Os animais de estimação vão para o céu? Uma resposta eu originalmente vi pela primeira vez em um artigo traduzido e colocado aqui pelo @SexocraticEthan, salvo engano um assírio e cristão ortodoxo da Igreja de Antioquia.
oca.org/reflections/fr…
Suspeito que essa pergunta já foi feita a todos os clérigos uma vez ou outra, e geralmente vem de alguns dos membros mais jovens da congregação que acabou de perder seu amado gato ou cachorro (a perda de peixes dourados parece não provocar o mesmo nível de curiosidade teológica).
É importante que os clérigos percebam que a criança que faz a pergunta, às vezes chorosa, não está em busca de teologia, mas de conforto; ela não quer um discurso detalhado sobre o que a Bíblia diz, mas a garantia de que a dor que estão sentindo agora irá embora de alguma forma.
Eles não veem como essa dor poderia ir embora caso eles nunca mais vissem seu amado animal de estimação novamente, e então eles perguntam ao sacerdote (aquela fonte infalível de todo o conhecimento) se eles verão Bento ou Lulu quando forem para o céu.
Nós, clérigos, fontes infalíveis de todo o conhecimento que somos, é claro que percebemos que a resposta é esta pergunta é “realmente não sei”, mas isso dificilmente ajudará, e de qualquer forma supõe-se que a criança está procurando por uma resumo do que a Igreja ensina.
Mas a Igreja nunca falou definitivamente sobre esta questão, e por isso uma resposta oficial não é possível. Mas, visto que a criança está procurando conforto e segurança em vez de uma lição bíblica, talvez seja melhor abordar o assunto de maneira diferente.
Como sugerido acima, as Escrituras não dizem muito sobre a questão da imortalidade animal. Alguns podem sugerir que as histórias da criação em Gênesis 1-2 respondem à pergunta, visto que dizem que o homem tem alma, mas os animais não.
Na verdade, esses textos não dizem tal coisa, e se por “uma alma” alguém se refere à criação de Adão em Gênesis 2: 7, então eles dizem o inverso. O termo usado em Gen 2:7 sobre criação de Adão e traduzido como “alma” é o hebraico nephesh, que também é usado em Gênesis 1:20 e 1:24
Lá, foi descrita a criação de animais, que são denominados nephesh hayya, "almas vivas" - talvez melhor traduzido como "seres animados" (os latinos entre nós reconhecerão o latim para "alma" - anima - na palavra em português "animado") .
Os textos simplesmente diziam que, após sua criação, os animais e Adão estavam vivos e podiam sentir e se mover. Talvez mais direto ao ponto seja a pergunta feita em Eclesiastes 3:21, que fala do espírito do homem subindo e o espírito dos animais descendo.
Esta é uma base bastante estreita sobre a qual construir uma doutrina a favor ou contra a imortalidade dos animais, especialmente pois o autor aqui expressa seu agnosticismo sobre a distinção entre homem e animal.
Na verdade, ele diz: “O destino dos filhos dos homens e o destino dos animais é o mesmo; como um morre, morre o outro.Todos eles têm o mesmo fôlego, e o homem não tem vantagem sobre os animais ”(v. 19) - uma expressão de niilismo pessimista com o qual a Igreja não endossa.
Talvez o Eclesiastes deva ser lido mais como uma pergunta do que como uma oferta de respostas. Portanto, as Escrituras parecem não oferecer muita orientação para a questão do destino dos animais. Sendo assim, gostaria de começar especulando e adivinhando - e também diferenciando.
Eu diferencio entre todos os animais e nossos amados animais de estimação - ou seja, entre os cães selvagens e gatos selvagens vagando na selva e os cães e gatos que se tornaram parte de uma família por serem amados.
