Já que o @GeneralMourao deve mandar os militares de volta pra Amazônia, como noticiou o Estadão, seguem alguns numerinhos pra ele refletir:
1) O Deter de maio entrou completo hj no TerraBrasilis. Os alertas apontam perda de 1.391 km2 – 67% superior a maio/20. Recorde escandaloso
2) Também hj está sendo divulgado um raio X do desmatamento no ano passado em todo o País feito pelo projeto @mapbiomas e os números são bem tensos. A devastação cresceu 14% em 2020 e apresentou alta em todos os biomas – na comparação com a devastação observada em 2019.
3) Ilegais em sua maioria (mais de 98%), os cortes de vegetação não foram contidos pela fiscalização federal. Embargos e autuações realizadas pelo @Ibama até abril de 2021 atingiram *apenas 5% da área desmatada* identificada entre 2019 e 2020
4) 29,2% dos alertas ocorreram em propriedades que já possuíam alguma área embargada anteriormente pelo Ibama. Dos imóveis cadastrados no CAR com desmatamento detectado em 2020, 16.509 (17,6%) eram reincidentes, ou seja, tiveram registro de desmatamento também em 2019
Mais informações sobre o relatório do @mapbiomas aqui: oc.eco.br/pais-perdeu-24…
5) Destaque também para os dados do Pantanal. O bioma, que chamou a atenção em 2020 pelas queimadas recordes, foi afetado também por uma alta do desmatamento. A área perdida pelo corte de vegetação (23.652 ha) foi 43% superior em 2020, ante os dados de 2019 (16.521 ha).
6) O Pantanal é o bioma que possui a maior média de área desmatada por alerta – 119,5 ha –, seguido do Cerrado com 56,7 ha. Chama atenção a velocidade média da devastação no Pantanal, a mais rápida de 2020, com 1,55 ha/dia por evento de desmatamento
7) Considerando todos os biomas, a área média desmatada por dia em 2020 foi 3.795 hectares ou 158 hectares por hora. Somente na Amazônia foram 96 hectares desmatados por hora ou 1,5 hectares por minuto
8) E atenção para mais um dado. Nos quatro primeiros dias de junho deste ano, o Deter alertou para a perda de 329 km2. Nos 30 dias de junho de 2020 foram 1.043 km2. Ou seja, em 4 dias a perda já foi de 31% do que se perde neste mesmo mês no ano passado.

• • •

Missing some Tweet in this thread? You can try to force a refresh
 

Keep Current with Giovana Girardi

Giovana Girardi Profile picture

Stay in touch and get notified when new unrolls are available from this author!

Read all threads

This Thread may be Removed Anytime!

PDF

Twitter may remove this content at anytime! Save it as PDF for later use!

Try unrolling a thread yourself!

how to unroll video
  1. Follow @ThreadReaderApp to mention us!

  2. From a Twitter thread mention us with a keyword "unroll"
@threadreaderapp unroll

Practice here first or read more on our help page!

