Vamos para o 9° da lista, já que o 8° é um Zé ninguém do PODEMOS..
Nome Civil: JOSÉ ROBERTO OLIVEIRA FARO
E-mail: dep.betofaro@camara.leg.br
Telefone: (61) 3215-5723
Endereço: Gabinete 723 - Anexo IV - Câmara dos Deputados
Data de Nascimento: 20/06/1969
Naturalidade: Bujaru - PA
Operação Faroeste: Inquérito contra deputado federal Beto Faro se arrasta há 17 anos
A denúncia de um mesmo crime, dois caminhos distintos.
Enquanto sete denunciados pelo Ministério Público Federal (MPF) por participação em esquema de grilagem (apropriação ilegal de terras públicas) no oeste do Pará foram condenados pela Justiça Federal,
um importante personagem no esquema, o deputado federal pelo PT do Pará, Beto Faro, tem conseguido se esquivar da justiça e parece apostar na prescrição. Faro assumiu a superintendência do Incra em Belém em 2003. Segundo a investigação da PF, ele era responsável
--dentro do esquema de grilagem-- pela regularização de terras com 2.000 a 2.500 hectares, já que a superintendência de Santarém só podia autorizar até 100 hectares.
Segundo a polícia, Faro autorizou de forma ilegal a regularização fundiária de 500 mil hectares de glebas em Santarém, Prainha, Trairão, Oriximiná e Placa, beneficiando plantadores de soja e madeireiros. As terras eram da União. Ele chegou a ser preso em 2004.
O suposto pagamento de propina a Faro  foi descoberto durante a perícia da PF em um computador, apreendido em abril no escritório de um advogado preso por envolvimento no suposto esquema de corrupção.
"No computador constava um documento de novembro de 2003, no qual o advogado dizia ao superintendente [Faro] que estava encaminhando a quantia de R$ 300 mil referente a um acordo",
informou o delegado Ualame Machado, atual secretário de segurança pública do Pará, no dia da prisão do ex-superintendente do Incra, ocorrida em em Manaus, dia 12 de dezembro de 2004.
Beto Faro tem investigações contra si praticamente na estaca zero. Com direito à prerrogativa de foro com sua posse na Câmara dos Deputados, em 2007, o inquérito só chegou ao Supremo o Tribunal Federal em 2014.
E de lá para cá se arrastou até o dia 9 de agosto de 2020, quando  o despacho da ministra Rosa Weber determinou a remessa do inquérito de volta à Justiça Federal do Pará.
A ministra entende que os crimes que Beto Faro é suspeito de ter cometido ocorreram antes da posse dele como deputado federal e não guardam relação ao atual mandato.
Apurou-se com a Justiça Federal e, até agora, não há confirmação se os autos do inquérito foram recebidos, seja em Belém, seja em Santarém.
“No caso aqui examinado, as condutas imputadas ao investigado foram praticadas quando ainda não detinha foro especial por prerrogativa de função perante o Supremo Tribunal Federal,
segundo a interpretação que vem de ser definida, a provocar a alteração da competência, com a consequente remessa dos autos para o Juízo competente (art. 109 CPP e art. 21, § 1º, RISTF).
6. Nesses termos, reconheço a incompetência superveniente desta Corte e determino a remessa com distribuição a uma das Varas Criminais Federais da Seção Judiciária do Pará. Brasília, 18 de maio de 2018”.