(...) Eu também começaria fantasiando um pouco. Todos nós já ouvimos sobre como alguns santos experimentaram uma conexão especial com animais - como S. Sérgio domesticou um urso, como S. Germano um arminho e como São Gerásimo um leão, que o seguia como uma espécie de grande gato.
Pensar na possibilidade de ter um leão como animal de estimação na era vindoura também me fez pensar nos versos de Watership Down, o famoso romance de Richard Adam sobre coelhos. Esta história apresenta as aventuras de uma série de coelhos muito semelhantes aos humanos...
...que começam uma nova coelheira, liderados por sua líder (ou “coelho-chefe”) chamada Hazel.A morte final de Hazel é descrita da seguinte forma, depois que Hazel encontra seu Senhor, o Coelho Negro de Inlé, que o chama para fora de seu corpo e para fora deste mundo.
Essa passagem vale a pena citar extensamente. O Coelho Negro, identificado por suas orelhas de prata brilhantes, encontra Hazel em sua toca subterrânea e diz: "Você me conhece, não é?" "Sim, claro", disse Hazel. Então ele viu que na escuridão da toca...
...as orelhas do estranho brilhavam com uma luz fraca, prateada. Sim, meu senhor, ”ele disse. "Sim eu te conheço." “Você está se sentindo cansado”, disse o estranho, “mas posso fazer algo a respeito. Se você estiver pronto, podemos prosseguir agora."
Eles passaram pelo jovem sentinela, que não prestou atenção ao visitante.
Pareceu a Hazel que ele não precisaria mais de seu corpo, então ele o deixou deitado na beira da vala, mas parou por um momento para observar seus coelhos e tentar se acostumar com a sensação extraordinária
de força e velocidade estavam fluindo inesgotáveis dele para seus corpos jovens e elegantes e sentidos saudáveis.“Você não precisa se preocupar com eles”, disse seu companheiro. “Eles ficarão bem - e milhares como eles. Se você vier, vou mostrar o que quero dizer. "
Ele alcançou o topo da margem em um único e poderoso salto. Hazel o seguiu, e juntos eles escapuliram, correndo facilmente pela floresta, onde as primeiras prímulas estavam começando a florescer.
É ficção, claro. Mas eu gostaria de me concentrar em uma imagem particular - a da vida de Hazel fluindo inesgotável dela para os outros coelhos. Lendo isso, me pergunto se talvez algo assim não seja possível na era por vir.
Ou seja, a vida e o amor de nossos animais de estimação fluem para os animais que conheceremos e amaremos na era por vir. No meu caso, os gatos que conheci, amei e pelos quais chorei talvez encontrem um lar definitivo naquele leão.
E uma coisa eu sei nada do que se perde. É tudo apenas um palpite, é claro. Mas John Wesley ofereceu um tipo semelhante de suposição sobre as capacidades aprimoradas dos animais na era que viria em seu sermão A Grande Libertação, e se Wesley teve permissão para especular, eu tb.
Para citar C.S. Lewis sobre a esperança futura do céu, “se esta opinião não é verdadeira, algo melhor é”. Quando uma criança me pergunta sobre um possível reencontro com Fido ou Fluffy, me sinto como o homem diante da famosa pergunta da Virgínia sobre a existência do Papai Noel.
E eu me lembro que Virgínia aqui não está pedindo uma exegese de Gênesis ou Eclesiastes, mas perguntando se Deus vai tirar sua dor. E sim, Virgínia, Ele o fará. Se não por uma reunião feliz e agitada, do que por algo melhor.
Os detalhes precisos de nossa alegria futura não nos são dados, mas não pode haver dúvida sobre a realidade dela.
A postagem do @SexocraticEthan é teologicamente mas precisa e profunda, e está aqui para quem quiser conferir:

