Paulo Figueiredo Filho Profile picture
Empresário/Economista/Jornalista. Relações Internacionais pela London School of Economics, US Government e Negociação por Harvard, Economia no MIT.
Alexandre Borges Profile picture Rafael Chamorro Profile picture ✠ Aragua ✠ 🇧🇷 Profile picture Marines Profile picture 1 Brasileiro 🇧🇷🇺🇸🇨🇦🇮🇳🇭🇰🇹🇼 Profile picture 10 added to My Authors
15 Apr
Dr. Fauci ontem na CNN:

"[Especular ou quesitonar a eficácia das vacinas] certamente não ajuda a saúde pública deste país ou global. Vai contra o que estamos tentando realizar".

Quando ciência deixou de ser questionamento e passou a ser aceitação bovina? Se há boas respostas...
... qual é o problema das perguntas? O que a mídia faz, não é justamente trazer a tona os questionamentos do público?

O Dr. Falso, que já admitiu publicamente que mente para controlar a opinião pública, estava respondendo a um monólogo no dia anterior do Tucker Carlson.
A pergunta que Carlson fez foi simples: se as vacinas funcionam, por que precisamos - como defende Fauci e a administração Biden - manter lockdowns e restrições?

Dr. Falso não respondeu a pergunta na CNN. Só disse que é errado fazê-la. Chamou de teoria da conspiração.
Read 4 tweets
10 Apr
Tudo muito "científico":

1. Hoje o CDC (o Centro de Controle de Doenças americano) atualizou as diretrizes sobre os perigos de transmissão de COVID-19 através de superfícies.

2. Em suma: O CDC diz que não há evidência de que NINGUÉM tenha contraído COVID desta forma. NINGUÉM!
3. Lembram de todo mundo (isso foi mais no Brasil) lavando compras com álcool gel igual a um retardado? Sorry, você foi enganado.

4. Lembram de todos os parquinhos de crianças fechados? De todos os livros e brinquedos quarentenada? Dos pesos de academia? Tudo por NADA.
5. Pior, este era um pretexto de vários professores para não abrirem as escolas brasileiras que "não estariam preparadas para o deep cleaning" - então desnecessários segundo o Joseph Allen, especilista em segurança de saúde de Harvard. Seus filhos foram prejudicados POR NADA!
Read 8 tweets
8 Apr
Esse, se cair de 4 num gramado morre de indigestão.

Ele não entende a diferença entre cancelamento (pedir o fim de algo ou alguém) e simplesmente não apoiar uma empresa cujas práticas você abomina (a coisa mais velha do mundo).

Por exemplo, eu acho que ninguém deveria....
... assistir a Rede Globo, pq tem um debilóide como comentarista internacional.

O mesmo boçal escreveu hj em um artigo que "ninguém lembra do Trump" - o principal líder republicano que traz multidões toda vez que fala, porque ele não tem tido cobertura na bolha do Guga.
Ninguém lembra do Trump na bolha quarentenada de Nova York, na CNN que ele assiste, no New York Times e Washington Post que ele lê. Só isso.

Ou seja: o sujeito quer fingir que o principal nome do maior partido político do mundo está "esquecido".

Como isso é ser correspondente?
Read 4 tweets
22 Mar
Muita gente me perguntando: "Paulo, o que aconteceu com o Texas depois que o governador levantou TODAS as restrições do comércio e eliminou a ordem estadual do uso de máscara obrigatória?"

Pois bem, vejam vocês mesmos.

02/03: 6.665 média movel
21/03: 3.902

Queda de 41.37%
A tendência de queda se manteve.

Aí vão falar: "Mas também né, Paulo, o Texas vacinou todo mundo e é por isso que os casos caíram!"

É verdade que o Texas vacina muito, mas é um dos Estados com o menor percentual vacinado do país. Hoje, são cerca de 10% da população.
Como bem me chamou a atenção o doutor @MRibeiro_MD, a imunização só fica completa depois de 6 semanas. Quando o lockdown foi decretado, você só tinha cerca de 6% do estado completamente vacinados. O efeito destes será completamente sentido, portanto, em meados de Abril.
Read 5 tweets
22 Mar
A última dos VAGABUNDOS dos correspondentes internacionais dando a entender que Miami está tendo que fazer lockdown de novo por causa de Covid. Isso é FALSO!!! Vamos aos fatos:

1. Casos na Florida continuam em QUEDA. Ontem foram 3.897 em TODO o estado. Menos da metade de NY!
2. Não foi lockdown, mas CURFEW (toque de recolher à noite) durante o Springbreak (férias de primavera) p/ não-residentes, algo totalmente comum mesmo sem coronavirus.

