Autonomia Intelectual & Militância

A gente aqui da AJS zoa de uns e outros "divugadô da siênçia", mas alguns de nós estão um pouco decepcionados e até meio tristes com a (péssima) situação atual. Gente esperta que perdeu autonomia na hora de pensar.
Então uma breve recapitulação das vantagens de uma boa formação intelectual (que normalmente inclui algum treinamento analítico científico): te permite maior autonomia para compreender, analisar e criticar informações e eventos.
A tradição intelectual Iluminista (e a ciência em particular) pode reverenciar grandes nomes, mas não admite autoridade, não admite manda-chuva. Por princípio, qualquer estudante do Fundamental pode criticar (e potencialmente refutar) Einstein. Não é "Einstein disse, tá dito".
Claro que na realidade muito dificilmente um professor doutor tem alguma crítica pertinente aos trabalhos de Einstein, então não se espera de verdade que estudantes do Fundamental de fato possam "refutar Einstein".
Mas se espera que, com a devida instrução, possam futuramente criticar qualquer um. Porque teriam aprendido a argumentar, seguir evidências, analisar e re-analisar as coisas e a não aceitar manda-chuvas. Os "heróis" da ciência foram aqueles que não baixaram a cabeça: como Galileu
E o que este verdadeiro "pensamento crítico" indica é que ninguém é isento de falar merda, inclusive sobre a área na qual se é especialista. Einstein mesmo disse várias merdas, inclusive em cosmologia e astrofísica.
Mas o militante — ou quem se curva aos militantes — abandona sua autonomia intelectual. Seja por crença legítima nas bobageiras, seja por MEDO de perseguição, "cancelamento", de ser identificado como rude ou algo assim.
E este é um padrão muito frequente entre os "divugadô da siênçia" no mundo todo, inclusive no Brasil. Por de fato crer em idiotices obscurantistas e falaciosas, tais quais "lugar de fala" ou "blablablá estrutural", ou por medo das consequências, abaixam a cabeça pra manda-chuvas.
Se a instrução intelectual, seja científica, filosófica ou o que for, não te permite analisar e criticar algo, mas você precisa chamar manda-chuva e baixar a cabeça, então ou sua formação intelectual é um lixo ou você se vendeu pra militância.
Se vender pra militância não é ganhar grana de partido, de ONG, etc. É ou ser inserido num círculo social que arrebanha consumidores em potencial de sua produção, daí você segue as regras e etiqueta da guilda, ...
... ou temer represálias e se submeter à militância sem ganhos, mas evitando perdas. De uma forma ou de outra, quem se vende deixa de criticar o obscurantismo (por concordar com ele de verdade, por ser oportunista ou por medo) e contribui para que ele fique mais forte.
Aqui a gente tira sarro de Huno e de "mais um vídeo na internet" quando os vemos abandonar a autonomia intelectual e lamber sola de manda-chuva de militância, quando não defende ditadura genocida. Mas é uma situação bastante lamentável...
Quando se compreende a maneira pela qual esta corrupção intelectual (e ética) se infiltra nas instituições e se percebe que não só os meios de divulgação científica, mas as maiores instituições de fomento da ciência e da tecnologia estão tomados por cultistas, ...
... então é de se lamentar que "divulgadores" populares tenham sido seduzidos ou amedrontados pelo culto obscurantista. Sagan, mesmo, advertiu que nossa sociedade é demasiado dependente da ciência para não ter um compromisso franco com ela.
E quem baixa a cabeça pra manda-chuva militante, ou pior, quem estimula que assim seja feito, não tem compromisso com objetividade, empiria e com o projeto científico. Menos ainda com impessoalidade, universidade das capacidades humanas e liberdade/responsabilidade individual.
E o ruim disso é que nossa sociedade DEPENDE destas coisas que estão sendo desdenhadas ou atacadas, não depende de manda-chuva militante, mas do compromisso intelectual que herdamos do Iluminismo.
Mas se Hume foi cancelado "em casa", o que esperar de "divugadô da siênçia" brasileiro, né? Sendo realista, não muito mais do que cagar pelos dedos e sentar na merda, com COLORISMO e tudo...
P.S. : você é "divulgador da ciência" e se sente de alguma maneira coagido, ameaçado, em risco? Teme que ao defender objetividade, empiria, honestidade intelectual isso acabe com seus views ou que te "denunciem" por *ismo ?

— a AJS te oferece o manto do anonimato.

DM pra gente

• • •

Missing some Tweet in this thread? You can try to force a refresh
 

Keep Current with (AJS) Batata Amaral

(AJS) Batata Amaral Profile picture

Stay in touch and get notified when new unrolls are available from this author!

Read all threads

This Thread may be Removed Anytime!

PDF

Twitter may remove this content at anytime! Save it as PDF for later use!

Try unrolling a thread yourself!

how to unroll video
  1. Follow @ThreadReaderApp to mention us!

  2. From a Twitter thread mention us with a keyword "unroll"
@threadreaderapp unroll

Practice here first or read more on our help page!

