Orlando Calheiros Profile picture
Ogã de Ogum, Doutor em Antropologia Social (UFRJ), fotógrafo e apresentador do @benzinaInc
🅳G🅴U🅿R🆁U🅴 🎗Apoiem a Midia Independente Profile picture Tyrso Neto Profile picture Maurilia Amaral Profile picture Bruno Mais Profile picture Max Moura Wolosker Profile picture 10 added to My Authors
11 Apr
Sempre bom lembrar que foi EXATAMENTE assim que ele começou a sua corrida presidencial ainda em 2016. Isso não é apenas uma visita, é um símbolo, uma estratégia de aproximação dos "comuns".
Pessoal fica zoando dizendo que parece vereador em época de eleição, e é, a estratégia é essa mesma. Criar uma relação com o "local", com o "popular". Lembrando que enquanto ele faz isso, ele também tira fotos com Malafaia e companhia.
Uma parte crucial da política é que ela é abstrata. O bom político, a boa comunicação política, é aquele, aquela que transforma o abstrato em cotidiano. É isso que Bolsonaro está fazendo aí. Não é "patético", é uma estratégia de comunicação política muito poderosa.
Read 6 tweets
10 Apr
Todo defensor do Direitos Humanos deveria ser contra um debate entre @LulaOficial e @jairbolsonaro.

Em um país sério a surra que o Lula daria no Bolsonaro seria considerada tortura qualificada.
É impressionante como Bolsonaro é incapaz de concatenar meia dúzia de ideias em uma frase que faça algum sentido. Todos os seus discursos são construções precárias que visam atingir um bordão.
Percebam que seus discursos sempre tem um bordão para ser atingido. É uma espécie de áudio de whatsapp - e não estou sendo leviano na comparação. Ele fala como quem manda áudio no WhatsApp (e sempre foi assim, mesmo antes da tecnologia).
Read 9 tweets
8 Apr
Lembram que, diante do aumento da sua rejeição, o Bolsonarismo passaria os próximos meses "aquecendo" as redes religiosas para - de alguma forma - controlar a narrativa da pandemia, especialmente diante da nova rodada do auxílio emergência.

É exatamente isso que estamos vendo.
Não é "cortina de fumaça", como muitos estão dizendo, é tática, é método que agitação popular, mobilização de suas bases. No auge da pandemia criam uma suposta guerra pela liberdade religiosa, uma guerra onde os fieis são arregimentados para lutar.
Veja bem, lutar não apenas contra o fechamento de Igrejas, não apenas contra as medidas de isolamento social, mas contra todos os inimigos de sua religião. Uma guerra que tem várias frentes, desde a desobediência das normas, passando pela criação de listas de "políticos malditos"
Read 8 tweets
6 Apr
A tragédia brasileira em três atos (imagens): na primeira, o fantasma da Venezuela, suposta terra devastada onde as pessoas passam fome. Na segunda, esse fantasma sendo conjurado para justificar as atitudes desse governo. Na última, o país do real se torna o próprio fantasma.
No Brasil de @jairbolsonaro, 116 milhões de pessoas não tem segurança alimentar. Não estamos falando da redução do poder de consumo, como nas crises anteriores, estamos falando de FOME. Ou seja, da impossibilidade de adquirir o mais básico dos itens, a comida.
A pandemia deixou 19 milhões com fome em 2020, atingindo 9% da população brasileira, a maior taxa desde 2004, há 17 anos, quando essa parcela tinha alcançado 9,5%. E quase o dobro do que havia em 2018, quando o IBGE identificou 10,3 milhões de brasileiros nessa situação.
Read 6 tweets
6 Apr
Um mito que precisa ser combatido é o de que o Brasileiro é um povo particularmente indisciplinado, não apenas por ser particularmente conveniente para os políticos - que a utilizam para se isentar de suas responsabilidades -, mas por sua origem eugenista/racista.
O mito se baseia amplamente na crença racista de que a composição genética, vamos dizer assim, do povo brasileiro é comprometida na origem por conta dos componentes africano e ameríndio. Lembram da fala racista do Mourão, ela representa bem essa ideologia

congressoemfoco.uol.com.br/eleicoes/moura…
Sempre bom lembrar que a "importação" de europeus já foi política oficial do governo para "melhorar" a "raça brasileira" (vide, por exemplo, o decreto-lei 3.010 de 1938). Isso vem de antes de Vargas - Dom Pedro II tem uma atuação forte nessa área - e não terminou com ele.
Read 11 tweets
5 Apr
Temos que parar de tratar o "mercado" e o "empresariado" como sujeitos racionais e pragmáticos. Se tem uma coisa que a história prova é que tanto o "mercado" quanto o "empresariado" jogam contra seus próprios interesses por ideologia.
O "mercado" e o "empresariado" não são compostos por sujeitos capazes de avaliação política fora da curva, não são. Eles agem segundo suas próprias paixões, motivados por pressupostos como os de quaisquer outros. "Apenas" - e coloque aspas aí - tem uma influência maior.
Essa ideia de que os "investidores" são uma encarnação da razão interessada é uma invenção dos próprios que as esquerdas tomam de barato. Para entender os movimentos e interesses do mercado é preciso compreender a própria moral dos sujeitos que o encarnam.
Read 7 tweets
4 Apr
Galera, fica a dica fundamental, jamais percam tempo discutindo com contas do tipo ZeBolso176739728 ou Lilaconserva1736637. Se tem um monte de número no fim é fake ou bot. De uma forma ou de outra não merecem atenção, vamos parar de dar engajamento para esse tipo de manobra.
Manobra mesmo, pois a estratégia é essa, não apenas disseminar a mensagem deles, como nos manter presos naquilo, nos desgastando psicologicamente, ainda, nos fazendo perder tempo com aquilo no lugar de estarmos fazendo algo produtivo, como nos organizar.
Salvo alguma coisa extraordinário nesse domingo, esse deve ser o tema da minha live de segunda na twitch

