Profile picture
Canguru MD @UndisclosedBio
, 109 tweets, 14 min read Read on Twitter
Pensando no pedido da @TerrivelLola vou contar a história dos gatinhos, eu chamo a história deles de: Não é um casal, não são amigos nem irmãos #apenasVivemJuntos
A história podia comecar contando que a humana desses gatos desde que aprendeu falar mostrou gostar mais de bicho do que de gente, se recusando a comer carne ao mesmo tempo que seu coração batia mais forte cada vez que via um gato, maaaas a história é sobre eles e não ela.
Então a história começa mesmo em Setembro de 2002 quando o bebe da foto tinha apenas um mês de vida e estava em um aviário a espera de adoção (sem celular em 2002, logo sem foto do filhote mais lindo do sul do mundo)
A humana, ainda adolescente, havia sido proibida de ter outro gato uma vez que quando o último q ela teve morreu ela quase morreu junto, como não sabia lidar com a perda a mãe dela achava melhor nem iniciar o ciclo
Mas ao passar pelo aviário e ver ele ali sozinho, depois de todos os irmãozinhos terem sido adotados ela não pensou, simplesmente colocou ele na bolsa e foi pra casa. Boa idéia essa, quem ia perceber q tinha gato novo em casa não é mesmo?
Ele já mostrava ser inteligente desde o primeiro minuto e ajudou a humana na farsa, de 06/09 a 24/09 viveria dentro do quarto da humana sem q ninguém na casa desconfiasse da sua existência
Pq 24/09? Pq a humana fazia aniversário de namoro e ia dizer que o gato era um presente de aniversário, assim a mãe não ia poder negar
Mas ele tinha uma personalidade única, bem como o nome q ganhou: Nuby
Nuby não quis esperar 2 semanas para dominar aquela casa e no dia 14 mesmo saiu correndo na frente da mãe da humana
A humana disse q nunca tinha visto ele e que devia ter ido parar ali sozinho, com medo da rua e por isso deveriam adotá-lo, afinal era o destino
Spoiler alert: até 2013 quando a humana mudou da casa dos pais todos acreditavam q ele havia aparecido na casa e não que a humana pegou ele no aviário, foi um choque quando em 2015 ela finalmente contou a verdade
Ele cresceu, conquistou a todos e inclusive tinha dois donos que o mimavam muito a humana e o pai da humana
Mas Nuby era diferente em uma coisa, ele era um gato que se apaixonava. Uma vizinha adotou uma gatinha pretinha como ele e deu o nome de Melissa a ela.
Nuby e Melissa eram inseparáveis desde muito pequenos, e longos meses se passaram até que Melissa teve o primeiro cio.
Dessa união nasceram 3 gatinhas, sendo que uma delas, a Lilith, foi doada para uma amiga da humana e é tão forte quanto o pai, tem 13 anos atualmente e está muito bem de saúde
Mas nem toda vizinhança gostava da família felina e algum infeliz decidiu que era uma boa idéia envenenar os gatos numa madrugada qualquer
A humana acordou ao ouvir miados de dor, eram mais ou menos 5 da manhã, ela viu a pior cena que poderia imaginar: Melissa já morta, Nuby babando ao lado dela chorando muito e os filhotes chorando cheirando a mãe
A humana era adolescente ainda, portanto não dirigia, acordou os pais e levaram Nuby e os filhotes no veterinário 24hs mais perto que achou na lista telefônica(!).
Foram 2 dias entre a vida e a morte para o Nuby. Se por um lado havia o alívio dos filhotes estarem bem, por outro ninguem sabe se tb envenenado ou por tristeza Nuby seguia vivo mas nao queria reagir
Mas em uma situação ele reagia: quando ouvia a voz da humana. Assim ela ficava no hospital vet falando com ele e segurando ele no colo. Com isso ele comia e com o tempo começou a responder ela (hábito que tem até hoje, quase 15 anos depois)
Muito choro da humana depois ele foi pra casa, mas passou a rejeitar os filhotes e por isso eles tiveram de ser doados.
O Nuby foi se recuperando, se dava muito bem com cachorros e humanos mas não lidava bem com gatos ou gatas depois do que aconteceu com a Melissa então virou filho único por alguns anos.
A humana ainda não sabia que gatos tem de ser mantidos dentro de casa, mas o Nuby decidiu por ele mesmo e mesmo podendo sair ficava dentro de casa
Quando haviam gatas no cio na vizinhança ele não saía, apenas fazia xixi por toda a casa e foi assim que em 2004 ele foi esterilizado
Se ele já era um gato calmo, depois disso ele virou a tranquilidade em forma de gatinho e sempre estava no sol (quando Curitiba permitia) ou pedindo comida. Brincar só com os humanos ou com a doguinha da irmã da humana
