João Paulo Charleaux Profile picture
Jornalista
Edilson M. Profile picture Veronica Morais 🇧🇷 🏴😷 VACINAS SALVAM VIDAS! Profile picture 2 added to My Authors
Jul 29 5 tweets 1 min read
Por causa do trabalho que estou fazendo, estive hoje em Washington numa reunião com Raskin, da CPI da invasão do Capitólio. Está interessado em investigar os vínculos da família Bolsonaro com a turma do 6/1. Disse que é hora de avançar sobre a internacionalização desses vínculos. "Eu estou muito preocupado com o que está acontecendo no Brasil porque é algo que pode se tornar muito similar ao que nós vivemos no 6 de janeiro [nos EUA]. Bolsonaro é um grande admirador de Donald Trump e dos amigos dele."
Jul 18 8 tweets 2 min read
Bolsonaro usa três técnicas de comunicação política para propagar mensagens antidemocráticas e de violência sem correr o risco de ser acusado diretamente por isso e sem ser processado. Quem destrinchou esses três passo foi @neisser, nesta conversa.
nexojornal.com.br/entrevista/202… 1ª técnica, do 'vai-volta': "Bolsonaro faz afirmações contundentes e, dias depois, se for necessário, ele volta atrás, diz que não foi bem aquilo, diz que sua fala foi deturpada de má-fé pela imprensa, diz que que não entenderam o que ele quis dizer."
Jul 13 5 tweets 1 min read
A coisa do Bolton é o seguinte: não é da cabeça dele. Os EUA têm manuais de golpe de Estado. Numa boa. Em abril de 2019, por exemplo, veio a público um desses manuais, feito pela Universidade de Operações Especiais Conjuntas dos EUA. Tim-tim-por-tim-tim nexojornal.com.br/expresso/2019/… O doc trata de uma série de táticas e estratégias para influenciar o curso da política em países estrangeiros – alguns em clara violação do direito internacional. Esses métodos são classificados como “método de guerra política” (political warfare).
Jul 11 7 tweets 2 min read
Pesquisando casos de violência político-eleitoral nas eleições de 2018: chama a atenção o pudor em caracterizar os fatos como parte de uma violência coordenada e dirigida a partir de um centro político de extrema direita. Nem sequer o termo "extrema direita" era usado. Foi uma luta para caracterizar Bolsonaro como parte de um movimento de extrema direita violento. Havia relutância. O uso do termo era questionado. Isso não ocorreu só no jornalismo. Quem resume bem o assunto é o historiador e deputado português @ruitavares, com quem falei na 5ª:
Apr 6, 2021 9 tweets 2 min read
Saiu o discurso de posse do novo chanceler, Carlos Alberto Franco França. Minhas observações: 1. Frio com seu antecessor, Ernesto Araújo, ao qual apenas agradeceu pelo "apoio na transição". Ponto.
Apr 6, 2021 8 tweets 2 min read
Na semana passada dei uma palestra sobre jornalismo a alunos da Universidade de Lyon, na França. A certa altura me fizeram uma pergunta inusitada, que eu acho que vale a pena comentar aqui: como lido pessoalmente com o volume de notícias deprimentes? De forma simples: eu lido de frente. Leio, ouço, presto atenção de verdade. Mas, uma vez que entendi a informação, eu largo ela. E acho que essa é uma grande diferença entre quem lida com as notícias de modo profissional, como os jornalistas, e os que lidam de forma só pessoal.
Mar 31, 2021 13 tweets 2 min read
Fico meio sem jeito de fazer longas threads aqui, porque a coisa acaba tendo um tom pedante e professoral, mas talvez seja importante correr esse risco para explicar que há um ponto possível de convergência entre os que discordam sobre o que aconteceu em 1964. Esse ponto de convergência se chama DIH (Direito Internacional Humanitário). Também é conhecido no meio militar como Dica (Direito Internacional dos Conflitos Armados), ou você também encontra como simplesmente Direito da Guerra. O que é isso?
