo, de greves operárias e movimentos sociais contra a guerra a movimentos antinucleares.
Boa parte de seu trabalho no movimento anarquista foi considerado polêmico e ficou de certa forma marginalizado na época, mesmo nos EUA, onde suas ideias encontraram mais críticas do que aceitação.
Sua crítica ecológica porém encontrou ampla aceitação, e constitui até hoje uma das principais escolas ecológicas existentes, influenciando movimentos ecológicos pelo mundo todo.
Deixando um legado teórico enorme, Bookchin nunca pensou entretanto, que suas ideias seriam apropriadas numa realidade tão distante da sua, nas montanhas do Curdistão.
Abdullah Öcalan, fundador e secretário geral do PKK (Partido dos Trabalhadores do Curdistão) foi preso em 1999, e condenado a prisão perpetua, está até hoje confinado a solitária na ilha prisão de Imrali, na Turquia.
A partir de 2002. ele iniciou um estudo das obras de Bookchin, o que o levou a "traduzir" a estratégia do comunalismo para as montanhas do Curdistão. É incrível como foi um revolucionário marxista, o maior divulgador e interprete da obra do anarquista norte americano!
Pela influência de Öcalan, todo o Curdistão passou a ler e discutir a obra de Bookchin, e a implementar suas ideias. Desde 2007, em Bakur, na Turquia, e em 2012 em Rojava, na Síria, um processo revolucionário acontece, e as ideias de Bookchin e Öcalan são realizadas no cotidiano.
Se você quiser mais sobre essa relação, assista esse video também!
Em 2006, ano da morte de Murray Bookchin, em meio a um congresso do PKK nas montanhas do Curdistão, sua memória foi homenageada pelos curdos, que disseram:
["Ele “nos apresentou ao pensamento da ecologia social” e “ajudou a desenvolver a teoria socialista para que ela avançasse em bases mais firmes”. Ele mostrou como
tornar um novo sistema democrático uma realidade.
“Ele propôs o conceito de confederalismo”, um modelo que acreditamos ser criativo e realizável.
A assembleia continuou: a tese de Bookchin sobre o estado, poder e hierarquia será implementada
e realizada através de nossa luta ... Nós colocaremos em pratica essa promessa, como a primeira sociedade que estabelece um confederalismo democrático tangível."]
Hoje, Murray Bookchin é um dos anarquistas mais lidos e discutidos no mundo, sua obra foi recuperada e novos estudos e interpretações aparecem em todos os lugares. A potencialidade do seu pensamento é uma ferramenta fundamental para pensarmos a revolução no século XXI.
Em nossa luta contra o colapso ecológico as nossas tarefas são gigantescas, impossíveis, dizemos. Para Bookchin, devemos enfrentar o impossivel, para não enfrentarmos o inimaginável. Que a alternativa não é mais entre socialismo ou barbárie, mas entre anarquismo ou aniquilação!
Se você tiver interesse em conhecer mais sobre a vida e obra de Murray Bookchin, vou deixar abaixo alguns links para materiais em português sobre! Convido a todos para participar do grupo de estudos "Municipalismo Libertário e Ecologia Social", que reúne pessoas de todo o Brasil!
Primeiro, essa arte linda eu encomendei com a @sarahcaos !!!

Eu basei esse fio em excertos da minha monografia, que é sobre Abdullah Öcalan e o PKK, mas onde eu também falo um pouco de Bookchin, vocês podem encontrar ela nesse link:

academia.edu/43923114/Confe…
Se vocês querem saber mais sobre o Movimento de Libertação Curdo, sigam a @MalaJine !!!
Nesse programa do podcast @desobediencia_s , eu conto melhor melhor sobre a vida e obra do Bookchin, vale a pena ouvir!

megafono.host/podcast/desobe…
Se vocês quiserem escutar um ótimo texto do Bookchin, recomendo o Leituras Libertárias, do Podcast Antinomia, da @bterralivre , do texto, "A esquerda que se foi":

megafono.host/podcast/antino…
Para textos do Bookchin, acesse a Biblioteca Anarquista! bibliotecaanarquista.org/category/autho…
Aqui uma ótima palestra dele (legendada em português) sobre "As formas da liberdade":

Se você quiser acompanhar de maneira didática e bonita as ideias do Bookchin, acompanhe o instagram do Dimensão A!

instagram.com/dimensaoainfo/
Se você quiser ver resenhas dos livros do Bookchin, assim como de demais anarquistas, acompanhe a página Livros Anarquistas no instagram!

instagram.com/livrosanarquis…
"As grandes cisões que dividiram os humanos dos humanos, a humanidade da natureza, o individuo da sociedade, a cidade do campo, a atividade mental da física, a razão da emoção e a geração da geração devem ser agora ultrapassadas. [...] Para viver nós tivemos de sobreviver.
Como Brecht disse: "Primeiro a alimentação e depois a moralidade". A situação começou agora a modificar-se. A crise ecológica do nosso tempo, inverteu essa máxima tradicional. Hoje, se temos que sobreviver, devemos começar a VIVER!" Murray Bookchin, 1969.
Esse video era pra estar mais acima no fio, mas foi difícil upar!

É um trecho do documentário "Anarquista por Acaso", que fala sobre a relação entre Bookchin e Öcalan!

Alias, vale a pena ver todo documentário!

Obrigado a todos pelo apoio, que bom que curtiram o fio!
Se liguem que o @pedro_esp24 fez um fio ótimo também explicando melhor a Ecologia Social!!

Aqui um fio do @elcoyote_mag com alguns textos que eles publicaram sobre Murray Bookchin e a Ecologia Social!
O Dimensão A também fez o seu texto de homenagem aos 100 anos de Bookchin, esta no instagram e no facebook! Deem uma confirada!

instagram.com/p/CKCmC3eMXAX/…

m.facebook.com/story.php?stor…
Homenagem do Rodrigo Rosa, da @bterralivre , sobre a influência de Murray Bookchin sobre sua formação politica e sobre o movimento por uma outra globalização no Brasil!

• • •

Missing some Tweet in this thread? You can try to force a refresh
 

Keep Current with caioguidable

caioguidable Profile picture

Stay in touch and get notified when new unrolls are available from this author!

Read all threads

This Thread may be Removed Anytime!

PDF

Twitter may remove this content at anytime! Save it as PDF for later use!

Try unrolling a thread yourself!

how to unroll video
  1. Follow @ThreadReaderApp to mention us!

  2. From a Twitter thread mention us with a keyword "unroll"
@threadreaderapp unroll

Practice here first or read more on our help page!

Did Thread Reader help you today?

Support us! We are indie developers!


This site is made by just two indie developers on a laptop doing marketing, support and development! Read more about the story.

Become a Premium Member ($3/month or $30/year) and get exclusive features!

Become Premium

Too expensive? Make a small donation by buying us coffee ($5) or help with server cost ($10)

Donate via Paypal Become our Patreon

Thank you for your support!

Follow Us on Twitter!