Discover and read the best of Twitter Threads about #AstrothreadBR

Most recents (24)

POR QUE A MAIORIA DOS PLANETAS DETECTADOS SÃO TÃO GRANDES?

Com mais de 5200 exoplanetas já detectados, apenas 3.7% têm um tamanho comparável ao da Terra. Onde estão os planetas semelhantes aos nossos, e por que não conseguimos observá-los? Segue a thread 👇🏼👇🏼👇🏼 #AstroThreadBR concepção artísticas de vários planetas gigantes, pareci
Antes de mais nada, vale a pena comentar que existe uma enorme diversidade de planetas: pequenos, grandes, rochosos, gasosos, etc. Já vemos isso no nosso Sistema Solar, mas fora dele, a variedade é ainda maior!

[2] concepção artística mostrando diversas estrelas e diverso
De forma geral, podemos dividir os exoplanetas em diferentes categorias. As principais categorias são:

🟠 gigantes gasosos
🔵 tipo Netuno
🟢 super Terras
🟤 terrestres

[3] ilustração mostrando os tipos de exoplanetas, em inglês.
Read 22 tweets
JÚPITER GIRA ENQUANTO SUAS LUAS ORBITAM
Saiba mais na thread! ⏬
Créditos e direitos do vídeo: Makrem Larnaout
Texto e edição APOD: Robert Nemiroff (MTU) & Jerry Bonnell (UMCP)
Tradução APOD Brasil: @patyccruz2
#Astronomia #Jupiter #AstroThreadBR
Júpiter e suas luas se movem como nosso Sol e seus planetas. Da mesma forma, Júpiter gira enquanto suas luas circulam. A rotação de Júpiter pode ser observada rastreando cinturões escuros e zonas claras circulantes. A Grande Mancha Vermelha, a maior tempestade conhecida, [+]
gira para se tornar visível após cerca de 15 segundos no vídeo de lapso temporal de 48 segundos. O vídeo é uma compilação de curtas feitas em várias noites no mês passado e combinados em uma recriação digital de como 24 horas contínuas seriam vistas. [+]
Read 6 tweets
"Oba, o Programa Artemis vai nos levar de volta pra Lua! Começando pela missão Artemis I!"

Corta para setembro de 2022. Ué… Cadê Artemis I? Não era pra ter sido lançada? Adiaram de novo? Flopou?

Vem comigo nessa #AstroThreadBR conhecer melhor o Programa Artemis 🚀🌕 Logo do programa Artemis: Um A maiúsculo cinza com uma baseImagem da escultura em tamanho real Diana de Versailles (ou
Artemis é um projeto americano da NASA em parceria com a Agência Espacial Europeia @esa, a Agência Espacial Canadense @csa_asc e a Agência de Exploração Aeroespacial do Japão @JAXA_en, e com empresas privadas como a SpaceX, a Northrop-Grumman, a Airbus e a Lockheed Martin. Infográfico com as informações que serão descritas nos p
O objetivo é levar seres humanos novamente para órbita e superfície da Lua e estabelecer a presença humana a longo prazo e de modo sustentável, além de manter uma base lunar (e uma estação espacial) que no futuro facilite missões tripuladas rumo a Marte. Imagem artística que mostra uma cena de astronautas trabalh
Read 32 tweets
LIVROS DE ASTROBIOLOGIA - a thread

#AstroThreadBR 📕📘👇🏼
Primeiramente, queria deixar claro que eu (ainda) não li todos esses livros, mas escolhi incluí-los na thread por já ter visto avaliações positivas. Se você já tiver lido algum deles, deixe sua opinião nos comentários!
Para facilitar, tentei categorizar os livros em alguns tópicos de interesse:

- INICIANTE
- INTRODUÇÃO (GRADUAÇÃO)
- SCI-FI/FANTASIA
- EDUCAÇÃO/SALA DE AULA
- PESQUISA ACADÊMICA

Além disso, escolhi livros em diferentes idiomas, como Português, Inglês e Espanhol.

