Natalia Pasternak, PhD 🧬 🇧🇷 🇮🇱 Profile picture
microbiologist, science writer, skeptic, trying to promote science and rational thinking over nonsense, president of Instituto Questão de Ciência
Luiz Zahar Profile picture Marcelo Tabajara Profile picture Ery Tenório Profile picture Veronica Morais 🇧🇷 🏴😷 VACINAS SALVAM VIDAS! Profile picture Alberto Neto Profile picture 10 added to My Authors
9 Jun
No ano passado eu fui autuada pelo Conselho Regional de Biologia por "exercício ilegal da profissão". Nunca conseguiram nem explicar qual seria esse exercício, pois eu nunca atuei em atividade exclusiva de biólogo, que exigiria o registro.
Curiosamente, na mesma época, videos difamatórios circulavam me acusando de ser "falsa bióloga" e de mentir no meu Curriculum. Quando inquirido pelos meus advogados, o CRBio alegou que eu me "apresento como bióloga", o que além de ser ridículo, é mentira.
Porque uso sempre meu titulo de doutoramento, microbiologista. Decidi tornar isso público para evitar que outros "biólogos" sejam perseguidos. Se o CRBio realmente quiser autuar todo biólogo sem registro que trabalha em pesquisa e docência, vai ter trabalho.
Read 9 tweets
23 Apr
Hoje o dia já começou assim...socorro! oglobo.globo.com/sociedade/saud…
"O presidente é excelente comunicador e tem uma maneira própria de se comunicar com a população brasileira. Talvez quando o presidente falou isso, ele estava alertando acerca da importância de se verificar segurança não só das vacinas, mas de todos os medicamentos."
"Cada um tem a forma de se comunicar. Ele é excelente comunicador. O presidente é o maior ativo do enfrentamento à pandemia de Covid-19. Ele me deu autonomia para montar equipe técnica à frente do ministério, e abrimos um diálogo bem maior com a comunidade científica."
Read 4 tweets
17 Apr
Olha que resultados promissores da efetividade - como a vacina funciona no mundo real - da Coronavac no Chile.
Opa, a pedidos, entao, uma interpretação do gráfico. é bastante simples, foi um estudo no Chile de acompanhamento de mais de 10 milhões de indivíduos que comparou vacinados, não-vacinados, vacinados após primeira dose, e vacinados após 14 dias da segunda dose.
esses dados do gráfico sao de vacinados 14 dias após segunda dose. e mostram que a vacina foi capaz de prevenir doença em 67%, hospitalização em 85%, necessidade de UTI em 89% e morte em 80%.
Read 4 tweets
11 Apr
Saiu o preprint da Coronavac! papers.ssrn.com/sol3/papers.cf…
Resultados confirmam o que já sabíamos, eficácia de 50,7% para casos leves, 83,7% para moderados. A novidade - muito bem vinda - e aumento da eficácia com maior espaçamento entre doses (62,3%),
o que junto com uma analise de imunogenicidade em idosos que tb aumenta com intervalo maior, sugere que um intervalo de 28 dias pode ser adotado. Outro ponto legal é a cobertura das variantes, funciona bem em todas, como esperado para uma vacina inativada.
Read 5 tweets
10 Apr
Hoje é dia de coluna. Muita gente quer fazer testes de anticorpos para ver se a vacina “pegou”! pode até dar certo para alguns mas não é um método consistente e não serve para isso. blogs.oglobo.globo.com/a-hora-da-cien…
Aproveito para acrescentar - porque coluna tem espaço limitado- que isso também se aplica a esses estudos que mediram anticorpos da Coronavac e deu “ pouco”. Pouco em relação a que? E lembrando que por ser uma vacina inativada ela deve cobrir bem as variantes
então mesmo com eficácia “ menor” pode ter essa grande vantagem. Isso pq as vacinas genéticas e de vetor usam só a proteína S e as inativadas usam o virus inteiro, então tem mais alvos para gerar anticorpos e células T.
Read 5 tweets
26 Mar
A vacina 100% brasileira funciona assim: os americanos desenvolvem, os vietnamitas e tailandeses arranjam os voluntários, e a gente entra com o ovo! www1.folha.uol.com.br/equilibrioesau…
Mauricio e eu comentamos hoje no Diario da Peste sobre o trabalho do Peter Palese. que vergonha ser desmentido pelo pesquisador principal que desenvolveu a quimera. Totalmente desnecessário. O Butantan tem muito mérito no processo,
e fazer parceria com um lab americano de alto nivel deveria ser motivo de orgulho, e nao algo a ser omitido.