Mar 30, 2021 5 tweets 2 min read
Carlos Alberto Franco França será, então, o novo chanceler do Brasil. É descrito por um colega de Itamaraty como “pessoa querida na instituição, hábil no trato e preparado”, além de ser de “absoluta confiança do presidente”. Novo chanceler passou anos trabalhando no cerimonial do Itamaraty. Fora do Brasil, trabalhou principalmente em temas de relação energética Brasil-Bolivia, que pode voltar à pauta no governo Arce.
Mar 19, 2021 4 tweets 1 min read
TVs brasileiras deviam veicular massivamente campanhas educativas sobre como lavar as mãos corretamente, quais as máscaras que realmente funcionam, como usá-las. Esse mesmo conteúdo deveria estar sendo bombardeado nas redes, em anúncios pagos pela Fiesp, por empresas privadas ... Se a sociedade brasileira como um todo não se mobilizar, não adianta. Bolsonaro é uma parte gigantesca do problema, nas não é tudo. A sobrevivência depende em grande medida de atos individuais, que precisam sem ensinados, difundidos, martelados exaustivamente.
Mar 17, 2021 6 tweets 1 min read
Se não houvesse uma pandemia, teríamos de inventá-la? Se não fosse a covid-19, estaríamos experienciando a mesma sensação apocalíptica em relação a algum outro evento, como as mudanças climáticas ou ao colapso da democracia, como o mesmo temor e ansiedade? Para além da realidade que se impõe – e, claro, a pandemia é real –, somos parte de uma geração abduzida por um compromisso atávico com a escatologia, no sentido da reflexão exaustiva e indignada sobre o fim, o término, a extinção da própria experiência na Terra?
Mar 16, 2021 4 tweets 2 min read
O prefeito de São Sebastião, Felipe Augusto (PSDB), é um caso a ser investigado. No início de março, foi contra o lockdown: "Não dá para ficar fechado" por causa das "perdas de arrecadação" no município. Agora, anunciou o colapso total do sistema de saúde do município. 1/4 Em 5 de março: "A taxa de ocupação de UTIs é baixíssima, temos só duas pessoas intubadas, uma há mais de 20 dias e a outra intubada ontem”. Nove dias depois: "Não tem mais vaga na UTI de São Sebastião e não temos mais médicos intensivistas para atender a essa grande demanda." 2/4
Mar 10, 2021 14 tweets 3 min read
Quero contar uma história. O dia 11 de maio de 2017 foi uma 5ª. Como repórter especial do @NexoJornal, acompanhei o depoimento de Lula ao juiz Sergio Moro no caso do tríplex. Saí da redação com o dia amanhecendo, depois de analisar as cinco horas de depoimento. 1/14 Hoje revisitei o texto escrito naquela madrugada. O depoimento não foi ao vivo. A 13ª Vara só liberou os vídeos depois do fim da conversa entre Moro e Lula. Por isso, atravessei a noite trabalhando. É importante rever a cobertura, à luz das críticas feitas à imprensa hoje. 2/14
Mar 10, 2021 6 tweets 1 min read
Minutos depois do discurso de Lula, Bolsonaro, grande antagonista político nas projeções para 2022, se pronuncia no Planalto. Presidente diz que criou o "maior programa social do mundo" e se antecipou na compra por vacinas, o que contraria relato dos próprio laboratórios. Bolsonaro enaltece vacinas, não minimiza pandemia, não critica a China, não fala em mimimi, não chama brasileiros de maricas e alerta para o fato de que vacinados também podem contrair o vírus. Discurso do presidente bascula radicalmente. Fala em apoiar "vizinhos na Am do Sul".
Mar 10, 2021 17 tweets 3 min read
Lula escolheu começar mostrando face humana, conciliadora e cheia de empatia pelos mais pobres, pelos parentes de mortos na pandemia, sem rancor com seus adversários judiciais. Busca contraste com posição raivosa de Bolsonaro e manda afago a militares e policiais. Primeira menção internacional do discurso vai para @alferdez, presidente da Argentina, que sempre falou em favor de Lula, visitou-o na cadeia e intercedeu pelo petista em visita ao Para Francisco. Bolsonaro e Fernández terão encontro em 26 de março, em Buenos Aires.