Vamos a eles:
Read 22 tweets
O QUE DEFINE UM EXOPLANETA?

De acordo com a NASA, já foram detectados mais de 5000 exoplanetas. Mas você já parou pra pensar quais critérios classificam um exoplaneta? O que diferencia um planeta de outros objetos? Vem de #AstroThreadBR descobrir 👇🏼👇🏼👇🏼 concepção artística de um exoplaneta vermelho, com anéis
- O que é um planeta?

De acordo com a União Astronômica Internacional (IAU), para um objeto ser considerado planeta, ele deve obedecer 3 critérios:

1. Girar em torno do Sol
2. Ter massa suficiente para ser aproximadamente esférico
3. “Limpar a vizinhança” em sua órbita

[2] concepção artística mostrando os planetas do sistema sola
Discussões à parte, esse é exatamente o motivo de Plutão não ser mais considerado planeta: ele não é o objeto dominante em sua órbita, devido à ressonância com Netuno (que domina gravitacionalmente a região) e a identificação de outros objetos menores, também em ressonância.

[3] imagem de Plutão, com uma superfície aparentemente de dive
Read 34 tweets
Recentemente foram divulgadas as primeiras imagens feitas com o Telescópio Espacial James Webb. Dentre as imagens maravilhosas, tivemos o espectro de um exoplaneta, o WASP-96b. Quer entender o que esse espectro pode nos dizer? Vem de #AstroThreadBR 🧶
O espectro divulgado foi feito pelo instrumento NIRISS (Near Infrared Imager and Slitless Spectrograph), à bordo do JWST. Ele é capaz de obter dados espectroscópicos no infravermelho, em comprimentos de onda entre 0.6–5.0 μm, dependendo da observação.
Vamos agora falar sobre o espectro. Nesse caso, é o que chamamos de espectro de transmissão. Esse nome é justamente porque observamos a luz da estrela que passa através da atmosfera do planeta, e interage com os compostos existentes na atmosfera, como átomos, moléculas e nuvens.
Read 35 tweets
o que a atmosfera do exoplaneta, o berçário estelar, a nebulosa planetária, as galáxias distantes e o fundo do universo têm em comum? por quê utilizar o @NASAWebb para observá-los?

segue o fio sobre a luz dos astros e os instrumentos do Webb 👇

#AstroThreadBR (1/16)
nós, humanos, enxergamos aquilo que é chamada de "luz visível", que é a faixa de radiação que o Sol mais emite e a seleção natural cuidou disso pra nós

porém, nem tudo no Universo brilha assim. por de trás daquilo que PODEMOS enxergar, estão escondidas muito + coisas!
os raios X podem revelar nossos ossos, as micro-ondas podem revelar os confins do Universo (a Radiação Cósmica de Fundo), mas o que a luz INFRAVERMELHA pode nos revelar?

a parte "vermelha" do espectro, dos comprimentos de onda maiores, revela estruturas + FRIAS e/ou distantes
Read 19 tweets
Se você não recebeu essa atrocidade no whatsapp, provavelmente ainda vai receber.
Mas vamos ao que interessa: é a maior bobagem astronômica que já vimos circular!
E fizemos essa #AstroThreadBR pra mostrar tudo que está errado aí. Siga o fio e compartilhe pra freiar o boato.
1. A órbita da Terra é quase circular. O seu ponto mais distante do Sol é o que chamamos de afélio e está mesmo a 152 milhões de km. E em 2022 acontece no dia 4 de Julho (o texto cita apenas "amanhã").
Mas a distância mínima (periélio) é de 147 milhões de km e não 90 milhões!
2. A distância média da Terra ao Sol é de 149.6 milhões de km e como vimos no tweet anterior, varia muito pouco. Isso equivale a aproximadamente 8 minutos luz (a luz que sai do Sol leva 8 minutos pra chegar até a Terra). Essa variação não tem influência nas estações do ano.
Read 6 tweets
Cientistas conseguiram cultivar plantas em solo Lunar! 🌱🌖

