Oi, pessoal! É dezembro/21! Em 2020, estávamos iniciando uma nova onda.

Algumas características:
- Não haviam vacinas;
- Nossa mobilidade estava em crescimento (ainda não comparável ao pré pandemia);
- Tivemos mais de 100 dias de queda (reverteu em novembro);

Sigam o fio:🧶//1
A curva de óbitos também estava revertendo nessa época: //2
A mobilidade em 2020 vinha crescendo, e como não tínhamos as vacinas, isso vinha corroborando com o aumento de casos e óbitos: //3
Já em 2021, tivemos o início da vacinação. Dá pra ver no gráfico que a vacinação começou a "engrenar" mesmo no final de junho/2021 (a velocidade aumentou, provavelmente pois tivemos mais disponibilidade de vacinas): //4
Quando olhamos o gráfico de casos de 2021 para o país todo, vemos uma queda que estabilizou em um piso pequeno, sem ainda indícios de aumento: //5
A mesma coisa acontece com os óbitos: //6
E a mobilidade, em 2021? Cresceu ainda mais, inclusive ultrapassando o período pré pandemia em algumas categorias como locais de trabalho: //7
Vemos, então, que há uma correlação entre o início da vacinação e um "não aumento" dos casos e óbitos, mesmo tendo aumentado bastante a mobilidade (e, por consequência, as oportunidades de contágio com pessoas próximas de pessoas). //8
Ou seja: olhando o país como um todo, estamos numa situação boa, exatamente como a Europa estava na entrada do verão (coincidentemente a mesma época que estamos agora). Vejam agora a curva de casos da Áustria em 16/06/2021: //9
E em 29/11/2021:

//10
A mesma coisa nos óbitos, vejam a curva em 16/06/2021 e 29/11/2021 (são duas figuras no tweet): //11
Qual a correlação chave que aparece neste caso? A estagnação da cobertura vacinal.

Percebemos que em 16/06/2021, na Áustria, a vacinação vinha subindo bem (a cobertura era de 26% mas a velocidade era boa): //12
E em 23/08/2021 começa a estagnar (a curva reduz muito sua velocidade).

Essa estagnação somada com flexibilização de medidas (e também relaxamento de cuidados por parte da população) *pode* ter ajudado a criar este novo aumento. //13
Aí, novamente: quando olhamos a curva de vacinação do Brasil como um todo, não vemos a estagnação, e ficamos felizes, né?

Temos de continuar assim! //14
Maaaasss...o Brasil é continental, e precisa ser analisado em cada uma de suas partes! Ao olharmos as curvas de casos e óbitos das nossas regiões, já vemos algumas disparidades.

Vejam Sul e Sudeste: vemos uma queda até acentuada: //15
Já quando olhamos as regiões Norte e Nordeste, vemos uma estabilização mais longa no Nordeste e um aumento até considerável na região Norte: //16
E aí, qual a correlação que, novamente, se destaca?

A da menor cobertura vacinal com esse comportamento de reversão. Vejam que a região Norte (a que está com o aumento) é a com a menor cobertura vacinal.

(dados do OpenDataSus, no seguinte painel: ods-minas.shinyapps.io/covid-19/) //17
Ponto importante: esse aumento está sendo "sugado" pelas quedas dos estados das outras regiões. Se analisarmos a cobertura vacinal do país inteiro, estamos fazendo a média, sem representar efetivamente cada região.

A mesma coisa para casos/óbitos. //18
E, assim como a região Norte está com esse aumento, vemos alguns pontos que também são importantes nas regiões "melhores".

Vejam, por exemplo, a curva de segunda dose (a laranja) do estado de SP. Vocês conseguem ver o movimento de estagnação em 70%? //19
Aqui neste fio eu demonstrei as correlações que aconteceram na Europa em países que estagnaram, qual a cobertura de cada um na estagnação e como isso aparentemente pode ter afetado suas novas ondas: //20
Em resumo, temos de atentar ao seguinte:
- estagnação da cobertura vacinal (mesmo em estados com cobertura vacinal boa);
- remoção de medidas que ajudam as vacinas a combaterem transmissão (máscaras, etc.);
- cobertura vacinal não homogênea pelo país; //21
Podemos ainda ter as rédeas na mão e evitar problemas, basta entendermos o que está acontecendo, e não relaxar justamente nessas fases de números mais baixos. Já vimos o que isso causa!

Abraços a todos!
@threadreaderapp, unroll please!

• • •

Missing some Tweet in this thread? You can try to force a refresh
 

Keep Current with Isaac Schrarstzhaupt

Isaac Schrarstzhaupt Profile picture

Stay in touch and get notified when new unrolls are available from this author!

Read all threads

This Thread may be Removed Anytime!

PDF

Twitter may remove this content at anytime! Save it as PDF for later use!

Try unrolling a thread yourself!

how to unroll video
  1. Follow @ThreadReaderApp to mention us!

  2. From a Twitter thread mention us with a keyword "unroll"
@threadreaderapp unroll

Practice here first or read more on our help page!

More from @schrarstzhaupt

Feb 5
Apesar de a @WHO manter a covid-19 como uma emergência global de saúde pública, nosso comportamento ruma para uma normalização preocupante.

Pensando nisso, trago dados para refletirmos.