Feb 17, 2021 4 tweets 1 min read
O Brasil deve ter um tipo muito peculiar de caçador – o sujeito que compra 60 revólveres e pistolas, em vez de usar rifles e espingardas, como se faz em outras partes do mundo. Armas de cano curto são feitas para matar pessoas num alcance ideal de até 7 metros. Caça é conversa. “No Reino Unido, você pode legalmente ter um rifle ou uma espingarda, mas você não pode ter uma arma curta”, me disse ontem, por telefone, o pesquisador americano Aaron Karp, um dos maiores estudiosos de dados sobre produção e comércio de armas no mundo.
Feb 13, 2021 6 tweets 2 min read
Fiz oito perguntas ao chanceler @ernestofaraujo com o compromisso de publicar a íntegra de suas respostas, sem edição. O resultado foi publicado hoje e pode ser lido abaixo. Na sequência, faço alguns comentários sobre os bastidores. 1/6 nexojornal.com.br/entrevista/202… Essa entrevista é resultado de mais de 60 dias de tratativas, período no qual o @ItamaratyGovBr tentou saber de antemão quais seriam as perguntas, para só então decidir se concederia a entrevista ou não. 2/6
Feb 2, 2021 16 tweets 5 min read
Como jornalista, tive incontáveis pedidos de entrevista negados ao longo da carreira. Isso é normal. Mas a última negativa é digna de nota, porque revela a essência do atual governo brasileiro. Hoje faz 50 dias que pedi uma entrevista ao @ItamaratyGovBr. Veja só: 1/15 A proposta era simples: saber "qual o sentido da nova política externa brasileira", tal como havia sido chamada em seminário pelo presidente da @FunagBrasil, o sr. Roberto Goidanich. Se havia um conceito sobre "a nova ...", eu queria saber qual é. 2/15
Jan 29, 2021 5 tweets 1 min read
Bolsonaro queria impedir que as empresas que participarão do leilão do 5G no Brasil usassem estruturas da chinesa Huawei. Voltou atrás, como mostra relatório com as regras do leilão, concluído ontem. Ernesto insiste em dizer que a liberação das vacinas não teve condicionantes. O ministro das Comunicações, Fábio Faria, foi peça-chave na negociação vacinal com os chineses. Qual seria o papel de um ministro das Comunicações numa conversa sobre saúde e acesso a vacinas e outros insumos médicos? Faria deve visitar a Huawei na China em fevereiro.
Jan 27, 2021 7 tweets 2 min read
A gente se perde em bobagens no Brasil enquanto o mundo gira. A dança que Biden e Merkel estão protagonizando nesses dias em torno da China é algo da maior importância. Mas estamos todos hipnotizados aqui com artefatos de uma barraquinha de miçangas. Biden quer aglutinar as democracias liberais do mundo em torno de um amplo bloco que se oponha abertamente às autocracias na China e na Rússia. Mas a Alemanha de Merkel surpreendentemente se opôs.
Jan 21, 2021 10 tweets 2 min read
Em "Deus e o Diabo na Terra do Sol", filme de Glauber Rocha, de 1964, o vaqueiro Manoel vaga com a esposa num sertão sem fim que representa o Brasil. Na peregrinação penosa da vida, o vaqueiro topa com dois líderes carismáticos. O primeiro é um religioso que diz ser a reencarnação de São Sebastião. Assim como Conselheiro em Canudos, o suposto santo arrebanha em Monte Santo uma horda de seguidores fanáticos aos quais promete vida melhor num paraíso idílico: uma ilha cercada de água.
Jan 16, 2021 8 tweets 2 min read
Não sou especialista no assunto, não cubro saúde, não estive em Manaus, não tenho conhecimento. Mas me intriga: os responsáveis pelo suprimento de oxigênio hospitalar detectaram que faltaria o produto? Isso foi registrado? Isso foi comunicado às autoridades de saúde? Sigo: Os médicos oficiaram o diretor da unidade? O diretor da unidade oficiou a secretaria de saúde? Isso chegou ao ministério? Não há nada escrito no estado? Não há protocolos? Padrões? Não há rastros, registros?