• • •

Missing some Tweet in this thread? You can try to force a refresh
 

Keep Current with Leider 🇧🇷 🇨🇳 🇨🇺 🇻🇦 🇧🇴 🇦🇷🇵🇸🏴

Leider 🇧🇷 🇨🇳 🇨🇺 🇻🇦 🇧🇴 🇦🇷🇵🇸🏴 Profile picture

Stay in touch and get notified when new unrolls are available from this author!

Read all threads

This Thread may be Removed Anytime!

PDF

Twitter may remove this content at anytime! Save it as PDF for later use!

Try unrolling a thread yourself!

how to unroll video
  1. Follow @ThreadReaderApp to mention us!

  2. From a Twitter thread mention us with a keyword "unroll"
@threadreaderapp unroll

Practice here first or read more on our help page!

More from @stadoanarquista

10 Jun
GALES
Gales é um pouco menor do que Sergipe e tem 3,15 milhões de habitantes, estando situado no sudoeste da ilha da Grã-Bretanha. País foi unificado no começo do século XI e foi conquistado pela Inglaterra no fim do século XIII. A história do país e do povo porém bem mais antiga ImageImageImage
Até cerca de 22 mil anos atrás, quase todo o território de Gales, excetuando-se algumas pequenas porções ao sul e ao leste, estava debaixo de uma capa de gelo. Somente perto do fim do pleistoceno essa camada de gelo derreteu e permitiu a chegada de humanos
researchgate.net/figure/Palaeog…
Outras espécies de seres humanos, mais especificamente o Homo antecessor, habitaram a ilha há mais de 1 milhão de anos, mas posteriormente a mesma foi despovoada em função dos frequentes avanços das calotas polares lindas da Noruega.
bbc.com/news/10531419
Read 13 tweets
10 Jun
Pensa que a gente pode arriscar mais. Que tal escolher um lugar inusitado para falar? Vote aqui, é secreto, rápido gratuito e fácil!
Gales ImageImage
Mongolia ImageImage
Read 5 tweets
9 Jun
SICÍLIA
Pouco menor do que Alagoas e com 5 milhões de habitantes, a Sicília, no extremo sul mais caloroso da Itália, é uma das regiões mais bonitas do país e uma ilha que vai bem além do Etna e das cidades fundadas pelos gregos. ImageImageImage
A ilha é essencialmente vulcânica, na medida em que se encontra, sobretudo a sua borda oriental, na área de contato entre as placas tectônicas euro-asiática e africana. Por conta disso, além do Etna e do Stromboli, é frequentemente atingida por terremotos.
researchgate.net/figure/Geologi…
O Stromboli é, evidentemente, um vulcão do tipo estromboliano, qual seja explosivo e com grande quantidade de fluxo piroclástico. Localiza-se numa ilha ao largo da costa Siciliana. ImageImageImage
Read 24 tweets
9 Jun
Preparar o almoço e, como o feijão já está arrumadinho dentro dos sacos, fazer mais um fio. Basta escolher o ente federado: é gratuito, secreto, rápido e fácil, se quiser, vote!
Cáucaso Norte
Flórida
Read 5 tweets
9 Jun
ALASCA
Localizado no noroeste da América do Norte, entre a Rússia e o Canadá e entre os oceanos Ártico e Pacífico, o Alasca é maior do que a soma dos estados do Sul, Sudeste e Goiás, embora a sua população seja de menos de 750 mil habitantes. É um lugar bonito, frio e selvagem.
No passado a América do Norte esteve conectada com a Eurásia formando uma grande massa de terra chamada Beríngia, uma espécie de ponte natural que unia os dois continentes mas separava o Ártico do Pacífico, e que permitiu às faunas asiática e norte-americana se misturarem.
O Alasca não é só um picolé de terra e rochas, como se pode imaginar; em algumas áreas do estado, o clima é inclusive parecido com o que se encontra no Paraná ou nas serras do Rio de Janeiro e São Paulo. Nos próximos posts vamos mostrar isso.
Read 27 tweets
8 Jun
O BODY EXISTENCIAL
Antes de tudo, que me explique: imagens dão suavidade ao texto e hoje escolho Van Gogh. Poeta sabe mais do que filósofo, por isso o curitibano Paulo Leminski e o sul mato-grossense Manoel de Barros. É um fio, mas demorado, pois nenhuma tristeza é ligeira.
Tenho em mim um atraso de nascença.
Eu fui aparelhado
para gostar de passarinhos.
Tenho abundância de ser feliz por isso.
Meu quintal é maior do que o mundo.
Sou um apanhador de desperdícios:
Amo os restos
como as boas moscas.
Queria que a minha voz tivesse um formato
de canto.
As duas pontes desenhadas por Van Gogh ainda estão em Paris. A poesia é de Manoel de Barros, cuja alma mora entre o céu e Mato Grosso do Sul, viva até na comida japonesa que servem lá, em tigelas. Também já estive em Paris, minha alma nunca esteve, só agora, quando estou aqui.
Read 26 tweets

Did Thread Reader help you today?

Support us! We are indie developers!


This site is made by just two indie developers on a laptop doing marketing, support and development! Read more about the story.

Become a Premium Member ($3/month or $30/year) and get exclusive features!

Become Premium

Too expensive? Make a small donation by buying us coffee ($5) or help with server cost ($10)

Donate via Paypal Become our Patreon

Thank you for your support!

Follow Us on Twitter!

:(