Aqui está o gráfico dos 697.345 óbitos por covid-19 notificados no Brasil até 03/02/2023:+
Quando olhamos esse gráfico, vemos a eficácia das vacinas em ação.

Temos 81,6% da população do Brasil com o esquema completo de vacinação contra a covid-19 (duas doses ou dose única) e 58,1% com doses de reforço (1º e 2º reforços somados): +
O que essa cobertura vacinal nos mostra: que ela já nos permite vermos uma redução nas mortes quando comparamos com o período pré vacina.

O primeiro gráfico mostra isso claramente, e é pra isso que ele serve.

Vejam aqui a diferença:+
Read 18 tweets
Jan 30
Hoje (30/01/2023) a Organização Mundial da Saúde (@WHO) manteve o status de emergência global de saúde para a covid-19.

Vejam os dados da China (estão sendo lançados "em lote").

Foram lançados 60 mil óbitos dia 15/01/23 e depois mais 12 mil óbitos dia 21/01/23.🧵
Quando vemos o mundo como um todo, conseguimos ver que o planeta passou por mais uma onda de casos e que os óbitos vem estáveis (até em leve crescimento, mas fica difícil de ver com o lançamento gigante de dados da China em um único dia)+
Aqui o gráfico de novos óbitos por covid-19 notificados por dia do mundo inteiro, sem a correção do eixo Y que foi bastante alterado por causa dos dados da China: +
Read 14 tweets
Jan 29
Olá, pessoal!

Os paineis de dados da @redeanalise continuam sendo atualizados!

Todos podem ser acessados a partir de um único link: bit.ly/Rede_Paineis (em português) e bit.ly/Rede_Dashboards (em inglês).

Sigam o fio para vermos juntos um pouco de cada painel! 🧵
Temos um painel que nos permite ver os dados do SIVEP-GRIPE, que é onde os casos e óbitos de SRAG (Síndrome Respiratória Aguda Grave) são notificados no Brasil.

Conseguimos ver os dados de 2019, 2020, 2021, 2022 e 2023, sendo que a partir de 2020 estão todos em uma única curva:
Aqui, por exemplo, temos a curva de casos de SRAG do Brasil desde o início da pandemia até 24/01/2023.

Vejam ali que filtrei pela classificação "covid-19", ou seja, são os casos de SRAG por covid-19.

Foram 1.965.388 casos nestes três anos!
Read 38 tweets
Jan 25
Olá, pessoal! Hoje o arquivo de dados de covid-19 do @minsaude veio com os dados de 2023 mas sem 2022, aí eu ajustei manualmente aqui e temos atualização!

Vamos ver como estão os dados no Brasil agora que já faz um mês do Natal de 2022?

Sigam o fio: 🧵//1
Aqui o gráfico do Brasil como um todo. Vemos que há uma queda nos casos que começa em 16/12/2022, mas os óbitos continuam em um patamar bastante similar, principalmente nos últimos 20 dias: //2
Para ver se isso é uma tendência de todo o país ou se tem alguma região que pode estar destoando, vamos dividir em regiões e ver o mesmo gráfico, começando pela região Centro-Oeste.

Aqui os casos vem caindo desde 20/12/22 e os óbitos vem estáveis durante o mês de janeiro: //3
Read 27 tweets
Jan 23
O pessoal da @_fiquemsabendo está fazendo um trabalho hercúleo pra disponibilizar as notas fiscais das compras no cartão corporativo, e agora sim dá pra começar a sair do campo das hipóteses e ir para uma apuração robusta.+
Leiam a última newsletter deles e vejam o tamanho do trabalho!

Estão tendo de ir até um prédio e digitalizar nota por nota de compra por compra! Já foi uns 20% das notas do último mandato.

Vejam aqui: fiquemsabendo.substack.com
Ao ler as newsletters a gente efetivamente fica sabendo a origem dos dados, o que temos em mãos e, principalmente, O QUE FALTA.

Aí sim dá pra *começar* a apurar e ver exatamente o que aconteceu, e quais as diferenças pros dados que tínhamos até então. +
Read 4 tweets
Jan 17
Olá, pessoal!

Montamos um painel para acompanhamento das variantes do SARS-CoV-2, e nesse fio falarei um pouco pra vocês sobre o conteúdo!

Vamos lá: 🧵//1
Utilizamos os dados do covariants.org para montar algumas visualizações que possam vir a ajudar quem pretende acompanhar a movimentação das variantes deste vírus que continua super presente. //2
Na primeira página do painel temos todos os sequenciamentos até aqui, separados por localidade e por data (que também podem ser filtrados como preferirem).

Também temos um mapa mostrando quais os países que mais sequenciam: //3
Read 16 tweets

Did Thread Reader help you today?

Support us! We are indie developers!


This site is made by just two indie developers on a laptop doing marketing, support and development! Read more about the story.

Become a Premium Member ($3/month or $30/year) and get exclusive features!

Become Premium

Don't want to be a Premium member but still want to support us?

Make a small donation by buying us coffee ($5) or help with server cost ($10)

Donate via Paypal

Or Donate anonymously using crypto!

Ethereum

0xfe58350B80634f60Fa6Dc149a72b4DFbc17D341E copy

Bitcoin

3ATGMxNzCUFzxpMCHL5sWSt4DVtS8UqXpi copy

Thank you for your support!

Follow Us on Twitter!

:(