Nesses seis anos em que o inquérito 3889 tramitou no STF, em 23 de janeiro de 2015 os autos foram encaminhados à Procuradoria Geral da República. No dia 3 de fevereiro a ministra Rosa Weber fez “constar como investigado o deputado Federal José Roberto de Oliveira Faro”.
E no dia 22 de março, a ministra relatora deferiu o pedido do Procurador-Geral da República, autorizando a instauração do inquérito para a investigação dos fatos relacionados ao deputado Beto Faro.
Desde o dia 20 de abril de 2016 os autos estavam em poder da Polícia Federal para o cumprimento das diligências requeridas pela PGR.
Nesse  mesmo ano, no dia 15 de julho a Policia Federal pediu prorrogação de prazo do inquérito, o que foi deferido no dia 19 de agosto pela relatora. ‘"Defiro a prorrogação de prazo requerida, nos termos da manifestação do Procurador-Geral da República.
Encaminhem-se os autos à autoridade policial para a conclusão das diligências no prazo de 60 dias, contados da data do Ofício nº 0792/2016, sob protocolo/STF nº 0038958 ."
No data de 25 de outubro de 2016 a Procuradoria Geral da República pediu vistas dos autos, tendo a PGR recebido o documento no dia 12 de dezembro.
Em 14 de fevereiro de 2017 os autos ficaram conclusos à apreciação da relatora que determinou à autoridade policial a conclusão das diligências no prazo de 60 dias, contados da data de vista dos autos ao Procurador-Geral da República.
No dia 16 de março de 2018, Rosa Weber determinou o retorno do presente Inquérito à Polícia para continuidade das investigações pelo prazo de 60 (sessenta) dias e designou o Juiz Fernando Brandini Barbagalo “para praticar os atos necessários à condução do presente feito”.
Sob as acusações de formação de quadrilha, invasão de terras públicas, corrupção ativa e passiva e crime contra a ordem tributária, um dos inquéritos se transformou em ação e ontem virou sentença.
Continua...
Mas apenas para alguns que eram réus no mesmo processo em que a tramitação envolvendo Beto Faro foi suspensa.
No segundo inquérito, oito envolvidos, entre servidores do INCRA e advogado, foram processados com base em outra denúncia do MPF, que acabou não sendo recebida parcialmente pelo juízo federal em Santarém.
Em 2004, a mesma Operação Faroeste, que se transformou em ação judicial prendeu 18 pessoas. O nome da operação, “Faroeste”, era inclusive uma junção do sobrenome "Faro" e de "oeste", região do Pará onde ocorreu o caso.
Faro foi preso no Aeroporto Eduardo Gomes, em Manaus, por determinação do juiz federal Fabiano Verli. Os demais acusados foram presos em Santarém (PA), Belém (PA) e Fortaleza (CE).  Documentos apreendidos indicam que o superintendente teria recebido propina de R$ 300 mil.
Também foram presos empresários de soja e madeira, advogados e parentes de servidores, acusados de participação no esquema de negociação de terras da União
O interessante que caiu processos desses sujeitos no STF, sentaram em cima até prescrever... Éder Mauro que foi acusado de espancamento saiu ileso, apenas pra justificar o balaio de gato que o STF promove na jurisprudência...