Read 6 tweets
6 Mar
Pra quem perdeu hoje o Diario da Peste, Maurício @Virology_FAMERP e eu explicamos com detalhes a relação entre variantes e vacinas.
em resumo: cuidado com preprints e com o alarde feito sobre eles. até agora temos dados suficientes para demonstrar que as vacinas que temos ainda funcionam contra as variantes e por isso devemos usa-las e logo.
alguns preprints mostraram queda de neutralização de anticorpos na variante P1 que circula no Brasil. isso gerou preocupação, fios longos no twitter e muita discussão. os fatos sao bem menos assustadores. ensaios de neutralização medem um único aspecto da resposta imune.
Read 12 tweets
2 Feb
Hoje é dia de boas notícias. papers.ssrn.com/sol3/papers.cf…
Estudo novo da AstraZeneca mostra uma eficácia de 76% com dose única da vacina, nos primeiros 90 dias, e aumenta para 82,4% após a segunda dose, neste intervalo. Mostrando que esperar 3 meses para dar o reforço pode ser realmente uma boa estratégia.
Mas vale a pena dar o reforço, para garantir maior duração da resposta imune. O número de anticorpos neutralizantes também aumentou bem com o reforço.
Read 5 tweets
2 Feb
Vamos de Sputnik hoje? thelancet.com/journals/lance…
ótimos resultados e finalmente a transparência que tanto esperamos. quase 20 mil voluntários, aprox 15 mil vacinados e 5 mil no placebo. eficácia de 91,6%. contra casos graves, nada no grupo vacinado contra 20 no placebo
mostrando mais uma vez o potencial que parece ser comum a todas as vacinas de prevenir doença grave. o que mostra de novo como é irrelevante comparar eficácia de vacinas ao pe da letra.
Read 7 tweets
29 Jan
E vamos de Janssen!!!! jnj.com/johnson-johnso…
Disclaimers de sempre: é press release, e tem poucos dados. Mas o que tem é muito bom! Eficácia de 72% nos EUA, 66% na América Latina e 57% na Africa do Sul. Ensaio com 43 mil voluntários, e 468 eventos. Assim como a Novavax, chama atencao a perda de eficacia na Africa do Sul.
Mais um sinal de alerta para variantes com escape de mutação. Isso mostra - de novo - a urgência de vacinar rapidamente e caprichar na prevenção, pra evitar mais mutantes. Outro fator importante é termos vacinas diferentes, com tecnologias diferentes,
Read 10 tweets
28 Jan
E temos vacina nova com excelente eficácia! Deem boas vindas à Novavax! ir.novavax.com/news-releases/…
Resultados da análise interina (preliminar), contou com 15 mil participantes no Reino Unido, entre 18-84 anos, com 27% maiores de 65, o que dá uma boa quantidade de idosos, que em outras vacinas temos poucos dados. Foram observados 62 eventos (pessoas com sintomas),
Destes 62 eventos, 56 estavam no grupo placebo, e apenas 6 no grupo vacinado, dando uma eficácia de 89%. Muito boa, considerando que 50% dos casos já eram da nova variante do Reino Unido. Dados se segurança ótimos tb, como é de se esperar de uma vacina de proteína.
Read 10 tweets
28 Dec 20
Depois da reportagem na TV cultura sobre etiqueta da pandemia, onde perdi a paciência, creio que cabe republicar minha coluna sobre as festas de fim de ano: blogs.oglobo.globo.com/a-hora-da-cien…
E ainda sobre a reportagem na TV cultura, alguns pontos que nao tivemos tempo de comentar ao vivo, mas que são importantes. Delmantou levantou a questão de que ficaria receoso de corrigir alguém na rua, e a pessoa reagir de forma violenta. Verdade. é um cuidado.
Eu sempre faço isso em locais públicos, e se possível, chamando um gerente ou responsável. Mas a reportagem falava de familiares, em um ambiente de festa, o que é bem diferente. Outro ponto que me chamou atenção foi quando Delmanto comentou sobre um restaurante que ele frequenta
Read 11 tweets
20 Dec 20
Nossa contribuição para a polêmica do mutante inglês! @Virology_FAMERP revistaquestaodeciencia.com.br/questao-de-fat…
Alguns conceitos que apresentamos, fitness viral não é a mesma coisa que fitness epidemiológico, embora muitas vezes ocorram juntos.
sobre esse mutante especificamente, os dados ainda são insuficientes para afirmar se é mais infeccioso e se pode ser co-responsavel pelo aumento de casos no Reino Unido. digo co-responsavel porque certamente não é o unico responsável.
