Clio: História e Literatura Profile picture
Disseminando conhecimento com informação e bom humor! @brunorosa82 @dennisalmeida82 @gustavo_nalva @liliane_gilli @jimmysilvasauro #historia
29 Aug
O nosso esquecível ex-ministro da educação Adam Weintrub vira e mexe usa a expressão "tigrada" para se referir a "vagabundos", "bandidos", "corruptos", "degenerados", e toda sorte de predicados. Eu não sabia muito bem o por quê mas essa expressão me incomoda muito, (+)
seja saindo de qualquer pessoa. Eu sempre fiz associação de "tigrada" com os chamados "tigres", escravizados que eram carregavam os escrementos das casas aristocráticas para o mar no Rio de Janeiro joanino e imperial.
Eles eram chamados de tigres porque o material escorria e ficava nas costas do escravizado que ao sol secava e manchava a sua pele formando listras como as de um tigre. Era a degradação maior pela qual um escravizado poderia passar.
Read 7 tweets
20 Jan
Quando a gente fala sobre dominação ideológica pelas classes dominantes é algo muito sério e, na materialidade, tem um lastro enorme. Se me permitem, vou me utilizar de exemplo.
Eu me considero uma pessoa anticapitalista, seja como sistema socioeconômico seja como ideologia, além de visão de mundo, ethos, pathos, etc etc etc. Para sintetizar: acho o capitalismo todo cagado e que vai, cedo ou tarde, se a gente não se coçar, acabar com tudo e todos.
Nego veementemente essa ética da produção, uma moral da produtividade, onde nós somos aquilo o que produzimos e qualquer avaliação daquilo que somos tem que passar por aquilo e quanto produzimos. Para sintetizar: apesar de ser uma parte realmente importante da nossa existência+
Read 17 tweets
31 Jul 19
Pleno 2019 e temos que explicar se história é ciência ou não. Não tá fácil. Fora uma galera achando que o fato de parte da historiografia se achar mais próxima da filosofia, como é o caso dos alemães, por exemplo, seja algo que deponha contra a história.
História tem método, tem prática, tem base teórica, tem retórica, tem evidência, tem crítica. É um puta campo de atuação, peçam para um historiador explicar como ele faz para determinar qual ou quais documentos sua pesquisa leva em conta e se prepare para uma Pororoca de
conceitos. Os historiadores precisam fazer heurística, que é a busca documental, hermenêutica, que é a interpretação documental, crítica interna do documento, ver se aquele é falso ou não, crítica externa, contextualizar por quem, quando e para quem aquele documento foi feito
Read 13 tweets
31 Oct 18
No último dia 25/10, no CCH da @UFMAoficial, ocorreu um evento chamado "Fascistas de verdade e fascistas para idiotas", organizado pelo Grupo Carcarás - Juventude Conservadora da UFMA, que claramente distorcia as noções acadêmicas do que seja o nazismo ou o fascismo
Dentro da fala dos participantes estavam chavões comuns da internet como "nazismo é de esquerda porque tem socialismo no nome do partido", em um ambiente decorado com símbolos dos templários, da antiga monarquia brasileira
Além de poderem ser vistas camisetas do Bolsonaro e máscaras do Trump. Um grupo de estudantes e professores resolveram fazer um protesto contra o evento e entoaram trechos da canção "Cálice" do Chico Buarque, acompanhados de um coro #EleNão
Read 12 tweets