GVENCK Profile picture
O GVENCK é um grupo de extensão que atua na área de melhoramento genético de plantas. É composto por alunos de Graduação e Pós-Graduação da ESALQ/USP
27 Jul
@Twitter Você conhece sobre o Ensaio de Valor de Cultivo e Uso? Vem conferir essa thread ->
Os programas de melhoramento objetivam o desenvolvimento de cultivares superiores às atuais, através de diversos métodos e avaliações. Para o lançamento de cultivares no mercado, o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA) estabelece mecanismos
para organizar, sistematizar e controlar a produção e comercialização de sementes e mudas através do Registro Nacional de Cultivares (RNC). Este registro visa habilitar cultivares e espécies de quaisquer grupos para a produção e comercialização,
Read 16 tweets
21 Jul
Você sabe o que é o mapeamento de QTL? Na thread de hoje, trouxemos algumas informações que irão te ajudar a entender melhor sobre essa ferramenta muito empregada no melhoramento genético. Segue o fio →
QTL (quantitative trait loci) são locos gênicos que expressam características quantitativas, ou seja, caracteres poligênicos que são mensurados em quantidades, como peso, medidas e volume. O fenótipo expresso por essas características é altamente influenciado pelo ambiente. (...)
(...)
O mapeamento de QTL tem sua importância ao possibilitar a identificação dos marcadores associados a tais locos e mensurar os efeitos dos genes predominantes.
(...)
Read 15 tweets
20 Jul
Você conhece a EPIGENÉTICA? Vem com a gente na thread de hoje -->
O termo epigenética refere-se a todas as mudanças reversíveis e herdáveis no genoma funcional que não alteram a sequência de nucleotídeos do DNA.
(...)
(...)
Fazendo um comparativo com uma linguagem, essas mudanças epigenéticas são como acentos em palavras e as palavras são o DNA. Os acentos não alteram a ordem das letras em uma palavra, mas influenciam na sua leitura e no seu significado.
(...)
Read 17 tweets
12 Jul
Você sabia que as plantas nem sempre foram como as encontramos no supermercado? Na thread de hoje explicamos um pouco sobre a domesticação das espécies vegetais. Segue o fio →
Com o surgimento da agricultura surgiu também o processo de domesticação das espécies. Espécies domesticadas são aquelas cujo o homem conduziu seu processo evolutivo, não necessariamente, as adaptando para o que seria mais vantajoso à espécie e sim às necessidades humanas (...)
(...)
Dessa forma, as espécies domesticadas são mais ou menos dependentes do homem de acordo com o seu grau de domesticação. Os principais processos evolutivos envolvidos são:
- mutação;
- hibridação interespecífica;
- poliploidia e
- seleção artificial.
(...)
Read 13 tweets
5 Jul
Você já ouviu falar de poliploidia? Diversas culturas poliplóides possuem grande importância na agricultura. Hoje nossa thread é sobre POLIPLÓIDES! Segue o fio →
A poliploidia refere-se a uma duplicação de todos os cromossomos de uma célula em uma determinada espécie. Podendo ser de 2 tipos: alopoliplóides e autopoliplóides (...)
(...)
A autopoliploidia consiste na duplicação do número de cromossomos pela própria espécie, de modo que uma espécie que deveria ter duas cópias do mesmo cromossomo, uma vinda do pai e outra da mãe, passa a ter 4, 5, 6, 7 ou mais cópias do mesmo cromossomo.
(...)
Read 9 tweets
28 Jun
A seleção recorrente é uma técnica de melhoramento de populações, principalmente aplicada em plantas alógamas. Você sabe quais são seus objetivos e como ela é realizada? A thread de hoje é sobre isso! Segue o fio →
(...)
A seleção recorrente (SR) é realizada quando um sistema deseja aumentar e acumular de
modo gradativo e contínuo os seus alelos favoráveis, realizando muitos ciclos de seleção
sem que a variabilidade genética da população seja reduzida.
(...)
(...)
Portanto, ocorre concentração de alelos favoráveis e um consecutivo aumento da média populacional. É uma técnica
importante e muito utilizada no melhoramento de plantas.
(...) Image
Read 12 tweets
14 Jun
A cultura de tecidos vegetais envolve diferentes aplicações que envolvem ambiente controlado e cultivo de plantas ou parte de plantas em meio de cultura. Você sabe quais são e quais aplicações no melhoramento? É isso que explicamos na thread de hoje. Segue o fio -> Image
A cultura de tecidos vegetais envolve:
- Micropropagação;
- Embriogênese Somática;
- Obtenção de haplóides e duplo-haplóides;
- Resgate e cultivo de embriões;
- Transgenia. (...)
(...)
A MICROPROPAGAÇÃO consiste em diferentes rotas morfogênicas para obtenção de plantas in vitro. São feitas a partir de regiões meristemáticas, e podem ocorrem mutações.
Suas VANTAGENS incluem:
1 - Maior rendimento (número de plantas/ tempo e espaço);
(...)
Read 23 tweets
7 Jun
CRISPR é a tecnologia mais recente de edição genética, e que tem causado bastante discussões. Você sabe como ela funciona? Na thread de hoje explicamos qual a base dessa técnica e como ela pode ser aplicada no melhoramento. Segue o fio ->
Foi descoberta em 1987 por Yoshizumi Ishino, uma região com sequências repetidas e espaçadoras em E. coli. Através de estudos posteriores, essa região foi identificada como parte de um processo de defesa dos procariotos contra (re)infecções de patógenos.
(...)
(...)
Esse sistema imune adaptativo se compõe basicamente de uma região de sequências repetidas e espaçadoras (CRISPR- Clustered Regularly Interspaced Short Palindromic Repeats) e de um conjunto de genes Cas (Crispr Associated Genes).
(...)
Read 23 tweets
31 May
Você conhece a Fenotipagem de Alto Rendimento e suas utilidades no melhoramento genético?

Nessa thread, explicaremos um pouco dessa ferramenta e porquê ela é importante para o melhoramento.

Segue o fio ;)
Na ciência vegetal, a fenotipagem de alto rendimento é o conjunto de metodologias e protocolos que utilizam sensores remotos para mensurar o desenvolvimento, a arquitetura e a composição da planta em diferentes escalas, de forma acurada, não laboriosa e não destrutiva.
A acurácia da maioria dos modelos estatísticos e genômicos empregados no melhoramento vegetal e nos estudos do genoma funcional dependem da qualidade da fenotipagem.
Read 15 tweets