1 - Em 2009 nosso sonho no departamento de marketing do Flamengo era lançar o programa de sócio torcedor do Clube. O Inter havia feito um trabalho espetacular e atingido recentemente o patamar de 100 mil sócios. Mas havia um grande obstáculo.
2 - O Marketing não tinha acesso aos ingressos que eram controlados diretamente pelo departamento de futebol. Na verdade, o Flamengo não tinha nenhum controle sobre seus ingressos, porque eles eram operados por uma empresa prestadora de serviços.
3 - Essa empresa adiantava recursos para o clube pagar suas constantes dívidas de curto prazo, com a garantia de ter os ingressos para sí até que a divida fosse quitada. Naquela época essa era praticamente a única forma do Flamengo obter algum tipo de empréstimo no curto prazo.
4 - O problema é que o clube ficava refém do prestador de serviço, já que quando quitava uma parte, logo precisava entregar os ingressos pelos próximos meses para obter outro adiantamento. O clube vendia o jantar para comprar o almoço, e isso era interminável.
5 - Na prática o Clube não tinha nenhum controle sobre sua bilheteria, o que inviabilizava qualquer decisão interna como política de preços, controle de gratuidades, e claro, a criação de um programa de sócio torcedor.
6 - Na época, o máximo que conseguimos lançar, no final de 2009, foi o Cidadão Rubro Negro, um sistema de cadastro que deveria dar origem a uma comunidade com premiações, sem pagamento por parte do torcedor, mas sem benefício de ingressos.
7 - O Cidadão Rubro Negro chegou a ter 750 mil cadastrados, e anos depois foi a partir desse cadastro que o Flamengo lançou o Nação Rubro Negra, no início de 2013. Contei toda essa estória para traçar um paralelo com o que acontece com os direitos de transmissão de TV no Brasil.
8 - Quando você aliena o controle sobre uma determinada linha de receita através de antecipações seguidas (como o Flamengo fazia em 2009 com bilheteria), você perde 2 vezes.
9 - Primeiro porque essa antecipação tem um custo financeiro. Quem antecipa desconta um bom pedaço pelo favor de antecipar. Segundo porque você perde a liberdade de gerir esse ativo. Quem antecipa passa a gerir por você, mas segundos seus próprios interesses, não os do Clube.
10 - Essa é a história da relação entre os clubes e a TV no Brasil. Através de antecipações que se sucedem ininterruptamente, a TV passa a controlar as decisões estratégicas dos clubes.
11 - A partir daí, as decisões são tomadas por ela, segundo suas próprias conveniências (o que é lícito) não as conveniências dos Clubes. Isso causa uma perda de receita, que por sua vez, obriga os Clubes a tomar novos adiantamentos.
12 - Esse ciclo de dependência é extremamente difícil de romper, causa no longo prazo um prejuízo enorme a quem está preso a ele. Enquanto os Clubes não se libertarem do sistema de adiantamentos de TV, jamais entenderão que são eles os verdadeiros criadores de riqueza, não a TV.

• • •

Missing some Tweet in this thread? You can try to force a refresh
 

Keep Current with Ricardo Hinrichsen

Ricardo Hinrichsen Profile picture

Stay in touch and get notified when new unrolls are available from this author!

Read all threads

This Thread may be Removed Anytime!

PDF

Twitter may remove this content at anytime! Save it as PDF for later use!

Try unrolling a thread yourself!

how to unroll video
  1. Follow @ThreadReaderApp to mention us!

  2. From a Twitter thread mention us with a keyword "unroll"
@threadreaderapp unroll

Practice here first or read more on our help page!

More from @RicardoHinrichs

29 Aug
1 - Ainda lembro das minhas apresentações para patrocinadores, na época de VP e diretor de marketing do Flamengo. Sempre tinha aquele gráfico bonito da maior torcida, da torcida nacional.
2 - Do outro lado da mesa, do potencial patrocinador a pergunta era sempre a mesma, “mas vcs interagem com esses torcedores, estão próximos de vcs?” Aí amigos, era o caso de usar toda lábia possível e tentar desconversar.
3 - As vezes dava certo, até porque em 2009 o próprio patrocinador nem saberia como interagir com tanta gente. E assim tantos patrocínios fechamos. Bozano, Olympikus, Ale, Batavo...
Read 7 tweets
25 Aug
1 - A má notícia é que o Flamengo de JJ acabou. A boa notícia é que se a tentativa de reconstruir um novo Flamengo for bem sucedida (e não há como saber agora), ele será ainda mais forte do que o anterior.
2- E será melhor porque houve uma aprendizagem com a passagem de JJ. Ele será sempre um grande ídolo do Clube, mas é preciso reconhecer que ele tem uma maneira peculiar de trabalhar. Fechando-se com seu grupo e não permitindo que o clube aprenda com ele, que haja um legado.
3 - Dessa vez, se a remontagem for bem sucedida, será diferente. E será diferente porque o clube buscou uma solução diferente. Um modelo onde, de fato, após a passagem do técnico fique um legado de metodologia de trabalho.
Read 9 tweets
27 Jan
Sobre a troca de diretor de marketing no Flamengo. O grande desafio para o próximo a sentar na cadeira é alavancar a receita comercial, hoje muito tímida. Sem isso o clube estará condenado a estacionar no atual patamar de receitas, já que não há negociações de TV (nacional) (1/7)
Nem a possibilidade no curto prazo de alavancar as receitas de match day (bilheteria) para muito mais do que nível atual. E se ficar estagnado no atual patamar comercial o Flamengo tenderá a ver os outros clubes (que ainda tem espaço pra crescer) se aproximarem (2/7).
Para crescer de forma agressiva existem duas oportunidades que hoje são maltratadas pelo Clube. A primeira é o programa de ST, que além das deficiências da gestão de ingressos possui um modelo ultrapassado cujo foco é apenas o público de estádio (3/7)
Read 7 tweets

Did Thread Reader help you today?

Support us! We are indie developers!


This site is made by just two indie developers on a laptop doing marketing, support and development! Read more about the story.

Become a Premium Member ($3/month or $30/year) and get exclusive features!

Become Premium

Too expensive? Make a small donation by buying us coffee ($5) or help with server cost ($10)

Donate via Paypal Become our Patreon

Thank you for your support!

Follow Us on Twitter!