• • •

Missing some Tweet in this thread? You can try to force a refresh
 

Keep Current with DallasGinghinniReturn

DallasGinghinniReturn Profile picture

Stay in touch and get notified when new unrolls are available from this author!

Read all threads

This Thread may be Removed Anytime!

PDF

Twitter may remove this content at anytime! Save it as PDF for later use!

Try unrolling a thread yourself!

how to unroll video
  1. Follow @ThreadReaderApp to mention us!

  2. From a Twitter thread mention us with a keyword "unroll"
@threadreaderapp unroll

Practice here first or read more on our help page!

More from @DallasginReturn

22 Feb
Bom vamos lá pra mais uma Thread...
Será longa, mas antes temos de explicar bem como funciona e os envolvidos com os paraísos fiscais e os esquemas de lavagem de dinheiro ou não me, conforme já explicado em threads anteriores... Image
Investigações
Paradise Papers: Segredos da Elite Global
O 1 POR CENTO
Offshore Trove expõe links Trump-Rússia e cofrinhos do 1% mais rico.
Um novo vazamento de registros confidenciais revela os esconderijos financeiros de marcas icônicas e corretores de poder em todo o espectro político.
Read 50 tweets
22 Feb
- Dentre os três poderes da República Federativa do Brasil, apenas o Supremo Tribunal Federal não são eleitos pelo povo.
- Visando a Constituição Federal de 1988 no seu artigo 1: Art. 1º A República Federativa do Brasil, formada pela união indissolúvel dos Estados e Municípios e do Distrito Federal, constitui-se em Estado Democrático de Direito e tem como fundamentos:
Parágrafo único. Todo o poder emana do povo, que o exerce por meio de representantes eleitos ou diretamente, nos termos desta Constituição.
Read 7 tweets
22 Feb
Aos que são novos no meu perfil,
1- não sou pastor pra caçar seguidores, se fosse esse meu intuito vivia cutucando cacho de marimbondos...
2- Não esperem de mim frufrus meu papo é reto, sem curvas e direto, sem medo de ser feliz
3- Não esperem de mim o politicamente correto ou floreios. Não sou assim nem com família e namorada...
4- Faço as coisas de meu modo, não peço dinheiro a ninguém, muito das vezes pago do meu bolso pra ter algumas informações
5- não sou Tiéte de político, selebridade ou YouTuber
Se no meu conceito estiver errado vou criticar quem quer que seja...
6- Se isso não são características que você aprove, o botão deixar de seguir ou bloquear está a disposição de qualquer um.... Só aviso eu não ligo...
Read 4 tweets
22 Feb
Bom dia povão ...
Vamos começar a semana bem...
Principalmente para você Paulista né Paulistano...
Vocês sabem o que é a Secretaria da Fazenda e Planejamento do Estado de São Paulo. Trocando em miúdos é aquela repartição Pública que te cobra os impostos estaduais..
Vocês sabem quem é o atual secretario? Sim ele mesmo Henrique Campos Meireles...
Ministro da F azenda de Temer, chegado de Dilma e Lula... Candidato derrotado em 2018 a Presidência pelo PSD...
Henrique de Campos Meirelles assumiu o cargo de ministro da Fazenda do Brasil em maio de 2016, em meio ao processo de impeachment da então presidente Dilma Rousseff. Meirelles trabalhou para o BankBoston nos Estados Unidos por quase três décadas,
Read 10 tweets
21 Feb
Hoje deu mais TRABALHO que outros dias...
- Talvez a raiva e o ódio pelas nulidades que estão acontecendo com o Brasil, tenha mexido comigo, e onde está o ódio Deus não se apresenta.. muita oração e joelho prostrado Deus se apresentou..
Temos sempre de limpar o coração pra Deus. Image
Um café uma pequena leitura

Gênesis 3: 9
E o Senhor Deus chamou Adão e disse-lhe: Onde estás?

Lembro-me claramente em tempos de travessura, a voz de meu pai soando em meus ouvidos: "O que você fez?" Era óbvio.
Nós dois sabíamos que eu tinha errado, mas ele estava me dando a oportunidade de explicar. Muitas vezes, as pessoas perguntam: "Se Deus é onisciente, por que Ele teria feito a pergunta a Adão: Onde estás?" Você realmente acha que Deus não sabia onde Adão estava? Claro que sim.
Read 10 tweets
21 Feb
14° da lista de Assassinos da Constituição Federal..
Mais um advogado que não merece a profissão..
Bira do Pindaré deputadinho federal pelo Maranhão
Ex PT E FICHA SUJA...
Nome Civil: UBIRAJARA DO PINDARÉ ALMEIDA SOUSA
Nascimento: 01/11/1968
Naturalidade: Pindaré Mirim , MA
Profissões: Advogado
Escolaridade: Mestrado

Mandatos (na Câmara dos Deputados):
Deputado(a) Federal - 2019-2023, MA, PSB, Dt. Posse: 01/02/2019.
TCU condena Bira do Pindaré

O deputado federal Ubirajara do Pindaré Almeida Sousa, o Bira do Pindaré (na época deputado estadual pelo PT), foi condenado pelo Tribunal de Contas da União (TCU)
Read 17 tweets

Did Thread Reader help you today?

Support us! We are indie developers!


This site is made by just two indie developers on a laptop doing marketing, support and development! Read more about the story.

Become a Premium Member ($3/month or $30/year) and get exclusive features!

Become Premium

Too expensive? Make a small donation by buying us coffee ($5) or help with server cost ($10)

Donate via Paypal Become our Patreon

Thank you for your support!

Follow Us on Twitter!