3. O motivador do curfew foi a avalanche de turistas que estavam invadindo e vandalizando a cidade...
... Ao total já foram mais de mil prisões realizadas pela polícia e mais da metade foi de gente de fora do estado que está recebendo essa avalanche de turistas justamente por estar com tudo aberto. Ou seja: o objetivo é restabelecer a ORDEM E SEGURANÇA.
Read 8 tweets
8 Feb
Proposta anticensura da Flórida tenta contornar seção 230

1. O governador Ron DeSantis está se posicionando contra a censura nas mídias sociais com uma proposta de lei que permitiria multar e processar plataformas de tecnologia por certas decisões de policiamento de conteúdo.
2. Empresas como YouTube, Facebook e Twitter desfrutam de ampla proteção de responsabilidade sob a Seção 230 do Communications Decency Act de 1996.
3. A proposta, no entanto, parece tentar contornar essas proteções, pedindo mais transparência, vinculando medidas anticensura ao estado regulamentos eleitorais e dando aos usuários mais controle sobre o policiamento de conteúdo.
Read 7 tweets
18 Jan
TWITTER BANE TRUMP, MAS ATIVISTA DE ESQUERDA ACUSADO DE MOTIM NO CAPITÓLIO AINDA ESTÁ ATIVO NA PLATAFORMA

1. Um ativista de esquerda acusado de sua suposta participação no tumulto no Capitólio mantém livremente suas contas no Twitter e no YouTube, de acordo com a Fox News.
2. John Sullivan, 26 anos, gravou um vídeo de perto do tiro fatal de uma mulher durante o cerco ao Capitólio em 6 de janeiro e pode ser ouvido incitando os manifestantes em um vídeo que ele compartilhou em suas contas no YouTube e Twitter sob o pseudônimo de Jayden X.
3. Sullivan é acusado de participar e encorajar manifestantes enquanto eles invadiam o prédio. Ele usava uma máscara de gás e tinha uma faca, de acordo com os documentos do tribunal. Ele pode ser ouvido dizendo "Precisamos queimar isso" e "é a nossa casa merda".
Read 6 tweets
2 Jan
Uma pequena divergência boba entre o Gerson Camarotti e o Demétrio Magnoli deixaram a apresentadora da GloboNews desesperada para jogar água na discussão. Que bosta! A pluralidadede de opinião e o debate morreram mesmo... Por que alguém assistiria uma m. pasteurizada destas?
Falem o que quiserem, mas eu já debati duramente com mais de uma dúzia de pessoas entre o Casa Branca 2020, o 3 em 1 e o Morning Show na Pan. Nunca vi o @AndreMarinho ou @paulomathias apavorados assim. A própria rádio só teve de separar quando uma chiliquenta não aguentou mais.
Como é que as pessoas vão se informar sem contraditório, meu Deus? Mas não, as visões tem que ser congruentes em tudo, pq o objetivo não é informar, mas ditar e determinar as opiniões consideradas corretas pela militância. Como discordar que o jornalismo profissional morreu?
Read 4 tweets
1 Jan
Fake news no meio de real news, replicando, como sempre, o The New York Times:

Não há "rompimento" algum e a certificação dos eleitores não é "um processo rotineiro", mas um check criado para proteger o sistema eleitoral depois da confusão de 1876.

oglobo.globo.com/mundo/vice-pre…
O processo em si contra Pence não tem base jurídica, é apenas uma tentativa de pautar o assunto. Por isso, não dá sequer para dizer que a rejeição de Pence seja mesmo uma indicação de como ele vai agir no dia 6 - embora eu já disse que, na minha opinião, só cumprirá o protocolo.
O problema é um ex-jornal brasileiro com uma redação repleta de idiotas que não sabem NADA de história, política e legislação americana replicando um ex-jornal americano que não quer informar nada, só fazer militância democrata. Dá nessa bosta de notícia aí.
Read 6 tweets
21 Dec 20
Eu vou repetir mil vezes para que os meus colegas ex-jornalistas entendam de uma vez, caso queiram: exceto por alguns casos menores, quase todas as derrotas de Trump nos processos eleitorais foram por tecnicidades jurídicas (ex: stand, laches) e não pelo mérito das causas.
Não houve audiências significativas de evidências ou provas na imensa maioria dos casos.

É, portanto, ERRADO dizer que a justiça decidiu que não houve fraude, que não há provas, que não houve ilegalidade ou inconstitucionalidade, etc.

O tema em geral sequer foi tratado!
Podemos discutir as razões para tais recusas. Pessoalmente, penso que quando um juiz quer negar algo, acha uma destas tecnicidades.

