Análise Pós Jogo #002 –Flamengo x Goiás (13/10/2020)

Quando o juiz apitou o fim da partida, a torcida do Flamengo se dividiu.

Metade defendendo que o time jogou mal, metade defendendo que o time jogou bem. Afinal, a atuação do Flamengo foi boa ou ruim?

Segue a thread ⏬ Image
Começando com os números.

O Flamengo teve 66.9% de posse de bola. Chutou 31x e acertou 12 no gol. Criou 4 chances claras e foi ameaçado apenas 1x (chance clara). Teve um xG (expectativa de gols) de 3.77, contra 0.55 do Goiás. Trocou 559 passes, com 85% de acertos.
Para ilustrar o que foi a partida, vamos dar uma olhada no mapa de calor dos times.

No mapa podemos notar que o local mais ocupado pelo Goiás foi o interior da sua área defensiva, enquanto o Flamengo ocupou mais o campo de ataque pelos lados, principalmente o lado esquerdo. Image
O mapa de ações também mostra que o jogo aconteceu principalmente no campo de defesa do Goiás (último terço do campo) com 41% das ações, sendo o campo defensivo do Flamengo ocupado em apenas 20% das ações. Image
O Flamengo começou o jogo com duas mudanças em relação ao time que jogou contra o Vasco no Sábado. Natan no lugar de Léo Pereira e Michael no lugar de Diego. Seguiu atacando no 4-2-3-1, e se defendendo no 4-4-2. Desta vez, Gerson jogou mais centralizado, por trás de Pedro. Image
O Goiás veio em um 4-4-2. Rafael Moura era a opção do desafogo lá na frente, com Shaylon se aproximando na frente da segunda linha de 4. O time começou o jogo defendendo no 4-4-1-1 e depois passou a defender no 4-5-1. Image
O time do Goiás começou bem o jogo, tentando subir as suas linhas de marcação. Os pontas apoiavam e voltavam marcando os laterais. O time Esmeraldino marcou aos 13 minutos com Vinícius Lopes (alertei pra ele nas costas do Matheuzinho no Mapa da Mina #002)

O gol saiu em uma jogada que o Goiás tentou outras 3 vezes no início do primeiro tempo.

Ele atraía o Flamengo para o lado esquerdo da sua defesa com tabelas entre Keko e Shaylon e virava o jogo rapidamente para o lado oposto para a entrada de R. Moura e Vinícius Lopes.
Enquanto o Goiás tentava fazer a marcação alta, o Flamengo tinha espaço para contra-atacar, mas não conseguiu chegar ao gol por uma série de escolhas erradas na hora de passar e concluir.
Este foi o cenário até os 25 minutos do primeiro tempo, quando o gás do time do Goiás acabou.

A partir daí, o que se viu foi um ataque contra defesa. O Goiás fechado, sem nenhuma vontade de ficar com a bola.

O Flamengo pressionava e recuperava as bolas ainda no ataque.
Estava tudo desenhado para uma virada rápida, ainda no primeiro tempo, só faltou combinar com o Tadeu, ou “TaDeus”.

O goleiro fez 10 defesas, sendo 7 delas em chutes de dentro da área. Com esta excelente atuação, o goleiro manteve o Goiás em vantagem até os 39 do 1T.
O Flamengo chegou ao 1º gol em rápido contra ataque puxado por Bruno Henrique, dando a assistência para Pedro marcar.

Antes do jogo, alertamos aqui que o contra-ataque seria uma ótima opção contra a lenta recomposição da defesa goiana.

O 2T começou como terminou o 1º. Com o ferrolho montado na entrada da área do Goiás, o Flamengo buscava as laterais, com Michael indo ao fundo pela direita e com F. Luís passando pela esquerda. No jogo, Mathezinho subia mais por dentro pela direita e Bruno Henrique pela esquerda.
Para aqueles que não conseguem ver “o dedo do Dome” neste time, eu deixo o número de viradas de bola do time no jogo contra o Goiás. Image
Foi um percentual extremamente alto da linha de zaga e dos dois volantes. A seguir, algumas das viradas no jogo.
Com essas viradas rápidas de jogo, o time conseguia deixar os pontas no 1x1.

Bruno Henrique conseguia trabalhar bem com Felipe Luís pela esquerda, mas o mesmo não acontecia pela direita com Michael e Matheuzinho.
Michael não estava em tarde/noite inspirada. Tocou na bola 69x e perdeu a bola 22x. Errou 6/27 passes, acertou apenas 4/12 cruzamentos e chutou 3/3 pra fora.

