A questão sobre as liberdade de culto, assim como outras liberdades que foram abolidas, sob a desculpa da pandemia, não é se tais atividades tem o potencial de facilitar a transmissão do vírus, mas sim QUEM tem o poder de decidir sobre quais riscos tomar ou não.
Quem aponta a ciência como resposta para decisões que envolvem uma escala de valores está completamente equivocado. A ciência pode ajudar a entender o problema, os riscos e os benefícios, mas não existe ciência para DECIDIR o que é mais importante para você.
A pandemia está sendo utilizada como um instrumento para consolidar o poder sobre qualquer atividade humana na mão de poucos burocratas corruptos e totalitários, que usam a "ciência" como desculpa para retirar do indivíduo o seu livre arbítrio.
A pandemia eventualmente acabará, mas a mentalidade de subserviência permanecerá, facilitando a implementação de um regime cada vez mais autoritário. Essa é uma ameaça muito maior à sociedade, no longo prazo, do que a doença.
*sobre A liberdade.

• • •

Missing some Tweet in this thread? You can try to force a refresh
 

Keep Current with Leandro Ruschel 🇧🇷🇺🇸🇮🇹🇩🇪

Leandro Ruschel 🇧🇷🇺🇸🇮🇹🇩🇪 Profile picture

Stay in touch and get notified when new unrolls are available from this author!

Read all threads

This Thread may be Removed Anytime!

PDF

Twitter may remove this content at anytime! Save it as PDF for later use!

Try unrolling a thread yourself!

how to unroll video
  1. Follow @ThreadReaderApp to mention us!

  2. From a Twitter thread mention us with a keyword "unroll"
@threadreaderapp unroll

Practice here first or read more on our help page!

More from @leandroruschel

8 Apr
Jornalismo "profissional".

O empresário que está entubado se chama Uugton Batista, Amado Batista é um artista que estava no encontro descrito. Na foto, quem aparece é o youtuber Fernando Lisboa.

O encontro de janeiro não tem nada a ver com a doença do empresário.
O empresário está em estado grave, produziu muita coisa importante na sua vida. Mas, para os militantes de redação que destilam o ódio, ele passa a ser "empresário bolsonarista", que aparentemente merece estar doente por sua posição política.
Tudo envolve a narrativa que atribui ao presidente todas as mortes por uma pandemia que só existe por conta das mentiras e manipulações do regime comunista chinês, sendo que, infelizmente, o Brasil apresenta uma mortalidade em linha com os outros países ocidentais.
Read 5 tweets
3 Apr
Colheita de pitangas aqui em casa.
P.S.: o vizinho autorizou 🙂. Ele não gosta de pitanga.
P.S.2: ele autorizou o mamão, também. 😆
Read 4 tweets
1 Apr
Lester Holt, âncora da NBC, afirmou em editorial que não é correto dar o mesmo espaço aos dois lados de uma discussão. É preciso deixar para trás o conceito de "isenção" que supostamente pautaria o jornalismo, dando preferência à "verdade", contra as "fake news".
Em primeiro lugar, faz décadas que o chamado jornalismo "profissional" MENTE sobre ser isento, virando apenas instrumento de propaganda esquerdista. Acho ótimo que tais veículos estejam finalmente assumindo que eles tem lado.
O problema não é assumir um lado, é criminalizar quem simplesmente não concorda com você, censurando outros pontos de vista e defendendo até mesmo a prisão de quem os apresenta. O objetivo é a criação de um sistema político autoritário.
Read 4 tweets
24 Mar
A estimativa é que o vírus chinês já levou 300 mil brasileiros. Número assombroso.

É 0,14% da população, um pouco abaixo dos EUA, onde o percentual é 0,17%.

CDC estima uma mortalidade de 0,25%.

Logo, podemos supor de 56% dos brasileiros já foram contaminados.
Especialistas indicam que há uma forte redução em novas infecções quando o percentual de contaminados atinge entre 60% e 70% de uma população. Não estaríamos tão distantes desse número, mas pequenos desvios podem gerar grandes mudanças nessa projeção.
Por exemplo, uma mortalidade maior por conta da qualidade do atendimento no Brasil, piorado pela superlotação nos hospitais. Ou também pela agressividade da nova cepa. Nesse caso, estaríamos mais longe da imunidade de rebanho.
Read 6 tweets
23 Mar
Para entender essa investigação do STJ contra os procuradores, aberta de ofício, segundo o caminho do famigerado inquérito do "Fim do Mundo", é preciso seguir essa sequência de notícias:

Em 26 de janeiro de 2019, a FSP noticiou que Léo Pinheiro denunciou Humberto Martins.
Em setembro do mesmo ano, Rachel Dodge pediu o arquivamento dessa denúncia, assim como as denúncias contra José Múcio, do TCU, Rodrigo Maia e um irmão de Toffoli.

Em protesto, seis procuradores da PGR pediram demissão coletiva.
Já em setembro de 2020, o juiz Marcelo Bretas, da Lava Jato no Rio, determinou bloqueio de R$ 171 milhões do advogado Eduardo Martins, filho de Humberto Martins, no âmbito da Operação E$quema S, que apurou esquemas de desvios de recursos na Fecomércio-RJ, segundo o Jornal Extra.
Read 9 tweets
17 Mar
O que muitos "especialistas" que defendem lockdowns não levam em conta é que existe um ponto de não retorno econômico. Pequenos empreendedores, que produzem a maior parte de empregos e renda no Brasil, já estavam numa situação difícil. Ela está ficando impossível.
Quando um pequeno negócio colapsa, esses empreendedores perdem o acesso ao crédito por anos, e não terão mais como recomeçar. São obrigados e demitir todo mundo e provavelmente irão para a informalidade, o que produzirá desemprego e queda na arrecadação de impostos.
Ou seja, além da queda de renda, teremos forte pressão nas contas públicas, que já estão em estado crítico. Haverá cada vez mais apoio político para medidas de expansão monetária, que produzirão inflação, sob o falso pretexto de estímulo à economia. Podemos voltar aos anos 80.
Read 4 tweets

Did Thread Reader help you today?

Support us! We are indie developers!


This site is made by just two indie developers on a laptop doing marketing, support and development! Read more about the story.

Become a Premium Member ($3/month or $30/year) and get exclusive features!

Become Premium

Too expensive? Make a small donation by buying us coffee ($5) or help with server cost ($10)

Donate via Paypal Become our Patreon

Thank you for your support!

Follow Us on Twitter!