Especialmente quando uma decisão enfrentaria um massacre da imprensa do mundo inteiro que nem todos estão dispostos a suportar. Ganharam no grito!
Read 5 tweets
1 Dec 20
1. A campanha de Trump entrará hoje com um novo processo judicial importante, desta vez no estado do Wisconsin. O Processo alega abusos na votação por correio que afetariam aproximadamente 220.000 votos - bem mais do que a margem de vitória de Biden no estado, de cerca de 20 mil.
2. A alegação é de que os funcionários eleitorais do Wisconsin "deliberadamente desconsideraram as regras e fizeram esforços conscientes para contornar a lei eleitoral do estado", resultando em dezenas de milhares de votos depositados fora dos limites da lei.
3. A lei de Wisconsin exige que os formulários requerendo o voto por correio devem ser solicitados previamente pelo eleitor, mas a campanha de Trump alega que os funcionários eleitorais, em vez disso, aceitaram as cédulas de pessoas que não haviam feito esse cadastro prévio.
Read 5 tweets
30 Nov 20
Entrando agora às 20:00 no Radar da Mídia no @tercalivre onde falaremos do resultado das eleições no Brasil e o estado dos processos de Trump nos EUA.
Algum problema técnico na internet do Terça, estão tentando resolver.
Teremos uma mudança e teremos Allan dos Santos apresentando hoje! Já já entraremos no ar.
Read 4 tweets
30 Nov 20
Com 54% de não-voto no Rio e 45% em São Paulo (abstenções+brancos+nulos), por exemplo, parece equivocada esta leitura que vem sendo repetida de que a sociedade reverteu seus desejos convervadores e anti-establishment, focando em candidatos de centro -ou, "não extremistas" (sic.).
Alternativamente, sugiro que talvez tenha havido uma incapacidade destes grupos (conservadores e anti-establishment) de lançarem candidatos competitivos.

Este, aliás, é o estado normal do Brasil, que viveu anos aprisionado em uma dicotomia PT-PSDB por falta de alternativa.
O povo vota de acordo com as opções que tem. Ou Russomano/Crivella eram anti-establishment? Façam-me o favor!

Talvez, a lição absorvida pelo eleitorado, esta sim, depois de 2018 com Witzels, Dorias, Joices, etc, é que não basta fazer arminha com a mão e dizer que mata bandido.
Read 4 tweets
28 Nov 20
Isso é MUITO bom:

A juiza que ordenou que a Pensilvânia não certificasse os resultados da eleição escreveu em seu parecer na sexta-feira que os republicanos que entraram com o processo relacionado provavelmente ganharão o caso.

theepochtimes.com/judge-republic…
“Os impetrantes parecem ter estabelecido uma maior probabilidade de sucesso quanto ao mérito porque afirmaram que a Constituição não fornece um mecanismo para o legislativo permitir a expansão do voto 'absentee' sem uma emenda constitucional”, escreveu a juiza McCullough.
Read 4 tweets
20 Nov 20
Sobre a Georgia, mesmo recontando os votos sem verificação de assinatura e demais procedimentos de canvassing (como deveria ser feito) acharam milhares de cédulas não computadas.

É FALSO que Biden já ganhou a Geórgia. Não houve certificação e seguem em curso os processos.
Update: o secretário de Estado da Georgia (republicano bem mequetrefe) diz que não tem dúvidas que Biden ganhou e deve seguir com a certificação. Um juiz federal negou uma liminar de um aliado de Trump para impedir a certificação. Cabe apelação. Cabem outros recursos.
Obs: Mesmo que haja a certificação, ela teoricamente abre outras frentes de disputas judiciais e políticas (nas legislaturas).

Se serão bem sucedidas, eu não sei. Só estou reportando a vida como ela é, já que ninguém mais está.
Read 4 tweets
14 Nov 20
1. Jornalismo que não sabe a diferença entre indícios e provas, que se acha juiz dos fatos e no direito de omitir informações, é mais que irresponsável. É militante e repugnante.

2. Por trás da atitude, há um desprezo à inteligência do público, tratado como incapaz de decidir.
3. No caso americano, indícios de irregularidades são expostos diarianente. Por autoridades, consultorias, advogados renomados, etc. Vários destes já integram processos em tribunais e serão avaliados por juízes - não por jornalistas. Nas cortes não há tapete p/ esconder sujeira.
4. Tais indícios serão convertidos em provas? Não sei. E tenho sido o mais honesto possível a este respeito.

