Bandidos e trabalhadores moram no mesmo território em uma favela, mas não formam uma "comunidade".

Isso é uma ideia marxista, transformada em engodo político-eleitoral através da distorção proposital da linguagem.
É também um enorme obstáculo para a implantação de políticas de segurança em favelas.

Através da repetição maciça nos meios de comunicação, a doutrinação do politicamente correto obriga os cidadãos de bem a se verem como “irmãos” dos bandidos.

Todos são "gente lá do morro".
Vítimas e carrascos são considerados membros do mesmo grupo - e o ataque aos criminosos passa a ser visto como ataque à “comunidade”.

É isso que a mídia repete todos os dias.

Foi baseada nessa distorção desvairada que a corte suprema proibiu operações policiais nas favelas.
Agora você conhece a finalidade do termo “comunidade”.

Palavras são tudo.

• • •

Missing some Tweet in this thread? You can try to force a refresh
 

Keep Current with Roberto Motta

Roberto Motta Profile picture

Stay in touch and get notified when new unrolls are available from this author!

Read all threads

This Thread may be Removed Anytime!

PDF

Twitter may remove this content at anytime! Save it as PDF for later use!

Try unrolling a thread yourself!

how to unroll video
  1. Follow @ThreadReaderApp to mention us!

  2. From a Twitter thread mention us with a keyword "unroll"
@threadreaderapp unroll

Practice here first or read more on our help page!

More from @rmotta2

16 Sep
As pautas municipais mais importantes para o Rio:

-Transformar a Guarda Municipal em polícia treinada e armada para o combate ao CRIME, em conjunto com a PM, conforme a lei federal Nº 13.022, de 8 de agosto de 2014.
-Implantar tolerância ZERO com desordem urbana: acabar com ocupação de calçadas, cracolândias, comércio ilegal e receptação de mercadorias roubadas

-Controlar a favelização

-Criar um "cinturão turístico" com taxa de criminalidade ZERO
-Transformar o Rio em CIDADE DIGITAL, centro mundial de inovação, ensino, uso de tecnologia e empreendedorismo

-Restruturar a administração municipal cortando custos, reduzindo dívidas, impostos e burocracia
Read 11 tweets
11 Sep
As eleições desse ano estavam marcadas para outubro (foram adiadas para novembro).

Um cidadão que quisesse se candidatar deveria estar filiado a um partido até abril. A partir daí NENHUMA MUDANÇA DE PARTIDO É POSSÍVEL.
As convenções partidárias foram marcadas para Setembro. É nas convenções que os candidatos do partido - seus colegas na disputa pelo voto - são definidos.

Imagine que, na convenção, você descobre que uma pessoa que você tem em mau conceito será seu colega de eleição.

Azar o seu
Você não pode mais mudar de partido. O prazo expirou em abril.

Você tem duas alternativas: engole o sujeito (e tenta explicar aos seus eleitores) ou desiste da candidatura e espera mais quatro anos.
Read 6 tweets
11 Sep
Hoje é um bom dia para lembrar da minha proposta de lei: todos os advogados criminais devem declarar NOS AUTOS DO PROCESSO o valor e origem dos honorários recebidos.

Porque a sociedade tem direito de saber de onde vem o dinheiro que paga a defesa dos acusados.
Especialmente em casos de crimes econômicos como corrupção ou tráfico, quando é provável que o advogado esteja sendo pago com o produto do crime.
“Mas o advogado já declara à Receita”.

Uma coisa nada tem a ver com a outra. As declarações à Receita são fiscais e protegidas por sigilo (isso quando existem).
Read 4 tweets
8 Sep
Democracia, República e Vontade Popular: O Melhor Que Podemos Fazer

Eleições são a forma de acesso do cidadão aos poderes Executivo e Legislativo nas repúblicas democráticas. Mas o que são democracia e república ?
Democracia vem da palavra grega dēmokratiā, formada por dēmos - povo - e kratos - força. É o governo do povo. Democracia é uma forma de divisão do poder político, criada nas cidades-estado da Grécia antiga.
Nessas cidades os cidadãos se reuniam para decidir que leis deveriam ser criadas para o governo comum.

A democracia grega excluía mulheres, escravos, estrangeiros e todas as pessoas com menos de 20 anos de idade.
Read 24 tweets
6 Sep
Não me tornei conservador. Na verdade, me descobri conservador.

Em 1994 voltei ao Brasil, depois de 5 anos morando nos EUA, e desde então não conseguiu mais me conformar com nosso atraso, crime e corrupção.

Tive a ideia de criar um partido político, o Novo.
Conheci o liberalismo, a importância da competição, do livre mercado e da redução dos impostos.

Mas sempre senti que a questão do Brasil era moral, e o maior problema era a impunidade, que gera a corrupção e o crime sem controle.
Percorri o país inteiro falando sobre isso. Nunca vai existir desenvolvimento enquanto formos prisioneiros do crime.

Por isso saí do partido que fundei - porque não existirá nunca “livre mercado” enquanto formos assaltados todos os dias, e o criminoso ficar impune 98% das vezes.
Read 6 tweets
6 Sep
A ânsia de reescrever a história pode levar a armadilhas inesperadas.

No ano 387 A.C. 12 mil guerreiros celtas, comandados por Brennus, saquearam Roma, até que o senado ofereceu 500 quilos de ouro para que fossem embora.
Na hora do pagamento, os senadores questionaram a honestidade da balança celta. Brennus retirou sua espada da cinta e a jogou em cima do contrapeso, aumentando a quantidade de ouro que deveria ser paga. “Vae victis”, foi o seu comentário: “coitados dos vencidos”.
A história é, quase sempre, escrita pelos vencedores. Ao final, os vencedores foram os romanos; doenças acabaram reduzindo o número dos guerreiros celtas, que foram expulsos da cidade e massacrados.
Read 11 tweets

Did Thread Reader help you today?

Support us! We are indie developers!


This site is made by just two indie developers on a laptop doing marketing, support and development! Read more about the story.

Become a Premium Member ($3/month or $30/year) and get exclusive features!

Become Premium

Too expensive? Make a small donation by buying us coffee ($5) or help with server cost ($10)

Donate via Paypal Become our Patreon

Thank you for your support!

Follow Us on Twitter!