More from @giovanagirardi

10 Jun
Hj saiu o 1º relatório q mostra que crise climática e perda da biodiversidade só serão resolvidas se foram atacadas de modo integrado. Como são provocadas por atividades humanas e mutuamente se reforçam, nenhuma vai se resolver completamente enquanto a outra não for solucionada +
Vejamos o caso do Brasil. O desmatamento da Amazônia e demais biomas destrói diretamente a biodiversidade, e piora o aquecimento global, pois é fonte direta de emissões de gases de efeito estufa, que, por sua vez, trazem seca, que torna a vegetação mais vulnerável... +
... ao fogo e afins. Ou seja, é um ciclo sem fim. Quer dizer, até o fim, mais rápido, da própria floresta. Meio óbvio até, mas realmente os dois problemas vinham sendo encarados de modo separado, apesar de ser bem conhecida a sua interrelação. Hj @IPBES e @IPCC_CH cravaram:
Read 5 tweets
19 May
Vem comigo entender o q motivou a ação da PF contra Salles:
1) Em fev/20, o presidente do Ibama, Eduardo Bim, afastado hj da função, fez um libera geral pra exportação de madeira, suspendendo a fiscalização do próprio Ibama que visava impedir que toras ilegais saíssem do Brasil +
2) Como havia resumido o MP e ONGs como @socioambiental e @GreenpeaceBR em uma ação civil pública em julho do ano passado que pediu sua anulação, o despacho de Bim "na prática, liberou a exportação de madeira nativa sem fiscalização a pedido de madeireiras" +
3) Sim, no próprio despacho, Bim já deixava bem explícito que os interessados na mudança eram os próprios madeireiros: a Associação Brasileira de Empresas Concessionárias Florestais e a Associação das Indústrias Exportadoras de Madeira do Estado do Pará +
Read 18 tweets
12 May
A transferência do gabinete de @rsallesmma pro PA, anunciada como ação pra impulsionar o combate ao desmatamento, é apontada como cortina de fumaça e "picadeiro" por fiscais do Ibama e do ICMBio. A Ascema Nacional divulgou hj uma carta denunciando o ato. Veja aqui alguns trechos:
"O picadeiro armado pelo ministro busca expor aos holofotes da opinião pública os soldados da Força Nacional (...), repaginando a estratégia fracassada de militarização da fiscalização ambiental utilizada durante as operações Verde Brasil I e II... +
"(...) Longe dos holofotes e por debaixo dos panos, o ministro desmonta a ação dos especialistas em meio ambiente, inviabilizando a aplicação da legislação ambiental pelos Agentes de Fiscalização..." +
Read 8 tweets
15 Apr
Detalhes da notícia-crime da PF contra Salles:
1) Segundo o doc, o "setor madeireiro teria iniciado a formação de parcerias com integrantes do Poder Executivo, podendo-se citar o Ministro do Meio Ambiente RICARDO SALLES e o Parlamentar TELMÁRIO MOTA (PROS)"... +
1b) ... no intento de causar obstáculos à investigação de crimes ambientais e de buscar patrocínio de interesses privados e ilegítimos perante a Administração Pública.

2) As madeiras apreendidas na operação da PF, contestada por Salles, tinham valor estimado de R$ 129 milhões.
3) A notícia-crime – apresentada pelo próprio delegado Alexandre Saraiva, que coordenou a operação –, traz assim, em caixa alta: "AS TERRAS NAS QUAIS O MINISTRO ASSEVERA ESTAREM COM DOCUMENTAÇÃO DE ACORDO SÃO PRODUTO DE FRAUDE, CONFIGURANDO A CONHECIDA “GRILAGEM DE TERRAS”
Read 8 tweets
14 Apr
O Plano Amazônia lançado hj por @GeneralMourao prevê uma redução de desmatamento que mantém a taxa a níveis mais altos do q esta gestão encontrou ao assumir o governo. Eles querem reduzir até o fim de 2022 os "ilícitos" na média histórica do Prodes entre 16 e 20. Entenda comigo:
1) Quando Bolsonaro assumiu o país, fazia 10 anos que o desmatamento da Amazônia não chegava a 8 mil km2 ao ano. Em 2019 e 2020 ele saltou para mais de 10 mil, os maiores valores desde 2008. Pois bem: prometer agora reduzir à média entre 2016 e 2020 é baixar a 8.718,6 km2
2) Ou seja, é ficar mais alto do que jamais esteve desde 2008. Na prática, o governo está prometendo que vai encerrar sua gestão sem ter sido capaz de reduzir a taxa de desmatamento na Amazônia, como é meta q o Brasil assumiu no Acordo de Paris.
Read 7 tweets
8 Apr
EXCLUSIVO: Sobre as negociações de @rsallesmma c/ os EUA, 10 coisas que soube da proposta dos americanos:
1) EUA trabalham a todo vapor pra mostrar que estão de volta aos esforços pra combater as mudanças climáticas e querem q a cúpula de 22/4, chamada por Biden, seja um sucesso
2) Isso significa que eles querem de todo jeito arrancar ambição dos outros países convocados pra reunião – Brasil entre eles. Mini-acordos bilaterais estão sendo desenhados, e os americanos estão passando a mensagem de que não querem brincadeira.
3) Nas reuniões c/ o Brasil, afirmam q querem um compromisso político: q o País volte a se comprometer em zerar o desmatamento ilegal até 2030 e tenha um plano concreto para isso, reabilitando o PPCDAm (programa de combate ao desmatamento fundamental para reduções anteriores)
Read 10 tweets

Did Thread Reader help you today?

Support us! We are indie developers!


This site is made by just two indie developers on a laptop doing marketing, support and development! Read more about the story.

Become a Premium Member ($3/month or $30/year) and get exclusive features!

Become Premium

Too expensive? Make a small donation by buying us coffee ($5) or help with server cost ($10)

Donate via Paypal Become our Patreon

Thank you for your support!

Follow Us on Twitter!

:(