5. Com a mesma franqueza, tenho me recusado a emitir opinião sobre se reverterão o resultado eleitoral projetado, limitando-me à apontar a possibilidade - que existe!
Read 9 tweets
14 Nov 20
Só para quem sabe a diferença entre alegações, indícios e provas:

1. Até agora, a equipe de Trump identificou 1,25 milhão de problemas com dados de eleitores através do cruzamento de diferentes bancos de dados e ligações telefônicas.

m.theepochtimes.com/election-data-…
2. O maior problema que eles encontraram até agora é com os eleitores que enviaram um formulário de Mudança Nacional de Endereço aos correios indicando que se mudaram para outro estado, mas parecem ter votado em 2020 no estado de onde se mudaram.
3. “Estamos ligando para eles para confirmar se eles realmente votaram ou não, ou se essa votação foi lançada por outra pessoa em seu nome”, disse Matt Braynard ao Epoch Times [ele é O ex-diretor de dados e estratégia da campanha eleitoral de 2016 do presidente Donald Trump].
Read 4 tweets
31 Oct 20
COMENTÁRIOS S/ NOVA PESQUISA IBD/TIPP E MAIS:

1. A última pesquisa IBD/TIPP acaba de sair com #Biden 49.5% x 44.7% #Trump (-4.7pp).

2. Houve oscilações dentro da margem de erro desde quinta (quando a comentei em detalhe), mas vejo boas e novas observações a compartilhar.
3. Para melhor compreender está thread é recomendável entender antes por que tomo este instituto como importante referência. Recomendo verem o último programa Conexão América (15) no meu canal. O resumo é: eles acertaram bem em 2016 e 18, na vitória e na derrota.
4. O primeiro ponto de atenção vem da declaração do presidente do TIPP Raghavan Mayur: "A maior parte da vantagem de Biden vem dos estados azuis, e isso está obscurecendo a dura batalha que os candidatos estão travando nos battleground states" – que são os que nos interessam.
Read 16 tweets
27 Oct 20
1. A última Pesquisa IBD/TIPP de hoje sugere que a corrida apertou muito na última semana. O apoio a Trump ultrapassou seu percentual de votos de 2016, enquanto Joe Biden parece ter perdido terreno entre alguns grupos-chave.
2. A atualização de hoje mostra Biden liderando por 4,4 pontos, com 50,7% contra 46,3% de Trump. O candidato libertário Jo Jorgensen tem o apoio de 1,2% e o candidato do Partido Verde Howie Hawkins de 0,5%.
3. Considero o IBD/TIPP o instituto com melhor histórico de acerto dos EUA e sem partidarismos. Em 2016, previram o resultado do pleito presidencial com uma precisão de 1pp e em 2018 acertaram a disputa para o Congresso com a impressionante margem de erro de 0.7pp.
Read 16 tweets
26 Oct 20
1. O analfabetismo funcional do brasileiro galopa ferozmente: Fiz um tweet dizendo que não tenho interesse no material vazado s/ a vida PRIVADA de Hunter (sexo, drogas) e sim sobre as negociatas envolvendo o pai.

2. Uns entenderam que eu estava passando pano pro Hunter. 🤦‍♂️
3. Mas é impressionante como muita gente aí está mais escandalizada com vídeo de sexo e drogas do que a corrupção e submissão dos interesses geopolíticos americanos ao seu principal adversário global.

4. "Ah, mas estava usando cocaína e comendo a Maila Obama" (s/ confirmação).
5. Ora, mesmo que estivessem! Por mim podiam estar enfiando cocaína no fiofó. Maila Obama e Hunter Biden são indivíduos c/ direito à vida privada.

6. Não sabem sequer que não há novidade alguma em saber que Hunter é um drogado promíscuo. Isso é notório há anos. NINGUEM LIGA!
Read 8 tweets
28 Sep 20
Espero que vocês tenham gostado do #CasaBranca2020 na @JovemPanNews e tenham visto:

1. Que o @AndreMarinho, o idealizador do programa, deu um show na apresentação e no texto inicial. Esqueçam esse negócio de que o André é tucano esquerdista. Não é. Pai é pai, filho é filho.
2. Que a explicação sobre o sistema eleitoral americano (de novo, texto todo do André) e a qualidade de trilha, gráficos e produção ficou de um padrão que eu ainda não tinha visto no Brasil.
3. Que o @JoelPinheiro85 apresentou com competência a narrativa democrata. Está tudo errado? Praticamente. Mas é exatamente o que a esquerda diz e era isso que eu queria. Debate é com gente que pensa diferente. Acho que perdeu-se o hábito de debate de verdade no Brasil.
Read 4 tweets