Essa foi a vida do Nuby até que a humana mudou de casa, quem diz que gatos gostam da casa e não do dono nunca conviveu com um gato. Mas eles ficam sim nervosos com a mudança e não foi diferente para ele
Ele já havia viajado com a humana para a praia algumas vezes, 1:30h de carro no colo durante viagem que era a parte q ele mais gostava
Mas qdo ele viu que após uma viagem de menos de meia hora ele estava numa casa estranha e a humana parecia estar arrumando todas as coisas lá sem a intenção de voltar ele começou a chorar
Chorava muito mesmo, e após 2 semanas na casa nova decidiu que era a hora de descobrir o que havia acontecido e pela primeira vez desde o envenenamento de 4 anos atrás ele decidiu sair do portão da casa
Qual foi a cara de surpresa da humana quando ela chegou em casa e viu ele junto do cavalo do vizinho? Curitiba, 2007 e ainda haviam cavalos sendo criados na rua
Essa amizade improvável durou alguns meses, e se o gato não estava dentro de casa estava com o cavalo do vizinho (que até onde a humana sabe não tinha um nome, era chamado de cavalo mesmo)
Até que um dia o Nuby não estava com o amigo Cavalo nem nos lugares de costume. A humana foi a procura dele assim q percebeu, não era o jeito de ser dele então a humana saiu em uma busca pela vizinhança
Definitivamente gato NUNCA pode ter acesso à rua. Imagina o desespero da humana ao encontrar ele sem conseguir andar, encolhido embaixo de uma arvore na frente de casa
Ele havia sido atacado por uma matilha de cães de rua e estava mais uma vez a beira da morte (será que dessa vez a humana aprende?)
Mais uma corrida ao veterinário e mais uma luta para sobreviver. Ele estava com uma hepatite por espancamento e a pata traseira esquerda partida
Lá foi a humana que nunca preparou carne para ela mesma preparar ora figado ora frango com arroz para o Nuby por 45 dias, mais uma bateria de remédios todos os dias
A boa notícia é que ele se recuperou muito bem, a única sequela foi que ficou um pouco manco da pata traseira pq cicatrizou torta mas não sente dor na pata
A humana aprendeu q lugar de gato é dentro de casa, e o Nuby por si mesmo decidiu não sair mais de casa, mesmo q alguém esquecesse a porta aberta ele não saía
E assim eles seguiram com a vida, Nuby e seus dois tutores - a humana e o pai dela, o gatinho geralmente estava na sacada tomando sol ou na cama enrolado nas cobertas
A fase q ele mais gostou foi qdo a humana quebrou o braço e por causa disso comprou uma cama enorme e macia só para os dois, nessa fase ele aprendeu dormir de conchinha e tudo. Afinal Curitiba foi feita pra isso mesmo
Na vdd ele inclusive estava um tanto brabo com ela pq ela havia recém passado um mês fora, nesse mês ele ficou sem comer e emagreceu muito. Agora com cama nova e macia ele achou q tudo estava bem
Mas, sempre tem um mas, essa calmaria nao durou muito... logo apareceu uma gatinha prenhe no quintal e pela primeira vez desde a Melissa o Nuby decidiu ser amigo de outra gata. Essa ganhou o nome de Canela.
Ela apareceu por ali quase tendo os filhotes, poucos dias depois elea nasceram e todos cuidavam dos 3 gatinhos junto com a Canela e o Nuby. Eles cresceram, foram doados para famílias amorosas e a Canela foi esterelizada como deve ser.
O "mas" vem agora, após os gatinhos serem doados apareceu mais uma familia querendo um gatinho e dessa vez a Canela que encontrou uma familia para ela...
O Nuby ficou triste mas não chegou a ficar doente como quando a Melissa se foi, não era uma paixão tão forte assim afinal de contas
Mal sabia ele q a vida tava pra mudar... DE NOVO!
Até o momento ele havia vivido 5 anos em uma casa, 6 anos em outra de boas com a humana. Mas ela parecia q tinha formiga e inventou de mudar de novo
Dessa vez ela mudou sozinha com o Nuby, já não morava mais na mesma casa que o pai dela e o gatinho sentiu muita falta dele
Chorava no cantinho, ficou mesmo deprimido por estar separado do outro amigo q ele tanto gostava
Recebia visita as vezes mas não tinha jeito, ele ficava mesmo triste. Depois de um mês vivendo assim ficou decidido: duas semanas na casa de uma e duas semanas na casa do outro, só assim pro gato ficar feliz pensaram eles
Acontece que tudo muda, e na primeira vez que o gato passou duas semanas na casa antiga ele chorava ainda mais do que quando estava na casa nova
Então não havia jeito, ele era mais apegado à humana do que ao humano teve de ir morar de vez com ela
Mas ainda assim ela passava o dia todo fora, ele ficava muito sozinho