Read 9 tweets
13 Dec 20
Fiz um fio hoje criticando o plano divulgado pelo governo federal. Eis que em seguida fica público que não era o plano de verdade. g1.globo.com/politica/notic…
Minhas desculpas aos pesquisadores envolvidos pelas críticas. Nunca poderia imaginar que este desgoverno chegasse tão longe. Realmente como bem colocado no editorial da @folha temos um fantoche no MS.
não sou jurista, mas entregar documento com assinaturas falsas (porque se os autores nao assinaram, sao falsas) ao STF deveria ser motivo para impeachment
Read 6 tweets
12 Dec 20
Complicado o plano de imunização! g1.globo.com/politica/notic…
As tabelas técnicas sobre as diferentes vacinas estão cheias de erros. Coronavac teria como ponto contra “requer muito virus “, Pfizer está listada como vacina de saRNA qdo é de mRNA e mais um monte de detalhes que nem são tão relevantes pro plano em si, mas
demonstram falta de cuidado na elaboração do documento. os grupos prioritários estao bem definidos, com o criterio de exposição e risco de doenças grave e morte. há espaço para discutir claro, as idades e etc mas no geral está ok
Read 8 tweets
8 Dec 20
Vacina de Oxford na Lancet, nenhuma grande novidade mas algumas preocupações. thelancet.com/lancet/article…
Confirma o resultado de eficácia de 62% divulgado no Press release. O de 90% com meia dose segue sendo um acidente de percurso que precisa ser repetido. O paper mostra o resultado de quatro ensaios independentes, e apresenta o resultado como uma análise combinada de todos eles.
Os ensaios tem varias pequenas diferenças entres si: apenas um é duplo-cego, as doses utilizadas sao diferentes, e o regime de doses também, o tempo entre a primeira e a segunda dose nao é padronizado. O uso do placebo também varia, alguns estudos usam a vacina de meninginte
Read 10 tweets
2 Dec 20
Hoje cedo eu levei minha filha na escola e tiraram a temperatura dela no PULSO! Detalhe, os alunos do ensino medio tem aula sobre como detectar fake news! Depois voltando pra casa eu escuto no rádio um convite pra comprar ingresso pra um show no Teatro Santander! um SHOW!
num teatro fechado. Daí vou olhar o plano de imunização do PNI que está até bem planejado mas não consta a Coronavac! e no final do documento o Ministro Pazzuelo lembra que até termos vacina temos que reforçar a importância do tratamento precoce! pra fechar meu começo de dia,
me perguntam quanto dinheiro meu lab, que faz desenvolvimento de vacinas, recebeu do governo para projetos de vacinas nacionais. cai minha ficha que realmente foi só um milhão. e após dois recursos pq na primeira vez disseram que nao era prioridade
Read 5 tweets
30 Nov 20
segunda é dia de notícias de vacinas pelo visto! Boas notícias da Moderna! ninguém no grupo vacinado teve doenca grave! e confirmam eficácia de 94%! sciencemag.org/news/2020/11/a…
Dos 196 eventos - pessoas doentes- analisados, 185 estavam no grupo placebo. E 30 no grupo placebo desenvolveram doença grave contra zero no grupo vacinado! Uma eficácia excelente! e proteção de casos graves!
Read 4 tweets
27 Nov 20
Ontem eu falei que a vacina da Astrazeneca nao tinha subido no telhado...e hoje eu vi este artigo na Wired! wired.com/story/the-astr…
Difícil pessoal. Quem assistiu ao Diario da Peste hoje viu como Maurício e eu estávamos abalados. Vai ser complicado a empresa resgatar sua credibilidade agora. Mesmo os 62% de eficácia precisam ser refeitos e confirmados. e o artigo da Wired aponta mais problemas,
como a intenção da Astrazeneca de realmente juntar resultados de varios ensaios pequenos para fazer uma “meta-analise” de eficácia, e o fato de ensaios no Brasil e no Reino Unido usarem controles diferentes...
Read 7 tweets
26 Nov 20
Falei que daria mais informações sobre a vacina de Oxford, o que parecia uma boa notícia na segunda apesar dos pontos que precisavam ser esclarecidos, infelizmente tornou-se uma notícia ruim. nytimes.com/2020/11/25/bus…
A notícia de 90% de eficácia era boa mas queriamos ver os dados. Especulamos se haviam usado meia dose para controlar a imunidade ao vetor, o que parecia fazer sentido mas alertamos que era um número pequeno de voluntários.
Ainda tentando manter o otimismo, imaginamos que logo a empresa iria esclarecer. Infelizmente nao. e os dados que apareceram nao sao animadores. A meia dose foi um erro, e pior, foi dada apenas para voluntários jovens. A empresa tentou encobrir o fato.
Read 9 tweets
23 Nov 20
E agora sao TRÊS vacinas!!!! e uma vem pro Brasil, a preços mais acessíveis e armazenamento em geladeira! MUITO FELIZ! cbsnews.com/news/covid-vac…
Vacina de Oxford mostra eficácia em dois regimes de doses diferentes. Aguardando mais detalhes de quantos eventos em qual regime, como só tem press release e nada de preprint, nao temos acesso aos dados. Resultados são de analise interina com 131 eventos (pessoas doentes)
Testaram dois regimes de doses, um com meia dose na primeira, seguida de dose completa na segunda vez, mostrou 90% de eficácia (proteção). O outro regime foi com duas doses completas e mostrou 62%. O motivo é provavelmente uma menor reação ao vetor no primeiro regime.
Read 6 tweets