#AstroThreadBR
🧶 (1/7)
Os astronautas a bordo das missões Apollo 11, 12 e 17 coletaram diversas amostras do solo da Lua e trouxeram de volta pra Terra. A ideia era estudar esse material e guardar algumas amostras para experimentos futuros com tecnologias que ainda nem tinham sido inventadas.
Agora, 50 anos no futuro, um grupo da Universidade da Flórida conseguiu cultivar a planta Arabidopsis thaliana em várias dessas amostras! Isso é impressionante considerando que o solo Lunar é muito pobre em nutrientes.
Read 7 tweets
1/24
Em homenagem à imagem recente do Sargittarius A*, o buraco negro supermassivo no centro da nossa galáxia, vou falar um pouco sobre a história dos buracos negros, da hipótese até a observação.👇🧵
#FisicaThreadBR #AstroThreadBR
2/24
A gente associa buracos negros a Einstein e relatividade geral. Mas a primeira pessoa a ter essa ideia foi na verdade o John Mitchell lá em 1783. Ele imaginou um objeto cuja massa fosse grande demais, de forma que a velocidade de escape fosse maior que a velocidade da luz
3/24
Ele chamou de "estrelas escuras". Mitchell era adepto da ideia da luz corpuscular e pensou que, quando a luz é emitida da uma estrela, ela é desacelerada pela gravidade da estrela, da mesma forma que uma rocha atirada para cima é desacelerada pela gravidade da Terra e cai
Read 25 tweets
Logo após o início do Universo, seguiu-se um extenso período de escuridão, conhecida como Idade das Trevas. Apenas cerca de 500 milhões de anos depois os primeiros pontos de luz começaram a surgir. Vamos nessa #AstroThreadBR falar sobre elas: as primeiras estrelas do Universo! Image
Pra entender melhor essa história vamos fazer uma pequena cronologia do início do Universo:
1) Tudo começou com o Big Bang, há 13.8 bilhões de anos Image
2) Num primeiro momento o Universo era preenchido por um gás muito quente, como se tudo fosse a superfície de uma estrela. Apenas com 370.000 anos de idade ele ficou frio o suficiente para que os fótons pudessem viajar livremente, formando a chamada Radiação Cósmica de Fundo Image
Read 18 tweets
Na astronomia estamos acostumados com coisas gigantescas: estrelas milhares de vezes maiores que o Sol, galáxias com bilhões de estrelas e assim por diante. Nessa #AstroThreadBR vou falar então sobre as maiores estruturas do Universo conhecido: os superaglomerados de galáxias!
Quando pensamos em coisas grandes na Astronomia alguns podem começar pensando em estrelas gigantes, como as famosas "UY Scuty" ou "VY Canis Majoris", ou em buracos negros com milhões a bilhões de vezes a massa do Sol e assim por diante
Mas nós podemos ir além e descobrir que existem estruturas maiores. Uma galáxia por exemplo, que é uma estrutura formada por bilhões de estrelas, é um exemplo de uma estrutura muito maior do que qualquer estrelinha solitária
Read 13 tweets
A galáxia de Andrômeda (à esquerda) está em rota de colisão com a nossa Galáxia! 😱 E não é a primeira vez que a Via Láctea passa por esse processo! O que pode acontecer conosco?

Vamos conversar um pouquinho sobre fusões de galáxias? Vem nessa #AstrothreadBR!
Galáxias são sistemas gravitacionalmente ligados formados por gás, estrelas, poeira, buracos negros…. E eventos de interação não são raros!
Esse eventos são fundamentais para entender como galáxias evoluíram. Hoje nós acreditamos que pequenas galáxias (cm na imagem), do tamanho da pequena e grande nuvem de Magalhães, surgiram nos 1os bilhões de anos do universo e foram ao longos dos bilhões de anos se fundindo.
Read 33 tweets
As maiores luas do Sistema Solar e curiosidades sobre elas, a thread

#AstroThreadBR
Na foto acima temos as 10 maiores luas do Sistema Solar, mas aqui vou falar apenas das 7 primeiras pra não ficar muito grande e pq são as que são realmente consideradas grandes luas.

então vamo lá, de trás pra frente pra dar aquele mistério 👇🏻
7º: TRITÃO é o maior satélite de Netuno!