m.twitch.tv/ocalheiros
Read 4 tweets
3 Apr
Quem me acompanha na twitch tem visto meus alertas sobre essas mobilizações dos bolsolavistas contra alguns nomes das FA que ocupavam cargos no governo Bolsonaro. Ainda ressaltei: apenas o Heleno está sendo poupado nos grupos e no tal mel*nci* g*te.
Já vi menções de que membros das altas cúpulas militares eram leais ao PT - ontem, inclusive, durante sua live, Bolsonaro falou de um general fez parte do seu governo e deve vir como vice do Lula -, falavam, inclusive, do aparelhamento das FA.
Hoje emerge essa teoria da conspiração estapafúrdia de que Heleno impediu um golpe do STF e por isso a troca geral no comando das tropas. Basicamente, a última cartada (desesperada) dos sujeitos.
Read 6 tweets
2 Apr
Quem viu minha live na Twitch mais cedo já sabe, ontem acompanhei a Live do Presidente, aquela que ninguém assistiu e teve chat fechado. Queria saber qual narrativa ele utilizaria para falar sobre a troca dos comandantes das tropas. A resposta? Nenhuma - e isso é um ótimo sinal.
Pois sinal de que eles não conseguiram emplacar nenhuma narrativa eficaz no mundo do whatsapp. Sinal claro de desgaste entre as bases, até mesmo entre setores que até então tinha uma fé inabalável no seu governo.
Basicamente, ontem, ele se limitou a dizer que o PT que "aparelhou" o ministério da defesa e disse que o que se passou entre ele e o ministro da defesa não cabe a mais ninguém. Sim, a narrativa foi essa.
Read 8 tweets
31 Mar
Passei os últimos dias monitorando os grupos do ZAP para ver alguma manifestação anormal para a data, contudo tirando um punhado de "lobos solitários" que afirmavam estar a caminho de Brasília, não teve muita coisa. Até os fakes diminuíram.
Só um monte de meme besta e montagem tosca falando do golpe de 64. A # dos sujeitos foi impulsionada por bots e/ou contas pagas, pouco tração orgânica dessa vez (ao contrário do ano passado).
Tempos distintos, em abril do ano passado a Covid estava apenas no começo, agora já passamos a marca das 300 mil mortes. Isso tem um impacto que não se resolve com meme e bravata.
Read 4 tweets
31 Mar
Uma história de torturas, genocídios e execuções não se celebra, se lamenta. #DitaduraNuncaMais
Os militares querem falar de história? Então vamos falar de história, vamos falar dos pelo menos dez mil indígenas mortos por conta das ações diretas do regime?
Vamos falar das inúmeras pessoas que foram mortas no campo em nome do projeto militar? Da estrutura fundiária assassina que o regime implementou e defendeu?
Read 6 tweets
30 Mar
Não minimizem isso, esse evento não tem precedentes na história recente desse país. Trata-se de uma crise real e profunda entre militares e governo.

g1.globo.com/politica/notic…
O pior de tudo é saber que o bem da população brasileira não é, e nunca foi, a causa de todo esse imbróglio. Mais de 300 mil mortos, economia destruída e os militares só resolveram "mandar um recado" quando Bolsonaro resolveu intervir nas FA.
Esse foi basicamente o tema da live da twitch de hoje, sobre como esse conflito entre as FA e o Governo é uma disputa de poder e não uma discordância no que diz respeito ao projeto político.

twitch.tv/videos/9687607…
Read 4 tweets
29 Mar
O Bolsonarismo, nesse momento, sofre de uma doença autoimune que, tudo indica, entrou numa espécie de estado terminal. As demissões, parece, apontam para um espécie de autofagia: um isolamento coordenado pelos bolsolavistas.
O problema é que, diante do contexto, isso pode causar uma queda "prematura" do governo (o conflito com o Clube Militar e militares da ativa se aprofundou com a história do Mel*nci* G*ate) ou uma sobrevida do governo e uma radicalização de suas bases.
A queda do Ernesto Araújo foi um golpe certeiro no bolsolavismo, o que estamos vendo, parece, é a resposta. Bolsonaro está tratorando seus desafetos intestinos enquanto seus aliados promovem a radicalização.

epoca.globo.com/guilherme-amad…
Read 10 tweets
29 Mar
Véspera das comemorações do golpe de 64, políticos bolsonaristas clamando por um motim policial. Em Brasília o ministro da defesa pede demissão alegando ter preservado "as Forças Armadas como instituições de Estado."

