Ale Santos Profile picture
Escritor Afrofuturista, Finalista do Jabuti 2020, Finalista do CCXP Awards, 50 mais criativos pela Wired Festival e Podcast @InfiltradosNC
⚠️TW⚠️AVISO DE GATILHO ⚠️ Profile picture Luana Profile picture h.d.mabuse Profile picture laurão do rugby 🏉 Profile picture Glenda 🇵🇸 Profile picture 9 added to My Authors
May 26 7 tweets 2 min read
Consegue imaginar que uma das palavras mais lindas dentro de algumas culturas africanas pode ter se originado do termo "Criado"? Essa thread é sobre o poder de construir novos significados Em 1637, um missionário francês descreveu no Relation du voyage du Cap-Verd, uma figura destacada no Império Mali, era um tipo de conselheiro, mas uma casta de sábios, músicos e guardiões das tradições orais daquele povo. Ele não entendia exatamente, chamou de guiriot.
Jul 15, 2021 8 tweets 3 min read
Quando os primeiros navegantes se depararam com pessoas negras nos séculos XVI eles as descreveram como "seres imundos e inferiores", muitas vezes relacionavam o mau cheiro à pele negra. O mito racial que se consolidou nos séculos seguintes defendia uma total distinção das características físicas e mentais entre negros e brancos, mesmo no Brasil os intelectuais do início da República (até alguns abolicionistas) defendiam essa crença
Jul 15, 2021 4 tweets 1 min read
As vezes me perguntam como eu consigo ter amigos de vários espectros políticos e a resposta está na realidade: minha família é assim, tem todo tipo de gente, de reacionário fã de milico à petista roxo. Acho que essa dicotomia esquerda vs direita tem contornos mais definidos na internet e também nas capitais, porque no interior é tudo meio nublado e até mesmo candidatos da esquerda exibem um conservadorismo com pautas de "família tradicional" e armamentista 😐
Jul 13, 2021 6 tweets 2 min read
Saí do painel da UFRJ inspirado por conhecer outras visões sobre #Afrofuturismo. Aliás é interessante perceber que a discussão partindo do pessoal da tecnologia pode ter contornos bem diferentes da arte, pois eles tentam materializar um imaginário afrofuturista em nossa realidade Enquanto eu, como ficcionista, não me interesso em construir mundos possíveis, mas de fazer a jornada da exploração imaginativa, que pode até explicar uma essência científica, porém pretende extrapolar ela.
Jul 13, 2021 4 tweets 2 min read
A grande substituição é uma teoria criada por supremacistas que teorizam sobre o genocídio branco através da miscigenação e da imigração em países Europeus. Ela foi citada pelo terrorista que matou 51 pessoas em um massacre em duas mesquitas na Nova Zelândia (2019) Image "A crise de imigração em massa e níveis sub-reposicionários de fertilidade são um ataque contra o povo Europeu, que se não combatido, resultará na completa reposição racial e cultural do povo Europeu." - Trecho do Manifesto Terrorista
May 13, 2021 18 tweets 6 min read
A abolição da escravatura não pode ser reduzida a uma história da Disney, onde os heróis são simplesmente reis e princesas. Diversos nomes ecoaram como o brado da liberdade, um deles eu conto aqui: Prudhome, o José do Patrocínio #13deMaio Conhece a expressão "filho do padre", é assim que começa a saga do José. Filho de um vigário que engravidou Justina do Espírito Santo, uma menina de 15 anos, escravizada em Campos dos Goytacazes (RJ). Mesmo sem reconhecer o moleque, o mandou pra viver na sua fazenda
Apr 7, 2021 5 tweets 2 min read
Criei uma série para contar as histórias dos grupos supremacistas brasileiros e personagens do submundo que agora estão se organizando graças aos sinais emitidos pelo governo Bolsonaro

Listei alguns dos principais episódios pra ficar por dentro dessa conversa Começando pelos nazistas que estavam escondidos no país (e outros que não precisaram se esconder)