É a única grande lua que orbita na direção contrária da rotação do planeta, ou seja, numa órbita retrógrada!

Cientistas acreditam que Tritão é um objeto do cinturão de kuiper que foi capturado pela gravidade de Netuno! +
Read 16 tweets
ASTRONOMIA: DO MICRO AO MACRO

já imaginou quais são as menores coisas do universo? e as maiores? segue essa #AstroThreadBR que eu vou te mostrar a escala dos astros no cosmos 🌌 representação de uma molécu...foto real do planeta Terra ...galáxia de Andrômeda, com s...emaranhado cósmico nas core...
1- gás

sabemos que os átomos são a menor estrutura de matéria que existe, seguidos pelas moléculas. é justamente isso que forma o gás do meio interestelar¹, que pode ser encontrado em grandes estruturas (nuvens) ou vagando pelo vácuo em densidades baixíssimas representação de moléculas ...nebulosa com aspecto esbran...
¹meio interestelar é aquilo que existe entre as estrelas e estruturas das galáxias, sendo composto por gases e sólidos (que falarei a seguir). é das nuvens + densas do meio interestelar que surgem as estrelas, graças ao colapso gravitacional delas. falaremos disso + p/ frente :)
Read 31 tweets
Se eu te dissesse que a existência de vida em estrelas de nêutrons já foi especulada por um astrônomo famoso e que isso inspirou dois livros de ficção científica com direito a ilustrações delas, você acreditaria?

Vem entender o caso nesta #AstroThreadBR
O astrônomo em questão foi Frank Drake, muito conhecido pela sua equação que estima o número de civilizações inteligentes em nossa galáxia
Apenas alguns anos após a primeira observação de pulsares, que teriam sido reconhecidos como estrelas de nêutrons, Frank havia dado uma entrevista na qual fala sobre seres vivos nessas estrelas
Read 18 tweets
Muitas pessoas acreditam que as estações do ano estão relacionadas a distância da Terra ao Sol, mas isso não é verdade...

Vem entender rapidinho o que causa as estações do ano! 👇🏻

#AstroThreadBR
É verdade que a órbita da Terra não é um círculo perfeito. Durante parte do ano, a Terra está mais próxima do Sol do que em outras épocas. Porém, no hemisfério norte, temos o inverno quando a Terra está mais próxima do Sol e verão quando está mais distante!
Comparando com o quão distante o Sol está de nós, a mudança de distância Terra-Sol ao longo do ano é pequena e não faz muita diferença pro nosso clima. O motivo das estações é outro!
Read 7 tweets
ESTAVAM ERRADOS! Não tem buraco negro, mas um sistema vampiro. Como assim? Deixa eu explicar melhor nessa #AstroThreadBR
O caso é super interessante. Dados esquisitões levaram uma equipe de cientistas a concluir em 2020 que o sistema HR 6819 era composto por duas estrelas e um buraco negro.
Uma estrela tipo B, grande, e um buraco negro estariam orbitando bem juntinhos. Teria também uma estrela Be (que tem um disco de gás ao redor) orbitando as duas a uma distância maior.
Read 11 tweets
Por que sempre vemos sempre a mesma face da Lua? 🌕🌍
O que tem isso a ver com a órbita de Plutão e Caronte?

Segue essa #AstroThreadBR!
A Terra orbita o Sol, a Lua orbita a Terra e a Lua também gira em torno dela mesmo.

Se ela tem um movimento de rotação, nós deveríamos ver uma face diferente ao longo do mês, certo?
Porém, o que existe são forças mareais.