Cerca de 6 meses depois da mudança definitiva, Nuby ja era um senhor com seus 12 anos e a humana teve a grande ideia de adotar uma gatinha
Não um filhote pq o Nuby não ia gostar, mas uma gatinha adulta que acompanhasse ele na dormideira diária
Lá foi ela contatar uma ONG que cuidava de gatinhos abandonados pedir uma gatinha mais velinha e calma para ser a companheirinha dele nessa fase da vida
Eis que as tchias do beco da esperança indicaram esta menina da foto, então chamada Mariah:
A gata era a mais medrosa do sul do mundo e literalmente tinha metade do tamanho do Nuby, ela pesava 3,5kg e ele 7kg
Mas dava para entender o medo dela, na ong contaram q ela foi salva de uma acumuladora de animais e teve várias ninhadas de filhotes em condições nada agradáveis
Como a humana sempre ajudava a ong, o processo de adoção foi rapidão, e na semana seguinte a gatinha ja estava na casa nova, devidamente vacinada e pronta pro agito
Exceto pelo fato de que ela odiou o Nuby...
Estamos em março de 2014 e a humana tirou uns dias de férias para acompanhar a adaptação dos dois, mas nao houve adaptação, a gata não conseguia gostar do Nuby
Ela ganhou um novo nome: Jenny Gump. Não é tao original quanto Nuby mas é bonito tb
A humana tentou feromonio, erva do gato, esperar que o medo da gata passasse... mas nada acontecia
Outro detalhe sobre a Jenny ela não sabia miar, chegou muda e por mais de um ano nunca emitiu um som sequer
Nesse ano ela foi perdendo o medo dos humanos, deixou de se esconder embaixo dos móveis e não parava de comer mais ao ouvir qquer barulho
Porém ela começou a bater no Nuby! Tá certo que ela só fazia cócegas nele pois ele é pelo longo e muito maior q ela, mas mesmo assim isso não podia ser
Com a ajuda de uma cat sitter durante uma viagem da humana ela começou a aprender miar, no primeiro ano eram grunhidos, algo parecido com "mérrr" mas pra quem era completamente muda já era uma evolução
Nesse tempo o Nuby seguia a vida dele, como se a Jenny não existisse. Mesmo quando ela batia nele ele só viarava pro lado e ignorava
Assim se passou um ano e meio com os dois vivendo na mesma casa como se o outro não existisse. Desta forma chegamos em Julho de 2015
Em julho de 2015 a humana decidiu viver em outro país, e como prometido ao Nuby ele iria junto (a Jenny tb pq ninguem fica pra trás nessa casa)
Então foi um tal de papelada pra cá, sorologia pra lá... burocracias à parte em 02/11/2015 a humana, Nuby e Jenny embarcam para o novo país... e agora os bichanos tiveram de aprender miar em português europeu oh pá!
Isso não foi problema pra eles, inclusive se comportaram lindamente no voo foi como se não houvesse gatinho lá. A Jenny tentou fugir ao chegar no aeroporto de Lisboa mas ela é vida louca mesmo
Esses bichinhos são tão parceiros que fizeram a viagem mais louca sem reclamar, o itinerário foi dos mais loucos
Curitiba - São Paulo de carro, pernoite na casa da prima em SP, voo guarulhos - lisboa, metro do aeroporto ao cais, barco do cais até a margem sul e taxi até em casa
Aqui uma curiosidade, ambos não fizeram xixi em todo o trajeto. Aliás foi uma característica do Nuby a vida toda nunca fez xixi fora so lugar... NUNCA...
Chegaram, se adaptaram, e quem via os doia dizia q sempre viveram num lugar tão ensolarado. Pra quem nasceu em curitiba viver nesse sol todo era uma alegria só
Tudo a correr bem, todos a se adaptar até q oa gatos gamham o melhor presente: vão viver na praia em um apto com janrlas enormes e muiiiito, mas muiiiito sol, na foto Nuby no sol, sua 2a coisa preferida
Mais de um ano se passa até que o Nuby demonstra os primeiros sinais de que algo nao estava bem e comeca emagrecer repentinamente
Agosto de 2017, ele vai ao vet, faz uma ecografia que tem um resultado não conclusivo mas bastante pesado: possivelmente um linfoma que ja estava a tomar conta do intestino e figado
Ai já com 14 anos vem a dificil decisão fazer ou não uma biopsia? (Exige anestesia geral, algo bastante complicado nesta idade)
Por fim disseram a humana que sendo cancer ou sendo um processo inflamatório o tratamento era bastante similar, logo não havia muito sentido correr riscos com a anestesia
Ele fez o tratamento, de início um susto por uma reação adversa ao primeiro remédio que foi substituído e ele passou a reagir muito bem
Mas ai seu olhinho direito já estava comprometido e nosso lindão ficou cego de um olho, na época diagnosticado um glaucoma, hoje já sabemos que era causado pela metástase
