O que vai acontecer é a 'Jurerêrização da imunização', o 'Café de la vacina'.
Qdo você permite q a iniciativa privada compre doses nesse cenário de mais procura do que oferta, você vai deixar que o Faria Limer, funcionário de um grande banco, vacine-se antes que o doente renal.
O cara que vai de SUV pro banco e tem 30 anos vai ser imunizado antes daquele que pega ônibus 3 x na semana para fazer hemodiálise, porque 'a firma tá pagando a vacina'. Não existe justificava alguma para a compra privada. Nada. Zero.
O governo federal tem OBRIGAÇÃO CONSTITUCIONAL de comprar vacinas, tem dinheiro separado para isso, ofertas foram feitas, não comprou porque não quis.
Empresários, cês querem mesmo ajudar? PRESSIONEM O GOVERNO a fazer o que tem feito e da forma que sempre foi feito:
A compra de todas as vacinas disponíveis pelo Ministério da Saúde e a fila única do SUS. Qualquer coisa que não for isso é fura-fila, simples assim.

• • •

Missing some Tweet in this thread? You can try to force a refresh
 

Keep Current with Rita Lisauskas

Rita Lisauskas Profile picture

Stay in touch and get notified when new unrolls are available from this author!

Read all threads

This Thread may be Removed Anytime!

PDF

Twitter may remove this content at anytime! Save it as PDF for later use!

Try unrolling a thread yourself!

how to unroll video
  1. Follow @ThreadReaderApp to mention us!

  2. From a Twitter thread mention us with a keyword "unroll"
@threadreaderapp unroll

Practice here first or read more on our help page!

More from @RitaLisauskas

7 Mar
Eu não gosto de printar matérias porque sei que o bom jornalismo profissional custa caro e precisa ser valorizado. Mas essa entrevista é tão importante que eu trouxe aqui para que mais pessoas possam ler. É com a professora Shoshana Zuboff, da Universidade de Harvard (1)
sobre o ‘Capitalismo de Vigilância’. Leiam, leiam, apenas leiam.
Esse é o assunto do momento e o futuro da democracia depende das reflexões e ações que tomaremos frente a esse cenário onde somos títeres - consumimos, amamos e nos odiamos dependendo da vontade dos algoritmos (2)
das redes sociais. E ao contrário da essência do jornalismo, que em tese sempre oferece o contraditório, os algoritmos apresentam um mundo plano, sem nuances, é isso está nos levando para o buraco. (3)
Read 9 tweets
3 Sep 20
O que mais me deixa chocada em Handmaid's Tale (e fica mais explícito na série do que no livro) são aqueles "pequenos" retrocessos em relação aos direitos que aconteciam no dia a dia no país que se tornou Gilead e que as pessoas encaravam como coisas pontuais e sem importância.
Semelhanças com o Brasil de Bolsonaro? Todas. Então cada vez que alguém ainda vem com "isso é cortina de fumaça, vamos focar na pauta x mais importante" eu tenho vontade de berrar.
Ou quando alguém vem com "mas a lei nos protege em x, estamos seguros" eu tenho vontade de dar na cara de quem diz isso, "acorda!".
Lembra da cena da Emily querendo fugir de Gilead com um papel de casamento gay e rasgarem na cara dela no aeroporto com "isso não vale mais nada!"
Read 4 tweets
25 Mar 20
Eu saí do grupo de whats app do meu prédio, um experimento antropológico ao qual me submeti para entender o que se discute fora da 'bolha' onde eu vivo. Não aguentei mais porque ontem o diálogo (sic) beirava a esquizofrenia. Tínhamos a síndica anunciando o primeiro caso de (...)
coronavírus do prédio e, entre vizinhos preocupados com a chegada do Covid-19 ao nosso ambiente, havia vídeos de adoradores do presidente, de Roberto Justus e do dono do Madero. Era uma loucura pq enquanto muitos queriam saber da higienização dos elevadores, outros repetiam (..)
o mantra "é só uma gripezinha", não é nada, "temos que isolar apenas os idosos" ou "vão morrer apenas os que têm doenças pré-existentes". Muitos ali se colocavam como mais bem-informados (sic) que o Ministério da Saúde, a OMS, e todas as universidades do mundo, um horror completo
Read 7 tweets
12 Mar 20
O estudante de geografia da FFLCH diagnosticado com coronavírus mandou uma mensagem para o grupo de whatsapp para combater as notícias falsas e o pré-julgamento de que ele tinha colocado pessoas em risco (sim, estava rolando isso). Revelou coisas importantes e/curiosas (+)
Aos primeiros sintomas, ele e a esposa, que foi quem chegou da Europa, procuraram o Hospital Universitário dia 03/03 e... Foram tratados com deboche. "A primeira médica que nos atendeu agiu com total deboche e pouco caso - chegou a rir da gente" (...)
(...) "Disse que as pessoas estão surtadas com o coronavírus. Insistimos e ela simplesmente nos virou as costas", ele conta na mensagem enviada à turma. Vai além no relato. Disse que foram a ouvidoria do HU pedir que alguém os atendesse. (...)
Read 11 tweets

Did Thread Reader help you today?

Support us! We are indie developers!


This site is made by just two indie developers on a laptop doing marketing, support and development! Read more about the story.

Become a Premium Member ($3/month or $30/year) and get exclusive features!

Become Premium

Too expensive? Make a small donation by buying us coffee ($5) or help with server cost ($10)

Donate via Paypal Become our Patreon

Thank you for your support!

Follow Us on Twitter!