Em resumo, como a Lua é tão grande,e sabemos que a atração da gravidade diminui rapidamente com a distância, a Terra puxa com + intensidade a face mais próxima da Lua do que a face oposta.(representado na imagem esse efeito na Terra)
Read 11 tweets
Buracos negros tem a fama de destruição de estrelas e tudo mais que chega perto dele.

E se eu disser que tem um buraco negro no centro de uma galáxia que está ajudando a formar estrelas perto dele?

Segue a #AstroThreadBR 👇 uma esfera no centro
Buracos negros, de fato, são motivos de destruição de estrelas mas não pelos motivos que você pensa.

Eles não são ralos que engolem tudo que vê, na verdade, ele impede estrelas de se formarem de um jeito curioso.
Quando gás chega perto dele e forma o disco de acreção que ele vai engolindo, é que esse gás fique quente.

E também é comum que parte do gás quente escape em forma de ventos ou de jatos.

O próprio da foto tem um jato saindo dele (em azul): um jato azul saindo do centro da galáxia esféricaburaco negro com um anel ao redor
Read 9 tweets
OBJETO MISTERIOSO NUNCA VISTO ANTES NO UNIVERSO FOI ENCONTRADO 😱

Será um alien? Será algo que vai bater de frente com a Física? Será buracos brancos? Será simplesmente a Capitã Marvel viajando pela galáxia?

Vem na thread entender isso aí

Segue a #AstroThreadBR 👇 uma esfera no canto com alguns fios saindo dos polos
Para começar, o que é que encontraram?

Encontraram um sinal de luz no comprimento rádio muito intenso que está localizado dentro da nossa Galáxia que se repete a cada 18.18 minutos e persiste de 30 a 60 segundos.
E sinal de rádio que aparece e depois some ou fica se repetindo depois de um certo intervalo de tempo não é algo raro no Universo, tá?

Vemos isso com bastante frequência no Universo, por ex, em supernovas, estrelas de nêutrons, etc.
Read 14 tweets
E como também vimos muito questionamento aqui sobre o fato de não haver câmeras de engenharia monitorando cada etapa na montagem do JWST, trazemos aqui um fio original do @NASAWebb que traduzimos a seguir em uma #AstroThreadBR
1. Luz 💡
Os espelhos dourados são fotogênicos na Terra, mas no espaço os espelhos estão na escuridão absoluta, protegidos pela sombra do escudo solar.
Enquanto isso, o lado voltado para Sol é tão brilhante que causaria problemas de ofuscamento e contraste para as câmeras.
2. Energia 🔌
Cabos e energia precisariam chegar até as câmeras. Mais cabos aumentam os problemas de vibração e emissão térmica, colocando em risco a qualidade das imagens científicas.
Read 7 tweets
Estamos todos comemorando o desdobramento e posicionamento finais do escudo de luz e calor do #JamesWebb, mas como foi esse processo?

Você descobre tudo nessa #AstroThreadBR!
Pra gente se situar: o James Webb é tão grande que teve que ser dobrado como um origami pra caber no cone superior do foguete @ariane5. Imagine como foi projetar não apenas um telescópio espacial, mas sim um telescópio espacial que poderia ser totalmente dobrado:
Sobre o escudo de calor: sua função é proteger o telescópio da luz e do calor do Sol, da Terra e da Lua. Aberto ele mede 22 metros por 10 metros - área de uma quadra de tênis. Impossível colocar algo desse tamanho em um foguete. O desdobramento começou 3 dias após o lançamento.
Read 18 tweets

Related hashtags

Did Thread Reader help you today?

Support us! We are indie developers!


This site is made by just two indie developers on a laptop doing marketing, support and development! Read more about the story.

Become a Premium Member ($3.00/month or $30.00/year) and get exclusive features!

Become Premium

Too expensive? Make a small donation by buying us coffee ($5) or help with server cost ($10)

Donate via Paypal Become our Patreon

Thank you for your support!