Entretanto ele tinha uma grande qualidade de vida, sem dor e tudo sobre controle dentro do possível, voltou a ser um gatinho feliz ♡
Porém com o inverno começou uma tosse forte, o que se provou ser um tumor no pulmão quando chegamos mais perto do fim
Mas ele viveu bem e esteve em otimas condições até a proxima primavera :) falamos de 10 meses de sobrevida após descoberta a condição neoplasica
Ai veio a parte mais triste, num dia ele tira esta foto, a cara da saude e alegria
E dois dias depois o fim se anuncia :( o olho que até então apesar de cego estava normal incha muito e visivelmente ele tem dor (sem fotos de agora de diante, uma vez que a memoria tem de ser do gato lindao que ele foi por 14 anos e 2 semanas)
Vai ao veterinário, bateria de exames, metástase quase comprovada mas o novo médico diante da dor dele sugeriu operar
Melhor prognóstico toda a prostração dele ser apenas resultado da dor no olho, yey todos comemoram, entra com dor na cirurgia e sai sem olho e sem dor no mesmo dia
Mas seu coração não quis aguentar o procedimento, quando iniciaram os preparativos para a cirurgia o coração decidiu quase parar
Então nada de cirurgia pra ele, fazem um raio-x do coração e mostra um tumor no pulmão :(
O que de certa forma comprova a metástase e resta apenas cuidados paliativos daqui em diante
Dia 04/05/18 ele volta pra casa, ganha um patê para filhotes e come como se fosse ficar bem
Bebe agua, vai ao banheiro, conversa com a gente... tudo como se nada fosse
No dia 5 acorda com dificuldades respiratórias mas ainda assim toma a medicação e a humana acredita que isso vai passar
Mas nao passa, no meio da tarde o humano avisa a humana q ele piorou muito e pra ela vir pra casa o qto antes
Ela sai correndo do trabalho e chega em casa com ele vivo ♡ no banheiro fazendo xixi na caixinha (nem morrendo ele fez fora do lugar) ela então liga para o pai dela (que também era dono dele) e eles se despedem
Ele faz o último carinho com a cabeça no telefone ao ouvir a voz dele, pisca e sai andando pela ultima vez
A humana percebe q ele quer ficar sozinho, e entende o q está por vir. Liga o mantra OM MANI PADME HUM e passa a contar momentos felizes da vida dos dois juntos enquanto escova o pelo dele
Conta a história que escreveu aqui (quando nem imaginava que ele partiria tão depressa) e ele fica ali a ouvir enquanto o pelo fica mais e mais brilhoso com as escovadelas
Tenta se levantar e não consegue, ai a humana sabe q são mesmo os ultimos momentos. Até a Jenny se compadeceu e deu lambidelas de carinho nele.
Nisso a humana chama e o humano e os 4 tem o seu último momento juntos, ele da seu último suspiro no local q escolheu, aos pés do quadro de Nossa Senhora do Perpétuo Socorro que veio com ele de Curitiba
Percebendo isto os humanos rezam e choram, misto de saudade e alívio por ele não estar mais a sentir dor.
Ficam mais uma hora junto dele a ver fotos e contar causos de momentos felizes do qual ele participou. Celebrar a vida e não blasfemar a morte ♡
E assim foi a história desse gato q desde pequeno já era grande, e um infinito de amor ♡ a Jenny segue, mas agora vai ter de viver sua própria historia. FIM
♡ Em memoria do Nuby ♡

,Curitiba 06/08/2003
Almada 05/06/2018
Missing some Tweet in this thread?
You can try to force a refresh.

Like this thread? Get email updates or save it to PDF!

Subscribe to Canguru MD
Profile picture

Get real-time email alerts when new unrolls are available from this author!

This content may be removed anytime!

Twitter may remove this content at anytime, convert it as a PDF, save and print for later use!

Try unrolling a thread yourself!

how to unroll video

1) Follow Thread Reader App on Twitter so you can easily mention us!

2) Go to a Twitter thread (series of Tweets by the same owner) and mention us with a keyword "unroll" @threadreaderapp unroll

You can practice here first or read more on our help page!

Did Thread Reader help you today?

Support us! We are indie developers!


This site is made by just three indie developers on a laptop doing marketing, support and development! Read more about the story.

Become a Premium Member and get exclusive features!

Premium member ($3.00/month or $30.00/year)

Too expensive? Make a small donation by buying us coffee ($5) or help with server cost ($10)

Donate via Paypal Become our Patreon

Thank you for your support!