Com isso, apesar do grande volume de posse de bola e das chances criadas, o time não conseguia ser ainda mais perigoso.
Quanto mais próximo o final da partida, maior a desorganização. O time estava exausto, mas o jogo seguinte em 48h fez Dome trocar só 1

🔽Gerson🔼Lincoln

O jovem da base entrou no meio e parecia perdido em campo. Deu apenas 7 toques na bola e 2 passes durante os 14 min em campo.
Quando parecia que o jogo terminaria empatado, Pedro dominou uma tentativa de finalização de W. Arão e colocou pra dentro pela segunda vez na partida.

O centro-avante terminou o jogo com 6 finalizações (4 no gol/ 2 pra fora).

Agora são 8 gols nos últimos 7 jogos.
O Flamengo agora acumula o 7º jogo sem derrota, sendo 5 vitórias consecutivas.

Disputou a partida sem 5 titulares (R. Caio, Isla, E. Ribeiro, Arrascaeta e Gabigol), com o gramado em péssimas condições, vindo de uma batida insana de jogos, sem tempo para recuperação e treinos.
Dome está passando suas ideias na base da conversa, e já podemos ver a cara do treinador em alguns pontos do jogo. Diante de todo o cenário e do grande volume de jogo que o Flamengo criou, respondo à pergunta do início dizendo que a atuação do Flamengo foi boa.
Eu até respeito se você pensar diferente disso, mas não concordo não.

• • •

Missing some Tweet in this thread? You can try to force a refresh
 

Keep Current with Níkolas Pericles

Níkolas Pericles Profile picture

Stay in touch and get notified when new unrolls are available from this author!

Read all threads

This Thread may be Removed Anytime!

PDF

Twitter may remove this content at anytime! Save it as PDF for later use!

Try unrolling a thread yourself!

how to unroll video
  1. Follow @ThreadReaderApp to mention us!

  2. From a Twitter thread mention us with a keyword "unroll"
@threadreaderapp unroll

Practice here first or read more on our help page!

More from @NikolasPericles

17 Oct
Análise Pós Jogo #003 –Flamengo x RB Bragantino (15/10/2020).

Jogos diferente precisam ser analisados de forma diferente. Todo jogo tem um contexto, e ele não pode ser ignorado. Desta vez o entorno chamou mais a atenção do que a partida em si.

Vamos à thread ⏬ Image
O Flamengo veio de uma partida 48 horas antes contra o Goiás.

O momento de ápice do cansaço é 48 horas após o jogo.

Essa foi a 5ª partida em um período de 11 dias.

A título de comparação, o Atlético MG fez 5 partidas nos últimos 18 dias.
(O Dr. Tanure, chefe do DM do Flamengo, explicou esse ponto extremamente bem nesse vídeo. Falou também das avaliações para poupar jogadores. Mesmo com base científica, alguns querem comentar com base no achismo).

Read 25 tweets
15 Oct
Mapa da Mina #003 – Flamengo x RB Bragantino (15/10/2020).

No texto de hoje vamos analisar o próximo adversário do Flamengo.

Avaliaremos: Pontos Fortes / Pontos Fracos / Pontos que o Flamengo pode explorar para sair vitorioso.

Segue a thread. ⏬ Image
Panorama Geral:

O Red Bull hoje ocupa a 19ª posição com 12 pontos (2V/6E/7D). O time vem de uma sequência de 4 jogos sem vencer (2D/2E).

Hoje é treinado por Maurício Barbieri (ex-Flamengo), que substituiu Felipe Conceição após a 6ª Rodada.
A partida será realizada no Maracanã. Fora de casa, o Bragantino tem o aproveitamento de 16,67% (0V/4E/4D).

Perdeu para Bahia, Fortaleza, Atlético MG e Atlético GO e empatou com Santos, Athletico PR, São Paulo e Vasco.
Read 16 tweets

Did Thread Reader help you today?

Support us! We are indie developers!


This site is made by just two indie developers on a laptop doing marketing, support and development! Read more about the story.

Become a Premium Member ($3/month or $30/year) and get exclusive features!

Become Premium

Too expensive? Make a small donation by buying us coffee ($5) or help with server cost ($10)

Donate via Paypal Become our Patreon

Thank you for your support!

Follow Us on Twitter!