Argentina:
Segundo o Instituto Nacional de Estatísticas e Censos (Indec), a inflação de junho foi de 3,2%.
A inflação acumulada desde janeiro é de 25,3%.
A inflação acumulada dos últimos 12 meses é de 50,2%.

No início do ano o governo do presidente Alberto Fernández calculava que a inflação seria de 29%.
Isto ocorre em um cenário no qual a pobreza, de acordo com os últimos índices, relativos ao 2o semestre do ano passado, é de 42%

E desses 42%, 10,5% são considerados indigentes, isto é, pessoas que não conseguem se alimentar de forma regular diariamente
O pano de fundo da crise é uma queda do PIB de 9,9% no ano passado
Mas as 8 graves crises que ocorreram nos 46 anos seguintes, tanto em governos militares e civis, peronistas como não-peronistas, elevaram a pobreza de forma persistente.
No governo do ex-presidente Carlos Menem a pobreza começou a ficar estrutural e com a crise de 2001-2002 ela chegou a 57% de pobres.
Engenheiros, professores, advogados, viraram favelados, catadores de papel, sem teto
Em 2003 a pobreza começou a cair até 23,4% em 2006. Mas em 2007 voltou a crescer...e nunca mais parou.
Cristina Kirchner tentou camuflar a pobreza maquiando os índices, afirmando que o país tinha apenas 6% de pobres, “menos que a Alemanha”.
Depois, deixou de publicar os números. Seu então ministro da Economia, Axel Kicillof, afirmou que dar os dados seria “discrimar” os pobres.
Mas no mundo real C.Kirchner finalizou seu mandato com 30,2% de pobres.
Com Maurício Macri escalou para 36%.
E nos últimos tempos, já no mandato de Alberto Fernández, com esses tenebrosos 42%
Gírias argentinas sobre as crises:
“Malaria”: Nada a ver com a doença tropical. Na Argentina é o período de vacas magras, tempos de pobreza.
O oposto seria “Tirar manteca al techo”,isto é, “Jogar manteiga no teto”. Expressão para indicar tal abundância que até se pode dar ao luxo excêntrico de arremessar manteiga no forro.
A inflação argentina desde 2008, quando ela voltou à casa dos dois dígitos anuais:
2008: 23%
2009: 14,8%
2010: 25,7%
2011: 22,5%
2012: 25,2%
2012 25,2%
2013: 27,9%
2014: 38,5%
2015: 27,8%
2016: 40,7%
2017: 24,7%
2018: 48%
2019: 53,8%
2020: 36,1%

• • •

Missing some Tweet in this thread? You can try to force a refresh
 

Keep Current with Ariel Palacios

Ariel Palacios Profile picture

Stay in touch and get notified when new unrolls are available from this author!

Read all threads

This Thread may be Removed Anytime!

PDF

Twitter may remove this content at anytime! Save it as PDF for later use!

Try unrolling a thread yourself!

how to unroll video
  1. Follow @ThreadReaderApp to mention us!

  2. From a Twitter thread mention us with a keyword "unroll"
@threadreaderapp unroll

Practice here first or read more on our help page!

More from @arielpalacios

Apr 20
Em um dia 20 de abril, mas de 1889, nascia na Áustria Adolf Hitler. Pintor de aquarelas fracassado, posteriormente ditador da Alemanha e genocida.
O Fuehrer bateu com as canelas em 1945…mas sua influência é percebida ainda hoje, inclusive nos trópicos. Image
No período entre os últimos meses do governo da ex-presidente Dilma Rousseff e a eleição de Bolsonaro, centenas de manifestações foram realizadas nas cidades brasileiras com o slogan “Acorda Brasil”.
Uma parte significativa dos integrantes dessas manifestações – tudo indica – seriam posteriormente eleitores e militantes do militar que tomou posse em janeiro de 2019.
Read 14 tweets
Apr 19
Educação & Cultura (e políticos): Só como dado histórico, nestes tempos de ignorância alastrada e de jeca desprezo pela cultura, me lembrei de Hermann Goering, um dos genocidas braços-direitos de A.Hitler, que teria dito “Quando ouço a palavra Cultura, pego meu revólver!"
Mas, tudo indica que Goering – que era um jacu, como tantos outros políticos nascidos antes dele e depois - teria copiado a frase ....
...da peça “Schlageter” de Hanns Johst: "Wenn ich Kultur hore ... entsichere ich meinen Browning!" Isto é, “Quando ouço a palavra cultura...retiro a trava de segurança de minha Browning!" (Ato 1, cena 1)
Read 4 tweets
Apr 18
E agora, ateeeeeenção!!!!
Nossa sessão “O Atacadão do Thread”, hoje em edição especial sobre as delirantes fakenews Made in Brazil sobre o resto da América Latina: Image
Marinha de alto-mar da Bolívia bombardeia Ulan-Bator.
Ou, uma breve antologia das mais delirantes e ilógicas fakenews emitidas por autoridades brasileiras sobre a Argentina e o resto da região.
Coluna no @labs_news:
labsnews.com/pt-br/artigos/…
@labs_news Ex-ditadores argentinos em mode Walking Dead e outras fake news que no Brasil circularam (e circulam) sobre a Argentina e o resto da região.
Parte 2 das colunas no @labs_news sobre fake news na região:
labsnews.com/pt-br/artigos/…
Read 4 tweets
Apr 15
No início da década de 1920, o ditador italiano, o "duce" Benito Mussolini (o fundador do Fascismo), adorava andar em moto com seus militantes.
Read 15 tweets
Apr 13
Argentina, disparada inflacionária:

O Instituto Nacional de Estatísticas e Censos, o Indec, anunciou que o índice de inflação de março foi de 6,7%
Desde abril de 2002 não ocorria um índice de tal magnitude. Image
Desta forma, a inflação argentina acumula 16,1% nos primeiros três meses deste ano. Image
A inflação argentina acumulada nos últimos 12 meses é de 55,1% Image
Read 7 tweets
Apr 13
Candidatos presidenciais dos mais variados partidos, lembrete just in case:
1-O presidente da Argentina é o Alberto Fernández.
2 -Não confundir Malvinas com Maldivas.
3 - Não confundam Peru com Turquia (Turkey)
4 - Bermudas é um país (e não somente uma peça de roupa para o verão)
Não confundir cefaleias com acefalia
E não confundir RS com RN...
Nem MS e MT.
Read 11 tweets

Did Thread Reader help you today?

Support us! We are indie developers!


This site is made by just two indie developers on a laptop doing marketing, support and development! Read more about the story.

Become a Premium Member ($3/month or $30/year) and get exclusive features!

Become Premium

Don't want to be a Premium member but still want to support us?

Make a small donation by buying us coffee ($5) or help with server cost ($10)

Donate via Paypal

Or Donate anonymously using crypto!

Ethereum

0xfe58350B80634f60Fa6Dc149a72b4DFbc17D341E copy

Bitcoin

3ATGMxNzCUFzxpMCHL5sWSt4DVtS8UqXpi copy

Thank you for your support!

Follow Us on Twitter!

:(