Quem não está com medo não está prestando atenção.
Hoje ninguém dorme em Brasília (ou no Brasil).
Read 7 tweets
29 Mar
Quem viu a minha live na twitch hoje viu que eu estava falando exatamente disso. Tá rolando um esforço coordenado de radicalização das bases bolsonaristas usando o episódio na Bahia.
Agora o Onyx faz um pronunciamento acenando para os "policiais"

Não se deixem enganar, isso é antes de tudo um ato desesperado de um movimento que está colapsando, uma última medida, uma tentativa de ganhar alguma tração popular por meio de uma narrativa absurda.
Read 5 tweets
28 Mar
Na nossa live de amanhã, entre outras coisas, vamos falar sobre a tentativa (natimorta) de contra-ataque do Ernesto Araújo (e dos bolsolavistas). Ainda, quem são, do que se alimentam, o que pensam estes que (ainda) compõe o núcleo duro do bolsonarismo.

twitch.tv/ocalheiros
As lives ocorrem todo dia 10:00 e ficam gravadas por uma semana.
Mais um tema para amanhã

oglobo.globo.com/brasil/descont…
Read 4 tweets
28 Mar
Passou um comentário na TL sobre o pedido da Pam Keith de intervenção internacional no Brasil que eu só posso rir: basicamente um "quem poderia imaginar que os políticos democratas compartilham da mesma sanha imperialista dos republicanos?" e não era irônico.
Lembram dos drones do Obama mandando abraços e beijos para os cidadãos do Afeganistão? Ou dos bombardeios de rosas no Iraque ordenados pelo Clinton?
Sempre bom lembrar que os EUA adoram usar argumentos "humanistas" e progressistas para invadir e destruir outros países. A ladainha é sempre a mesma, não muda o disco, independente do partido.
Read 4 tweets
27 Mar
Como insisto, o fascismo e suas variantes, como a eugenia, não é uma ideia acabada, que precisa de um nome, um símbolo para efetivamente existir, ele se espalha e atinge todos os setores da sociedade de uma forma difusa. A fala absurda da Xuxa é um exemplo disso.
Falamos de racismo estrutural, de machismo estrutural, justamente, para dar conta desse caráter difuso, por vezes até pré-consciente, das estruturas de opressão.
Mas quando se trata de fascismo começam os purismos, ao ponto que movimentos claramente fascistas, como o bolsonarismo, não podem ser considerados dessa forma por medo de "despolitização da palavra" ou qualquer besteira do tipo.
Read 13 tweets
25 Mar
Pelo visto a manobra do Governo Federal de mudar os protocolos dos registros de óbitos por COVID - que pegou o "ministro da saúde" de surpresa - tinha como único intuito produzir uma narrativa e apenas isso. A ideia de que os óbitos estão sendo inflados, que os mortos não tem CPF
Agora veja o nível em que chegamos: o governo federal e seus asseclas, incluindo-se ai o novo "ministro da saúde", sabiam que não conseguiriam implementar o seu plano de mudar os protocolos de registros de óbitos. O fizeram apenas mirando na "repercussão".
Eles sabiam que os números despencariam, eles sabiam que a mudança geraria um gargalo. Eles não "recuaram" diante da repercussão negativa, o plano, pelo visto, era exatamente esse, criar um factoide.
Read 4 tweets
19 Mar
Vamos dar uma olhada com atenção na lei que define o crime de genocídio.

Lei nº 2.889 de 01 de Outubro de 1956
Define e pune o crime de genocídio.

Art. 1º Quem, com a intenção de destruir, no todo ou em parte, grupo nacional, étnico, racial ou religioso, como tal:
a) matar membros do grupo;
b) causar lesão grave à integridade física ou mental de membros do grupo;
c) submeter intencionalmente o grupo a condições de existência capazes de ocasionar-lhe a destruição física total ou parcial;
d) adotar medidas destinadas a impedir os nascimentos no seio do grupo;
e) efetuar a transferência forçada de crianças do grupo para outro grupo;
Read 6 tweets
19 Mar
Na live da twitch eu falava exatamente sobre como o Bolsonarismo iria tentar criar um pânico moral para aquecer suas bases e encontrar uma saída para a crise em que se meteu. Saio da live e vejo as redes e grupos falando do Comunismo e Bolsonaro prometendo um golpe para evitá-lo.
Sim, golpe, pois se ele diz que o Governo Federal vai implementar um Estado de Sítio "para dar liberdade para o povo" ele está falando abertamente de passar por cima do Congresso - que nesse momento não parece muito afeito à ideia.
A fala do Lira de ontem foi sintomática: deputados estão sentindo o efeito da pandemia sobre suas bases. Alguns tem sido, inclusive, acionados pela população para que consigam vaga em hospitais para parentes com Covid, para que consigam remédios.
Read 7 tweets