open.spotify.com/episode/0nMrq0…
Apr 6, 2021 7 tweets 2 min read
Já que o Rodolfo quer falar de "semelhança do cabelo". Fiz uma lista de personalidades com penteado parecido com o dele, que também ridicularizavam ou odiavam os cabelos soltos e naturais de uma pessoa negra #BBB21 Nikolaus “Klaus” Barbie o " Açougueiro de Lyon
Oct 20, 2020 5 tweets 3 min read
Em 1828 Thomas Dartmouth "Daddy" Rice criou o personagem Jim crow, pintando sua cara de branco, os lábios de vermelho e dançando de forma caricata para ridicularizar a cultura e a vida dos negros escravizados Image A prática se tornou uma tradição que estava aliada com as crenças científicas que determinavam a inferioridade intelectual, cultural e moral de pessoas negras. O cinema pulverizou esse estereótipo no imaginário popular com filmes como A Nigger in the Woodpile (1904)
Aug 29, 2020 8 tweets 3 min read
Samuel George Morton é considerado o pai do racismo científico, ele construiu a teoria das 5 raças baseado em um tipo de poligenismo bíblico que considerava as raças "não brancas" uma degeneração da criação do Deus cristão Essa hierarquia racial determinava que brancos americanos e europeus eram o limite da evolução humana em todos os aspectos, principalmente na moral, na religião, na cultura e no físico
Aug 2, 2020 6 tweets 2 min read
Se você é parente de um dos maiores racistas desse país, que transformou teorias deterministas em leis, pregou a esterilização e chamou negros de degenerados, não pode ocupar os mesmos espaços de relevância e carregar o "prestígio" do nome dele fingindo que isso nunca aconteceu Por isso tô lembrando sempre quem foram os maiores propagadores do racismo científico brasileiro, quem "Inventou" teorias de inferiorização do negro. Alguns nomes aqui: Renato Kehl institucionalizou o racismo open.spotify.com/episode/6unAFP…
Jul 31, 2020 7 tweets 3 min read
Essa capa é a cara de uma parte progressista do país que ainda é responsável pela invisibilidade negra e periférica. Greta, Malala e Felipe Neto são importantes, transformadores, e comunicadores poderosos mas não sintetizam "uma geração". Porque esses jornalistas, dessas redações estão distantes das histórias do dia-a-dia. Da correria de quem atravessa as ruas, desvia do crime, sobrevive a guerra policial e ainda tem um tempo para ser voluntário na ONG e do cursinho preparatório
Jul 3, 2020 4 tweets 2 min read
Após a derrota na guerra civil americana que aboliu a escravatura, os Confederados foram convidados por Dom Pedro II para aproveitar um pouco mais da escravidão aqui no Brasil Eles trouxeram suas teologias racistas e conseguiram prosperar por 2 décadas utilizando a mão escravizada para produção de algodão, fundaram igrejas e escolas e uma cidade: Americana
Jun 26, 2020 4 tweets 2 min read
Na década de 50 o Nazista responsável pelo assassinato de 900 mil pessoas estava trabalhando na a Volkswagen, em São Bernardo do Campo (SP) utilizando o nome verdadeiro Franz Stangl, ele e outros nazistas foragidos vieram para o Brasil após a Segunda Guerra Mundial Investigações recentes mostra que o governo de Getúlio Vargas facilitou a entrada de vários nazistas, alguns ainda não identificados pelos pesquisadores e permitiu até 1938 o crescimento da maior célula nazista fora da Alemanha, á partir de Blumenau (SC)
Jun 23, 2020 10 tweets 4 min read
Uma das coisas mais fantásticas e emblemáticas das culturas do continente Africano são as máscaras ritualísticas. Por vezes, representando leões, gorilas e outros animais em festas ou funerais, as máscaras carregam um verdadeiro poder para os povos originários e seus descendentes Apesar do Brasil ter uma ligação cultural enorme com vários povos africanos, o significado dessas máscaras são um verdadeiro enigma para a maior parte de nós. Elas são muito mais do que enfeites, o culto das máscaras é responsável pela manutenção da harmonia na sociedade
Jun 5, 2020 5 tweets 3 min read
As teorias supremacistas do século XX defendiam que negros tinham intolerância a lactose e que o leite era um símbolo da pureza e dos valores elevados dos arianos. Em 1920 o Conselho Norte-Americano de Laticínios publicou em artigo: “Pessoas que apreciam arte, literatura e música, que são progressivas na ciência e em todas as atividade do intelecto humano são as pessoas que usaram boas quantidades de leite e seus produtos derivados ”
Jun 4, 2020 4 tweets 1 min read
O pupilo do Olavo se doeu na Jovem Pan, disse que ele não pode ser eugenista porque casou com uma negra. Esse cara não sabe nada sobre a história e a literatura racista no país, basta comparar com várias ideias do Olavo pra perceber que são sintonizadas A mais evidente inspiração eugenistas do Olavo é a defesa das correntes migratórias européias que, segundo ele, "civilizaram" o Brasil, isso aliado com o desprezo pelas manifestações culturais africanas era basicamente o mesmo discurso que gerou o descreto de lei eugenistas em 45
Jun 1, 2020 4 tweets 1 min read
O problema não é o Neymar não se posicionar, ele é reflexo de um país com uma educação tão precária que muitos jovens negros, como ele, não entendem o impacto que exercem na própria comunidade. Ele alcançou a fortuna e o sucesso, mas não evoluiu em consciência Precisamos trabalhar para que outros jovens tenham essa educação e saibam separar um bom jogador de futebol de uma figura representativa e significativa para a cultura negra nacional. Ele faz as suas escolhas, mesmo que essa escolha seja se silenciar com medo de perder contratos
May 29, 2020 4 tweets 2 min read
“Quanto mais crescer a obra do abolicionismo, mais se dissiparão os receios de uma guerra civil, de insurreições e atentados." Joaquim Nabuco

Imaginem o tamanho da revolta que poderia existir no país que mais escravizou negros do mundo; até os abolicionistas imaginaram isso A República brasileira, criada pela elite, buscou narrativas que evitassem o confronto. Eles nunca criaram leis que declaravam diretamente o desprezo pelos negros, ao mesmo tempo que criaram teorias científicas para ensinar o próprio negro seu lugar na sociedade.
May 27, 2020 14 tweets 5 min read
Jean-Michel Basquiat colocou o grafite e a alma da cultura urbana no topo das galerias e elevou o imaginário negro do rap e do break ao mesmo status cultural de Pablo Picasso. Essa é a história de uma mente criativa que transformou o drama negro-americano em revolução artística Ele nasceu no Brooklyn em 1960, uma época marcada por perseguição policial, leis de segregação racial e, também, uma explosão da cultura negra que era uma resposta a toda opressão da sociedade. Seu pai, Gerard Jean-Baptiste Basquiat, foi um ex-ministro do interior no Haiti
May 23, 2020 5 tweets 1 min read
Você pode separar o autor Monteiro Lobato da sua obra e continuará achando racismo nas duas coisas. Ele não foi um homem comum que reproduzia preconceito, ele foi um ativista do racismo científico, o desprezo que trata Tia Nastácia é o mesmo que ele direcionava aos negros Qualquer crítico especializado em literatura que só reconheceu o racismo do Monteiro Lobato após 2010, quando divulgaram seu elogio a KKK se esforçou muito para jogar pra baixo do tapete toda militância que o autor fez pelo Darwinismo Social brasileiro