More from @aventuras_js

19 Sep
Impessoalidade na Ciência

Esta da foto é Cecilia Payne-Gaposchkin, uma titã da astronomia do início do século XX, protagonista de uma daquelas "revoluções científicas" que os kuhnianos chamam de "mudança de paradigmas", ao usar espectroscopia para determinar a composição do Sol
Em resumo, ela era uma jovem inteligente e ousada que, com esforço, conseguiu estudar em Cambridge. Pra surpresa de ninguém, Cambridge NÃO concedeu títulos à aluna (e pesquisadora brilhante), porque ela tinha bacurinha, não piu-piu entre as pernas. Década de 1920.
O pessoal de Harvard soube disso e disse "hey, ma'm, come closer: do you wanna work with us?", e reconheceu o primeiro PhD feminino (chuuuuuuuupa Cambridge, que só foi conceder título de graduação às mulheres em 1948) — vê, na época REALMENTE era complicado ser mulher na Academia
Read 20 tweets
22 Jul
Há um ano e meio atrás, eu fiz uma thread homenageando uma pesquisa sobre o "inexistente" "politicamente correto".

A "pesquisa" foi reportada assim:

epoca.globo.com/estudiosa-do-p…
Alegações recentes foram publicadas no sentido de que se afirma que não existe cultura do cancelamento, por exemplo, o texto abaixo:

time.com/5735403/cancel…
Além destas coisas que "não existem" quero juntar um outro tópico frequentemente mencionado aqui na página, o de que o grande problema intelectual do momento (segundo nossos divulgadô) são terraplanistas e negacionistas científicos "de direita"...
Read 100 tweets
29 Jun
Como seria a cultura do cancelamento, #CancelCulture, caso ocorresse fora do ambiente virtual?
Temos um pouco exemplo histórico bem documentado, a Revolução Cultural Chinesa promovida por Mao na #China. Em uma foto de 1966,  Luo Z...
Na foto acima, vemos o caso do jornalista exposto e humilhado por ser "capitalista". Pessoas frequentemente eram humilhadas, perdiam seus empregos e eram perseguidas. Esse foi o início do que levou à morte de milhões de cidadãos chineses. Três homens são exibidos pe...
Não apenas indivíduos, mas até mesmo pequenos negócios eram atacados, em especial aqueles que não se alinharam ideologicamente. Um grupo rebelde forçando o...A história se repetindo?
Read 6 tweets
2 Jun
Algumas verdades inconvenientes.
A seguir:

Publicação de um pesquisador NEGRO de Harvard, intitulada "Uma análise empírica das diferenças raciais do uso da força pela Polícia."

O estudo concluiu que:
De cada 10.000 crimes violentos cometidos por negros, aproximadamente 3 são mortos pela polícia.

Já entre brancos, o número é de 4 mortos a cada 10.000 crimes cometidos.
Em comparação com os brancos, os negros possuem 23% MENOS chances de serem baleados.
Read 6 tweets
30 May
Dia 2 o senado está prometendo votar a lei "contra as fake news" o PL 2630/20.

Como muitas outras coisas que vem acontecendo no país, a questão sobre este projeto ficou polarizada.

Mas o projeto não é polarizado. Não servirá contra este ou aquele político...
O projeto é uma aberração que dará mais poder para políticos de qualquer partido ou membros de qualquer instituição calarem a boca da população contra críticas.

O projeto cria gatekeepers "da verdade" que pode ser dita e cria mecanismos para calar quem debate esta "verdade".
O art. 4° inciso IX do projeto diz que "verificadores de fatos independentes" são "pessoa jurídica que realiza uma verificação criteriosa de fatos de acordo com os parâmetros e princípios dessa lei".

Esses serão os "gatekeepers" "da verdade".
Read 23 tweets
13 May
Em 1989, ocorreu na Praça da Paz Celestial, na China, em Pequim, o massacre de estudantes que protestavam contra o governo central.

Atualmente o assunto é "proíbido" na China e as novas gerações desconhecem essa parte sombria da história.
Recentemente, o Reino Unido liberou as mensagens encaminhadas pela embaixada para Londres, o texto completo está disponível em: en.m.wikisource.org/wiki/UK_cable_…

Abaixo um dos trechos, de tradução nossa.
ESTUDANTES UNIRAM OS BRAÇOS , MAS FORAM TRITURADOS (POR ARMA DE FOGO), INCLUINDO SOLDADOS. APCS (BLINDADOS???) ENTÃO ATROPELARAM OS CORPOS DIVERSAS VEZES ATÉ VIRAR UMA "TORTA" E SER RECOLHIDA POR RETROESCAVADEIRA...
Read 7 tweets

Did Thread Reader help you today?

Support us! We are indie developers!


This site is made by just two indie developers on a laptop doing marketing, support and development! Read more about the story.

Become a Premium Member ($3/month or $30/year) and get exclusive features!

Become Premium

Too expensive? Make a small donation by buying us coffee ($5) or help with server cost ($10)

Donate via Paypal Become our Patreon

Thank you for your support!

Follow Us on Twitter!